Hospital do Câner triplica capacidade de atendimento

Hospital do Câncer Tarquínio Lopes foi inaugurado ontem pela governadora Roseana Sarney

Hospital do Câncer Tarquínio Lopes foi inaugurado ontem pela governadora Roseana Sarney

De O Estado – Anteriormente, o tratamento de câncer no Maranhão se restringia ao Hospital Aldenora Bello e a setores específicos do Hospital Geral, Hospital Universitário e algumas unidades particulares. A qualidade e a quantidade dos atendimentos, porém, eram muito aquém da necessidade. Tanto que as filas para um procedimento cirúrgico às vezes demoravam alguns meses.

Atualmente, com toda a estrutura do antigo Hospital Geral adaptada e revertida para o funcionamento do novo Hospital de Câncer Dr. Tarquinío Lopes Filho tudo isso muda. “Com essa nova estrutura, se formos analisar, temos capacidade para triplicar ou quadruplicar os atendimentos. A satisfação é que a gente vai ter a capacidade de dar um atendimento mais precoce para esse tipo de serviço”, afirmou Luiz Alfredo Guterrez, diretor-geral da unidade.

O centro cirúrgico do Hospital de Câncer Dr Tarquinío Lopes Filho passou a ser exclusivo para atendimento oncológico, e onde antes só podia realizar de 30 a 50 procedimentos por mês será possível até 300 operações. Segundo o diretor do hospital, esse número não pode ser aumentado unicamente por causa do caráter da doença, já que um paciente com câncer tem um tempo maior de tratamento e recuperação.

Cancer 1

Clique no quadro para ampliar

O Serviço de Pronto Atendimento (SPA) também foi ampliado e agora conta com 16 leitos, dois são para estabilização e cinco poltronas para aplicação de medicação. “Antes, o hospital oferecia todos esses serviços em quantidade bem menor, mas com essa estrutura nós temos capacidade de atender toda a demanda de pacientes que já fazem o tratamento aqui no hospital e de aumentar ainda mais o número de pacientes”, ressaltou o diretor.

O novo salão para aplicação de quimioterapia agora tem 21 poltronas, antes eram somente sete. O paciente tinha de aguardar alguém terminar seu procedimento para então ser medicado. E além desse tratamento no hospital, ainda existe o procedimento domiciliar, em que o paciente recebe uma bomba de fusão e pode ser tratado em casa. “A gente implantou isso numa época em que tinha uma fila de espera muito grande e demanda por espaço físico”, explicou Luiz Alfredo.

Todas essas mudanças zeraram a fila para a realização de um procedimento oncológico no Maranhão. Segundo a direção, antes o estado tinha uma demanda de 80 a 90 pacientes que estavam aguardando por uma cirurgia. Hoje a demanda é espontânea, ou seja, a partir do momento em que o médico solicitar e autorizar uma cirurgia, o paciente já tem condições de ser internado e fazer o procedimento.

Para quem necessita dos serviços, as mudanças foram a melhor coisa que poderiam ter ocorrido na saúde do Maranhão. José Evaristo Soares, de 72 anos, está internado em uma das enfermarias do hospital. Na sala climatizada, há apenas três leitos, atendidos 24 horas por enfermeiras e técnicas, que se revezam no tratamento dos pacientes. Ele, que foi para o hospital por causa de alguns furúnculos e acabou sendo diagnosticado com câncer, disse estar se sentindo muito bem com o tratamento a que vem sendo submetido. E elogiou a qualidade do hospital e dos profissionais. “Estou bem. Bem tratado, tem comida e lanche direitinho. Não tenho do que reclamar. Melhor, só se não estivesse doente”, afirmou o idoso.

Futuro – Apesar de toda a estrutura, o hospital ainda não está equipado com um aparelho de radioterapia, situação que já está sendo solucionada, pois o Maranhão foi contemplado pelo Plano de Expansão da Radioterapia no Sistema Único de Saúde (SUS) com um acelerador linear e uma máquina de braquiterapia, que vão para o Tarquínio Lopes Filho e serão instalados em uma área de 770 metros quadrados.

