Polícia age rápido e prende 16 suspeitos de ataques a ônibus

Dezesseis pessoas foram presas no início da noite de ontem, suspeitas de terem participado de ataques a ônibus na região metropolitana de São Luís. Destes, 11 foram apresentados na Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).

Reprodução TV Mirante

Reprodução TV Mirante, afiliada a Rede Globo

Os ataques foram contra quatro ônibus e um micro-ônibus, em São Luís e São José de Ribamar, municípios da região metropolitana de São Luís. Na capital, os atentados aos ônibus aconteceram nos bairros Alto do Pinho, Santa Bárbara e na sede da empresa Viação Abreu, no Jardim São Cristóvão. Já em Ribamar, um micro-ônibus que presta serviços de transporte alternativo, também foi queimado.

A operação que, ainda não tem data para terminar, está sendo coordenada pelo responsável do Comando de Policiamento Metropolitano (COM), Coronel Marco Antônio Alves. De acordo com o Coronel, dentre os 16 presos, cinco têm 17 anos de idade. Com eles, foi encontrado material inflamável, um revólver calibre 38 com 3 munições, além de um papelote de maconha para uso pessoal. Os suspeitos foram surpreendidos nos bairros Vila Brasil, Sol e Mar e Barragem do Bacanga.

Ainda segundo o Coronel, apesar das abordagens terem sido feitas em pontos diferentes da capital maranhense, a localidade da Barragem do Bacanga receberá uma atenção especial, já que naquela área, o fluxo de ações criminosas é considerada bastante alta. “A região metropolitana será monitorada com mais intensidade, mas daremos uma atenção especial a Barragem do Bacanga, pois lá a acão dos criminosos têm sido mais frequente”, disse o militar.

O Coronel Alves pediu uma maior cautela por parte da população, e afirmou que não há nenhum motivo para pânico, pois o policiamento nos próximos dias será extensivo por toda a área metropolitana de São Luís.

Até o momento, não há nenhuma confirmação que a ordem dos ataques tenha sido direcionada de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Em nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) afirmou que o trabalho de investigação vai continuar, e ressaltou ainda que todas as medidas já foram tomadas para garantir a segurança da população.

Ibope: Flávio Dino 48% x 27% Lobão Filho

IBOPE-43A segunda pesquisa de intenções de votos Ibope/TV Mirante divulgada há pouco no JMTV 2ª edição, apontou para uma diferença de 21 pontos percentuais de Flávio Dino (PCdoB) para Lobão Filho (PMDB).

Se as eleições fossem realizadas hoje, de acordo com o instituto, Flávio venceria o pleito no primeiro turno por 48% x 27% da preferência do eleitorado.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão sob o protocolo MA-00052/2014.

Se comparado ao levantamento anterior, Flávio Dino subiu de 42% para 48%, enquanto Lobão Filho caiu de 30% para 27%¨das intenções de votos.

O total de eleitores que afirmou votar branco ou nulo também caiu, de 18% para 16% e o total de eleitores que não sabe/não respondeu, subiu de 5% do levantamento anterior para 8%.

Os demais candidatos: Zeluis Lago (PPL), Antônio Pedrosa (PSOL), Saulo Arcangeli (PSTU) e Josivaldo Corrêa (PCB) somaram 1% apenas.

 

Em desespero, oposição já tenta desqualificar Ibope novamente

IBOPE-43A segunda pesquisa de intenções de votos Ibope/TV Mirante será divulgada na tarde hoje, com exclusividade no JMTV 2ª edição.

A pesquisa mostrará o cenário atual da disputa para o Governo do Estado, Senado da República e Presidência.

Desde ontem circula nas redes sociais um vídeo que sugere uma suposta fraude no levantamento. A hipótese tem as digitais do PCdoB, pois cita a suspeita levantada pelo próprio Marcio Jerry, presidente do partido.

Como da última vez, Jerry e toda a sua turma, tenta desqualificar o levantamento, e criar um clima de que aconteça o que acontecer no Maranhão, as eleições já estão ganhas por Flávio Dino (PCdoB).