Estão abertos os processos de licitação para a construção das instalações, que devem seguir padrões internacionais de segurança. A previsão é de que em 2015 as máquinas estejam em pleno funcionamento e consigam diminuir a demanda corrente hoje no estado. A ala pediátrica é outra que deve entrar em funcionamento no próximo ano, pois o projeto para a construção de uma unidade de tratamento intensivo dedicada apenas ao tratamento de crianças já está sendo analisado pela Secretaria de Saúde.

 

Programa eleitoral de Lobão Filho desmonta discurso da mudança de adversário

Lobão Filho prega o desenvolvimento do estado

Lobão Filho prega o desenvolvimento do estado e rechaça a crítica pela crítica do Flávio

De O Estado – O programa político do senador Lobão Filho (PMDB), veiculado na noite de ontem durante o horário eleitoral gratuito, desmontou o o que classifiocu de falso discurso da mudança pregado pelo seu principal adversário na disputa, o comunista Flávio Dino (PCdoB).

Lobão Filho mostrou, com um resgate das imagens do programa eleitoral de 2012, que as mesmas promessas de mudança pregadas hoje pelo comunista, haviam sido feitas naquela oportunidade, quando ele apoiou Edivaldo Holanda Júnior (PTC), eleito ao lado de Roberto Rocha (PSB), hoje candidato a senador pela coligação “Todos pelo Maranhão”.

“A mudança no Maranhão começa pela mudança em São Luís. Vote em Edivaldo Holanda Júnior para prefeito. A mudança faz parte da vida da sociedade, a hora da mudança está chegando”, disse Flávio Dino em 2012, como atestou trecho de vídeo apresentado ontem no programa político de Lobão Filho.

O peemedebista mostrou a contradição do discurso defendido pelo comunista e a prática, exercida no modelo de gestão do prefeito Edivaldo Júnior. Flávio e Edivaldo haviam prometido, por exemplo, uma verdadeira revolução na educação municipal. Hoje, no entanto, a greve dos professores alcança exatos 100 dias. Ao todo, cerca de 90 mil crianças estão sem aula.

No programa, o peemedebista também apresentou outra contradição em relação ao discurso e a prática adotada pelo grupo político liderado por Dino, o de que há “diálogo” no modelo de gestão iniciado pelo petecista em São Luís. Professores municipais gravaram depoimentos para o horário eleitoral gratuito e desconstruíram o discurso adotado por Flávio Dino de que há “diálogo” entre a atual administração municipal e os servidores públicos.

“Edivaldo Holanda Júnior é um autêntico representante da mudança”, afirmava Flávio Dino no programa eleitoral gravado em 2012. Hoje, no entanto, após o fracasso da administração de petecista, Flávio excluiu Edivaldo de sua campanha e de seus programas políticos, temeroso em relação ao impacto negativo à sua candidatura.

Pra Frente – Em seu discurso, Lobão Filho rechaçou os ataques diários do adversário ao Maranhão, criticou o discurso de que no estado só há miséria, baixa produtividade e injustiça social, e defendeu a imagem de um estado rico, de oportunidades e que só cresce no cenário nacional.

“Essa critica destrutiva serve apenas para justificar um projeto de poder fantasiado de mudança. Veja bem. Se ele admitir que o Maranhão está bem, que tem novos hospitais; novas escolas; que cresceu mais do que a média nacional; que está batendo recordes na safra de grãos; que nos últimos anos recebeu mais de R$ 100 bilhões em empresas privadas e gerou milhares de empregos. Se ele admitir tudo isso, o que ele vai ter para dizer. O que ele vai mudar?”, indagou o peemedebista.

“A mudança que ele [Flávio] está pregando, não muda nada. As populações de Santa Inês, Balsas, Tuntum, Caxias, Timon, Imperatriz e São Luís, sabem disso muito bem. Nessas cidades tudo mudou, mas mudou para pior, para muito pior”, concluiu.

Lobão Filho intensifica agenda no interior do estado

Candidato a governador do estado intensifica campanha no interior

Candidato a governador do estado intensifica campanha no interior

O candidato ao governo do Estado, Lobão Filho (PMDB), participou, na manhã desta sexta-feira (29), de uma carreata jamais vista na cidade de São João Batista, região da baixada maranhense. O candidato foi recebido pelo prefeito da cidade, Amarildo Pinheiro (PP), Caravana do PT e por milhares de pessoas.
A comitiva percorreu cerca de 5 km de ruas da pequena São João Batista e, por onde passou, recebeu mensagens de carinho por meio de cartazes e gestos de apoio à campanha do candidato da base governista. “Nunca vi uma carreata tão grande, São João Batista nunca teve tanta gente reunida nas ruas”, espantou-se Larissa Lindoso, funcionária pública.
Lobão Filho apresentou suas propostas diante de milhares de pessoas e ratificou seu compromisso com a melhoria da qualidade de vida dos maranhenses. “Eu represento para o Maranhão uma forma inovadora de se fazer política. Sou empreendedor e sei como gerar empregos e promover desenvolvimento efetivo”, afirmou o candidato.
“No meu governo, São João Batista será beneficiada com a ponte do Cujupe, diques e tecnologia para os pescadores e nossa agricultura voltará a ser pujante”, assegurou Lobão Filho.
Na oportunidade, o prefeito da cidade destacou as obras já realizadas pelo grupo do senador Lobão Filho no município e mostrou-se confiante com a vitória do candidato. “Os investimentos do governo do Estado não param nesse município. Tenho certeza de que Lobão Filho terá uma vitória esmagadora em São João Batista, porque ele tem atitude e não apenas discurso falacioso”, declarou o líder municipal, em referência à rejeição sofrida pelos prefeitos eleitos pelo grupo adversário.

Caravana do PT – A caravana do PT acompanhou a comitiva o 15 durante todo o percurso levando os nomes da presidente Dilma Rousseff, de Lobão Filho e do candidato ao Senado, Gastão Vieira (PMDB).
Sobre o falso discurso da oposição em relação ao apoio do PT, Ana Márcia Araújo, fundadora do partido em São João Batista afirmou: “O PT não está ‘rachado’, não existe maioria e minoria, somos um grupo só e estamos com Lobão Filho”.

Edivaldo Júnior permanece excluído da campanha de Flávio Dino

Na campanha de 2012, Edivaldo foi apresentado com a mudança por Flávio Dino

Na campanha de 2012, Edivaldo foi apresentado com a mudança por Flávio Dino

Por mais que o candidato do PCdoB a governador, Flávio Dino, e o prefeito Edivaldo Júnior (PTC) queiram esconder, há uma nuvem cinzenta na relação política que os une. E ela ganha forma sempre que um ou outro assessor do candidato comunista ou do prefeito de São Luís sugere a inclusão de Edivaldo Júnior na propaganda eleitoral de Flávio Dino.

Ao contrário do candidato do PMDB a governador, senador Lobão Filho, que não tem hesitado em mostrar as conquistas do governo liderado por Roseana Sarney, Flávio Dino não quer abrir espaço para Edivaldo Júnior e seu governo.

Dino não tolera e fica irritado quando alguém o lembra de que, depois do próprio prefeito, é o principal responsável pela gestão pífia a que São Luís está submetida. Uns classificam a gestão de Edivaldo Júnior como incompetente, outros tentam minimizar dizendo que a atual gestão de São Luís é fruto de inexperiência.

Nas poucas vezes em que se manifestou sobre o assunto, Flávio Dino falou de maneira evasiva, admitindo problemas, mas se negando a fazer juízo de valor, o que traduzido detesta ter de falar no assunto. Mas, por mais que tente se furtar a se manifestar, o fato é que Dino tenta fazer com que o eleitorado de São Luís esqueça que ele está comprometido até o pescoço com a gestão de Edivaldo Júnior.

Foi ele quem se apresentou como líder e tutor do então candidato a prefeito e foi para ele que Júnior dedicou sua vitória, afirmando que a tal “mudança” por ele prometida começava ali. O fato é que a turma que cerca o comunista está dividida, com uns a favor da participação de Holanda Júnior e outros convencidos de que ele deve ser mantido distante da campanha. E, sem força para se impor, o prefeito tenta se manter distante da refrega.