Um clima que foi criado pela própria oposição, ao contratar pesquisas de institutos ligados ao grupo, mas que vai se desmanchando ao ser confrontado com os cenários apontados por institutos de abrangência nacional, como o Ibope, e o mais recente W1.

O desespero de Jerry, do PCdoB e da oposição, apenas comprovam que as expectativas de Flávio não são tão maravilhosas assim como eles tentaram passar nos últimos meses. Eleição se ganha no dia-a-dia, até a contagem do último voto.

E é por isso que, por mais que tentem desqualificar – para dar um ar de fraude -, a própria oposição e os demais grupos políticos, aguardam os números do respeitado Ibope, para somente então dar um tom da reta final de suas campanhas. Vale aguardar…

Lobão Filho promete criar Secretaria para a Região Tocantina

20140919-1902_foto-junior-foicinhaO candidato Lobão Filho, da coligação “Pra Frente, Maranhão”, garantiu na cidade de Cidelândia que vai criar uma Secretaria de Estado da Região Tocantina. “Essa é uma região com grande extensão territorial e desponta como um dos principais celeiros de produção do nosso Estado. Temos imensos desafios a superá-los e com um representante dessa região vamos implementar, com mais eficiência, agilidade, celeridade e eficácia as nossas ações e programas governamentais”, justificou.

Lobão Filho também assegurou que vai ser um “governador presente”. Não vai administrar o Estado do Palácio dos Leões e “sim nos municípios, nas ruas dialogando com cada cidadão para realizar um governo que vai transformar e renovar o Maranhão como nunca ninguém sonhou que fosse possível”.

O candidato peemedebista, que se sentiu honrado em está em Cidelêndia, que pertence a Região Tocantina, onde a sua família nasceu politicamente, relembrou que o Programa de Aceleração do Maranhão, o PAM, foi construído com participação popular e terá como marca essencial de seu governo ação direta do governo estadual em todos os 217 municípios do Maranhão.

“Vamos implementar um governo municipalista e participativo. Todas as ações, programas e projetos do PAM serão implantados em conjunto com as prefeituras e lideranças para garantir que os resultados positivos sejam os mais auspiciosos possíveis. Vamos estabelecer metas e prazos para conquistá-los. Temos uma missão de vida que é melhorar, para muito melhor, a vida da nossa população. Então temos que ser eficientes na aplicação dos programas do PAM em todas áreas e setores para assegurar os nossos avanços sociais e desenvolvimento da forma mais justa possível”, refletiu.

 O prefeito de Cidelândia, Ivan Antunes, que recepcionou o senador Lobão Filho ao lado de diversas lideranças municipais declarou que a sua cidade vive hoje um momento de glória. “Estamos com o pagamento do funcionalismo e de fornecedores em dias. Temos dezenas de obras tanto na sede do município como na zona rural. São obras nas mais diversas áreas como saúde, educação e infraestrutura”, enumerou ao enfatizar a concretização de um sonho da população: a pavimentação de 57 quilômetros da estrada Cidelândia a Imperatriz, cujos investimentos são de quase R$ 50 milhões.

Ascom

Rocha emite nota de esclarecimento que apenas confirma gastos com gabinete

Rocha é vice-prefeito de São Luís

Rocha é vice-prefeito de São Luís

O vice-prefeito de São Luís, candidato a Senador da República, Roberto Rocha (PSB), encaminhou nota  de esclarecimento à imprensa a respeito dos gastos municipais com o gabinete da Vice-Prefeitura, o qual ele chegou a afirmar em entrevista que não existe.

A nota do socialista, apenas confirma o que foi amplamente divulgado pela imprensa, com dados amparados pelo Portal da Transparência da Prefeitura de São Luís.