Da coluna Estado Maior, com edição do blog

Jogaram a toalha

Os estrategistas da campanha do PSDB entregaram os pontos. Os da presidente Dilma ainda têm um fio de esperança. Os especialistas em pesquisas consideram que Marina Silva está a um passo do Planalto. Explicam que Marina encarna o sentimento de junho de 2013, contra tudo que está aí. E que sua onda é consistente. Lembram que em 2010 ela se formou a uma semana do pleito. Agora, rebentou 40 dias antes.

O teto de Dilma e o piso de Aécio

A análise das pesquisas realizadas até aqui levam cientistas políticos a concluir que a presidente Dilma tem teto: 40%. Os atuais 34% são seu núcleo duro. Pesam contra ela: o cansaço com os 12 anos de PT, escândalos como o da Petrobras e o seu jeito de poucos amigos. Os dados mostram também que Aécio Neves não parou de cair. O PSDB tem informes, de pesquisas estaduais, que reforçam essa projeção. Isso ocorre, diz um analista, porque a rejeição ao PT é forte, mas há também um sentimento contra o PSDB. Por isso, Aécio não convencia como sujeito da mudança. Essa qualidade foi incorporada por Marina, que ainda tem a vantagem de ser muito conhecida.

Panorama Político, de Ilimiar Franco, com a contribuição de Simone Iglesias

Edivaldo Júnior debocha da educação e dos professores da rede pública de SL

Edivaldo Júnior aumentou a tarifa de ônibus em 23%, mas não quer aumentar o salário dos professores

Edivaldo Júnior aumentou a tarifa de ônibus em 23%, mas não quer aumentar o salário dos professores

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) debochou na última quarta-feira dos professores da rede municipal de ensino que estão em greve, ao oferecer – além dos 3% anteriormente propostos -, um aditivo de mais 2,99% nos vencimentos dos servidores.

Os docentes exigem reajuste de 20%. Deste montante, pelo menos 8% já teria de ser assegurado pela administração municipal, uma vez que trata-se de recurso já garantido pelo Governo Federal para este fim – é o que asseguram os professores. O restante seria a contrapartida do município.

Com mais de 100 dias de greve, no entanto, Edivaldo sequer alcança os 8% já repassados pela União e que são de direito dos professores.

Esse é o modelo de gestão que ele apresenta como “novo e mudança”. Esse é o governo do diálogo tão prometido por ele na eleição de 2012.

Esse também é o modelo de gestão do PCdoB, que administra a pasta com o professor Geraldo Castro (PCdoB), indicado para o cargo por Flávio Dino (PCdoB) e que já substitui outro comunista, o Alan Kardec (PCdoB), demitido pelo prefeito após o seu fracasso na pasta.

Edivaldo debocha da educação e deixa mais de 90 mil crianças fora da sala de aula. E consegue consolidar ainda mais a mudança em São Luís. Só que para pior…

Serviços contra o Câncer já funcionam no estado

Roseana inaugurou o hospital do Câncer na segunda-feira

Roseana inaugurou o hospital do Câncer na segunda-feira

Já estão em pleno funcionamento o Hospital do Câncer do Maranhão Tarquínio Lopes Filho e o Centro Ambulatorial de Atendimento ao Paciente Oncológico.

O Hospital do Câncer funciona no antigo Hospital Geral, na Madre Deus e o Centro Oncológico na Avenida São Luís Rei de França.

Centro Ambulatorial já realiza atendimento

Centro Ambulatorial já realiza atendimento

Na primeira unidade funcionam serviços de internação, cirurgias e quimioterapia. Ao todo, são 123 leitos de internação clínica, cirurgia e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além da semi-intensiva.

Já o Centro Ambulatorial foi preparado inicialmente para o funcionamento de 18 consultórios nos cinco andares. Lá também são oferecidos serviços de exames, curativos, aplicação de medicamentos oncológicos, além do serviço de assistência social, psicologia e farmácia.

De segunda-feira até o meio dia de hoje a unidade já havia realizado mais de 200 atendimentos à pacientes que enfrentavam fila para o tratamento do câncer.

Avanços significativos do Governo do Estado para a saúde pública que a oposição teima em não reconhecer e tenta minar, para confundir a cabeça do eleitorado.

Uma tática equivocada, que se confunde à velha política, tão criticada por aqueles que prometem a “mudança” no Maranhão…

Roseana entra na briga

Roseana e Lobão Filho farão incursão ao interior do estado

Roseana e Lobão Filho farão incursão ao interior do estado

A governadora Roseana Sarney (PMDB) prepara uma incursão ao interior do estado ao lado do seu candidato a governador, senador Lobão Filho (PMDB). Ela vai aproveitar o último mês de campanha no primeiro turno para intensificar a corrida ao voto e a aproximação do candidato do eleitor no interior.

Líder inconteste, que já enfrentou seis eleições – quatro para o Governo do Estado, uma para o Senado e uma para deputada federal -, Roseana conhece o Maranhão político e eleitoral como a palma da mão, com a mesma abrangência com que conhece o Maranhão econômico e social.

Tanto ela quanto Lobão Filho querem consolidar a virada ainda no primeiro turno. Firme no comando do Estado e do governo, Roseana Sarney vai definir uma agenda política que a leve ao interior junto com o candidato peemedebista. Tem, portanto, autoridade pessoal, administrativa e política para, com o senador Lobão Filho, fazer essa incursão ao interior em busca de votos. Isso porque tem o que mostrar como a chefe do um governo que ela e muitos definem como vitorioso.

Sem a governadora, Lobão Filho tem feito uma campanha de peso no interior. Com ela, sua candidatura ganha peso e mais força política e eleitoral. Nenhum analista põe em dúvida que a governadora é o mais importante cabo eleitoral do candidato do PMDB. As incursões que fizerem pelo interior mostrarão o prestígio da governadora. Responsável maior pelo convite para que o senador Lobão Filho seja o candidato, Roseana está determinada a fortalecer sua escolha partindo para a luta eleitoral franca.

Coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

TCU já tem parecer em processo que apura superfaturamento na Embratur

Flávio Dino terá de explicar contrato aditivado

Flávio Dino terá de explicar contrato aditivado

O Estado – O ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU), já tem em mãos um “pronunciamento concluído” da Secretaria de Fiscalização de Tecnologia da Informação (SEFTI) do órgão no processo nº TC-018.528/2014-7, aberto para apurar a legalidade e a economicidade da prorrogação do contrato nº 12/2009, no exercício de 2012, da Embratur com a empresa COM Braxis Outsourcing, referente ao Gerenciamento e Operação de uma Central de Serviços de TI.

Segundo a CGU, no comando da Embratur Flávio Dino (PCdoB), candidato a governador pela coligação “Todos pelo Maranhão”, autorizou operação “antieconômica” aos cofres públicos ao aditivar o contrato com a CPM Braxis, para fornecimento de estrutura “superdimensionada” de tecnologia de informação.

O pedido de auditoria do TCU nas contas da autarquia federal foi aprovado pelo plenário de Senado no mês de julho, após requerimento do senador Edison Lobão Filho (PMDB), candidato a governador pela coligação “Pra Frente, Maranhão”.

O “pronunciamento” da SEFTI, que está concluído desde o dia 22 de agosto, é uma espécie de parecer que deve ajudar Cedraz, relator do caso, a emitir seu voto.

Em contato, por e-mail, com a reportagem de O Estado, a assessoria de imprensa do Tribunal de Contas da União informou que o parecer – do qual constam ainda 27 documentos anexados – não é público.

“Essa peça de processo [pronunciamento concluído] não é pública. O que fica público após o julgamento do processo é o relatório, voto e acórdão”, diz a nota.

A assessoria informou, ainda, que o ministro-relator não tem prazo regimental definido para pedir pauta e levar o processo a votação. “Não há prazo regimental definido para o ministro analisar o processo e pautá-lo para votação”, completou.

Segundo a movimentação oficial consultada por O Estado no site do TCU, ao processo nº TC-018.528/2014-7, aberto pela Corte de Contas, foi agora apensado o processo 014.958/2014-7, aberto pelo Ministério Público junto ao TCU e que tem como objetivo “verificar especificamente a possível ocorrência de dano na execução do mencionado contrato n° 12/2009 (TC n° 014.958/2014-7)”.