Em respeito ao bom jornalismo e ao direito do contraditório, segue a nota de Rocha, que repito, apenas confirma tudo aquilo que já foi apresentado pela imprensa e por este blog.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Na condição de candidato ao Senado pela coligação “Todos pelo Maranhão, e com o intuito de esclarecer os fatos recentemente divulgados pela imprensa sobre suposto mal uso de dinheiro público no cargo que exerço desde janeiro de 2013, como vice-prefeito, informo:
1 –O contrato de locação do imóvel, localizado na Rua do Sol, Centro, para funcionamento da sede da Vice Prefeitura, foi firmado em setembro de 2013 e foi pago por apenas cinco meses, já que precisei me afastar do cargo para disputar o pleito 2014, e tão logo solicitei a suspensão do contrato de locação;
2 – Ao contrário do que foi divulgado, o contrato trata apenas de uma locação, cujo terreno contempla dois prédios. A escolha do mesmo foi dada à localização estratégica, próximo ao Palácio La Ravardière, e às características físicas similares à estrutura da sede da Prefeitura;
3 – Em referência à dispensa de licitação, o inciso X do artigo 24 da Lei de Licitações nº 8.666, de 1993, permite a compra ou locação de imóveis por dispensa de licitação;
4 – O valor de R$ 1.070.880,94 (um milhão, setenta mil, oitocentos e oitenta reais e noventa e quatro centavos) informado no Portal de Transparência da Prefeitura Municipal refere-se a gastos relativos à Vice Prefeitura durante 1 ano e 8 meses da gestão. Do total, R$ 859.263,38 foram referentes a pagamento da folha de funcionários, que cumprem expediente na estrutura da Prefeitura, e R$ 211.617,56 para locação de veículos, locação do prédio, compra de passagens aéreas, entre outros.
Finalizo reiterando que estarei sempre à disposição para esclarecer qualquer fato que venha a ser apontado com o intuito de denegrir a minha imagem, e que as medidas judiciais cabíveis já estão sendo providenciadas. Aproveito para reforçar o meu compromisso em trabalhar sempre em prol do povo maranhense, prezando pela justiça e responsabilidade.

Roberto Rocha
Vice-prefeito de São Luís e candidato a senador pela coligação “Todos pelo Maranhão”

Adversários se unem em Ribamar Fiquene por candidatura de Lobão Filho

Lobão Filho em comício realizado no município de Ribamar Fiquene

Lobão Filho em comício realizado no município de Ribamar Fiquene

Em visita ao município de Ribamar Fiquene, na quinta-feira (18), o candidato ao governo do Estado, Lobão Filho (PMDB), ratificou seu compromisso de melhorar a vida dos quase 7 milhões de maranhenses e comprometeu-se, sobretudo, com o futuro das crianças.

“Vou fazer um Maranhão para vocês, crianças”, disse o candidato peemedebista ao pequeno Eduardo Miranda, de 7 anos, que subiu ao palanque para expressar sua esperança de que Lobão Filho será o melhor governador do Maranhão.

Na ocasião, Lobão Filho destacou seu compromisso com os jovens, mulheres e idosos do estado. “Investiremos muito em educação para capacitar nossos jovens que merecem mais oportunidades; construiremos creches e casas Maria da Penha para proteger nossas mulheres e assegurar que elas possam trabalhar enquanto seus filhos são bem cuidados. Além disso, cuidaremos dos nossos idosos, acolhendo a todos com carinho”, garantiu o candidato.

O candidato ao Senado, Gastão Vieira (PMDB), que tem na educação uma das principais bandeiras de sua vida política, também reafirmou cuidar com o futuro das crianças e jovens do Maranhão e fortaleceu a esperança de dona Raimunda José da Silva, de 28 anos que sonha com um futuro de oportunidades para cada um. “Só Lobão e Gastão poderão trazer um destino melhor para nossas crianças, vou votar nos dois e rezar para que eles ganhem essa eleição, porque nós ganharemos junto com eles”, declarou a dona de casa.

Alianças – Três grupos políticos adversários deram as mãos em prol da eleição dos candidatos da chapa majoritária da coligação “Pra Frente, Maranhão”. “Hoje, três grupos estão unidos nesta cidade em prol do seu nome, senador Lobão Filho. Todos nós concordamos que você é o melhor para governar esse estado e fará o melhor pelo Maranhão e por Ribamar Fiquene”, afirmou o prefeito, Edilamar Miranda.