Além desses dois processos, há ainda um terceiro, também em tramitação no Ministério Público de Contas, “com vistas ao saneamento das questões levantadas na prestação de contas referente ao exercício de 2012”. Este expediente está em fase de elaboração de relatório.

Mudança

Depois de ter vários argumentos de defesa rejeitados pela CGU, Dino tem tentado uma nova estratégia ao pedir direitos de resposta em ações movidas contra O Estado – todas elas rejeitadas pela Justiça Eleitoral em agosto. A apresentar os pedidos, ele sustenta que o contrato em questão não diz respeito a sua gestão, já que é de 2009 e ele só assumira a Embratur em 2011. Em todos os despachos, no entanto, os juízes eleitorais que julgaram as ações deixaram claro que o contrato é, de fato, anterior, mas fora aditivado por ele em 2012.

Em defesa, Dino apresenta certidões, desqualificadas pela Justiça

Desde que se revelou que a Controladoria-Geral da União (CGU) apontou superfaturamento de um contrato aditivado por Flávio Dino na Embratur, o candidato a governador já apresentou duas certidões negativas emitidas pelo órgão para defender-se das denúncias. A mais recente delas diz que “não consta processo aberto no âmbito da CGU ou da existência de parecer técnico pela irregularidade das contas do senhor Flávio Dino”.

Ocorre que a própria CGU já afirmou que essa certidão “não ‘torna sem efeito’ apuração nenhuma”. Agora, mais recentemente, a própria Justiça Eleitoral também desqualificou os documentos.

Ao analisar dois dos pedidos de direito de resposta do candidato contra O Estado – ambos negados –, a juíza auxiliar eleitoral Maria José França Ribeiro, da Comissão de Juízes Auxiliares do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, reafirmou o que já havia declarado a Controladoria: que as certidões não são o suficiente para negar o fato de que a auditoria do órgão de controle federal detectou irregularidades e recomendou a devolução de dinheiro.

“Examinando o referido relatório, constato que, de fato, foi apurada irregularidade no aditivo do contrato n° 12/2009, que ensejou prejuízo ao erário público [sic] em época na qual o representante [Flávio Dino] era presidente da Embratur e assinou o aditivo de tal contrato, de modo que as certidões apresentadas [...] não desconstituem a sua veracidade”, decidiu.

 

Paulinha Lobão participa da festa de aniversário de São Vicente Ferrer

Paulinha Lobão foi recepcionada pela população

Paulinha Lobão foi recepcionada pela população em evento

O município de São Vicente Ferrer esteve em festa na manhã desta quarta-feira (27). A apresentadora Paulinha Lobão, esposa do candidato ao governo Lobão Filho (PMDB) visitou a cidade para participar da comemoração de seus 158 anos de emancipação política.

 No início da programação, um grande desfile cívico, realizado por cerca de 2.800 alunos das escolas municipais. A apresentadora acompanhou o desfile, junto da prefeita Maria Raimunda, do candidato a deputado federal Pedro Fernandes (PTB), de vereadores e lideranças políticas.

 Paulinha Lobão parabenizou o povo vincentinense. “Pra mim é uma alegria estar aqui nesse momento tão festivo, ao lado de pessoas tão especiais. É uma alegria ver essa juventude com tanta esperança e brilho nos olhos, e eu vim aqui para trazer a mensagem de Lobão Filho, que é a mensagem da esperança”.

 A prefeita Maria Raimunda se mostrou satisfeita com a participação de Paulinha no evento. “Estou muito feliz por receber a Paulinha, que trouxe toda essa alegria que é própria dela. Não tínhamos recebido uma primeira dama aqui, e a visita dela nos enche de orgulho”, disse.

 Segundo a prefeita, a participação de Paulinha Lobão significou muito mais que uma visita, representou a chegada de novas perspectivas para a Baixada Maranhense. A esposa do candidato peemedebista se mostrou atuante e determinada em buscar melhorias num futuro governo de Lobão filho para o município. “Lobão Filho é o governador que vai mudar a história de vocês. Venho trazer as boas novas de que ele vai tratar com carinho dos estudantes, e não apenas isso, vai cuidar da saúde, da segurança, educação, da geração de emprego e muitas outras coisas que ainda precisam melhorar”, declarou a apresentadora.

Ascom