“Tenho presenciado lideranças adversárias unidas em meu palanque por vários municípios. Mas, aqui, temos todas as correntes políticas unidas e em harmonia pelo nosso propósito. Isso é raro e me traz muita honra, gratidão e orgulho”, declarou Lobão Filho, em agradecimento ao apoio que recebeu não apenas das lideranças políticas de Ribamar Fiquene, mas também da população que o recebeu com enorme carinho em uma imensa caminhada pelas ruas do município.

Gabinete que Roberto Rocha diz não existir já gastou quase R$ 1 milhão com pessoal

Prédio que foi alugado para funcionar a vice-prefeitura, mas permanece fechado no Centro

Prédio que foi alugado para funcionar a vice-prefeitura, mas permanece fechado no Centro

O Estado – Os gastos da Prefeitura de São Luís com o aluguel de um imóvel na Rua do Sol, Centro da capital, onde deveria funcionar, mas está fechado, o Gabinete da Vice-Prefeitura (Gavic), com aluguel de veículos e fornecimento de combustível não são os únicos utilizados para manter estrutura que serve ao vice-prefeito Roberto Rocha (PSB).

Novo levantamento de O Estado no Portal da Transparência municipal aponta que, aos mais de R$ 200 mil liquidados entre 2013 e 2014 para bancar o Gavic, soma-se R$ 1,2 milhão orçados para gastos com pessoal, no mesmo período.

Segundo os dados oficiais da Prefeitura de São Luís, em 2013 foram efetivamente gastos R$ 577.950,78 mil para pagamento de servidores à disposição de Rocha. O valor foi pago em forma de salários, férias e 13° de servidores efetivos, comissionados e até os contratados, comumente conhecidos como Serviços Prestados, os SPs.

Em 2014, o valor global orçado para o gabinete do vice-prefeito aumentou: de R$ 577,9 mil para R$ 712.808,00.

O valor já liquidado, no entanto, ainda é menor neste ano do que no ano passado. Os salários, férias e 13° dos funcionários consumiram, em 2014, apenas R$ 390.264,51 do valor total orçado.

O vice-prefeito Roberto Rocha foi acionado pela reportagem de O Estado para comentar a existência da super-estrutura a sua disposição ainda na quarta-feira, dia 17, mas ele não respondeu.

Sem gabinete – Em recente entrevista à TV Guará, ao ser questionado sobre seu grau de participação em eventuais insucessos da administração municipal, o socialista justificou-se alegando não ter, sequer, gabinete. Ele disse, também que não interferia “em nada” na gestão do Município.

“Eu sou um vice-prefeito que eu não tenho, sequer, gabinete. [...] Eu não interfiro em nada nas decisões da administração municipal. [...] Eu não tenho interesse político maior em São Luís”, declarou.

Na edição de ontem, O Estado revelou que, segundo o Portal da Transparência, a Prefeitura empenhou, em 2013, R$ 80 mil e liquidou R$ 120 mil para pagamento ao fornecedor Francisco Miguel Araujo Duailibe, pelo aluguel de um imóvel, no Centro de São Luís, destinado à instalação e funcionamento do Gabinete da Vice-Prefeitura (Gavic). O imóvel, de n° 549, fica na Rua do Sol, mas está fechado.

Em 2014, o fornecedor já recebeu, ainda de acordo com o Portal da Transparência, R$ 40 mil pelo aluguel do mesmo imóvel – referentes aos meses de janeiro a abril deste ano – e outros R$ 30 mil pelo aluguel da casa ao lado, de n° 548, também fechada, onde deveriam funcionar “unidades de trabalho da Vice-Prefeitura”.

Rocha silenciou sobre os dados oficiais apresentados.

Pnad aponta queda do analfabetismo no Maranhão, mas ainda é preciso avançar…

Ilustração da edição de hoje de O Estado do Maranhão

Ilustração publicada na  edição de hoje do jornal  O Estado do Maranhão

Queda na taxa de analfabetismo, aumento no ganho real do rendimento e acesso a bens foram as principais áreas em que o Maranhão melhorou nos últimos 10 anos, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2003, o estado tinha 21,7% da sua população analfabeta. Em 2013, quando a pesquisa foi realizada, esse índice era de 17,9%. O estado foi o quinto em ganho real do rendimento, mas a pesquisa também mostra que o Maranhão ainda tem muitos desafios a superar.

A Pnad mostrou que o Maranhão ultrapassa os 6,8 milhões de habitantes (3,4% do total da população brasileira, que é 201.468 milhões de habitantes). Assim como o Brasil, a população idosa do estado, acima de 60 anos, está crescendo, representando 36% do total de maranhenses. Conforme a pesquisa, 58,25 da população do estado é urbana contra 41,75% vivendo na zona rural. “O Maranhão ainda é um estado rural, mas também é preciso lembrar que a distribuição de população por zona depende da lei de zoneamento de cada município e muitas prefeituras do interior ainda não fizeram essa atualização. Então, é possível termos menos maranhenses vivendo na zona rural”, comentou João Ricardo Costa Silva, analista de planejamento do IBGE, no Maranhão.

Analfabetismo – De 2003 a 2013, a taxa de analfabetismo caiu em todas as faixas etárias no Maranhão. Porém, percebe-se que a queda foi mais acentuada entre os maranhenses que têm de 7 a 14 anos e menor entre a população que tem acima de 50 anos. “Há muito investimento na educação básica, mas quem não conseguiu se alfabetizar durante essa fase tem dificuldades de ter acesso ao ensino depois”, observou João Ricardo.

Segundo a Pnad 2013, 45,30% dos maranhenses acima de 50 anos são analfabetos (586 mil pessoas), contra 18,7% de quem tem de 7 a 14 anos. “Em 2003, a taxa de analfabetismo entre os maiores de 50 anos era de 51,8%, maior que o verificado agora. No entanto, é preciso cair mais, pois esse índice impacta diretamente no baixo desempenho do IDH do estado. Para melhorar o índice, é preciso aumentar a média de anos de estudo das pessoas. Por isso, é importante que o Maranhão comece a investir nessa faixa etária”, destacou.

Mesmo com os avanços, o Maranhão ainda figura entre os últimos estados do Brasil no ranking do índice de alfabetização, perdendo apenas para Piauí e Alagoas. No entanto, é importante ressaltar que, regionalmente, o Nordeste continua a ser a região com a maior taxa de analfabetismo entre os maiores de 15 anos, mas foi também o local onde ela mais caiu, de 17,4% em 2012 para 16,6% em 2013. De acordo com a Pnad, mais da metade (53,6%) dos analfabetos do Brasil estão nos estados nordestinos.

Matéria de O Estado do Maranhão

Provocou, apanhou…

Gastão tem o apoio de Dilma na disputa para o Senado

Gastão tem o apoio de Dilma na disputa para o Senado

Teve forte repercussão o programa de quarta-feira do candidato da coligação “Pra Frente, Maranhão” ao Senado, Gastão Vieira (PMDB), quando ele deu a mais dura e elegante resposta aos ataques dos seus adversários, em especial o candidato do PSB, Roberto Rocha.
O recado de Gastão foi duro. E entre os petardos disparados, o que mais chamou a atenção foi o seguinte: “Não digam que menti, porque eu não minto. Não digam que eu faltei com a palavra, porque palavra para mim é honra, é compromisso”. E na sequência da sua fala, o deputado federal e ex-ministro do Turismo distribuiu bofetadas com luvas, mas que com certeza produziram hematomas, especialmente no vice-prefeito e candidato do PSB.

Gastão Vieira se propôs a fazer uma campanha diferenciada, sem tomar conhecimento dos concorrentes. Assim fez e se deu bem, conforme vêm mostrando as pesquisas, a começar pela do Ibope, na qual ele apareceu com uma vantagem de 10 pontos percentuais sobre o vice-prefeito da “mudança”. A vantagem levou os adversários a atacá-lo, tendo Roberto Rocha sido o mais audacioso, à medida que tentou emplacar no respeitável currículo do peemedebista obra prometida e inacabada.

Diante da virulência do adversário, o ex-ministro do Turismo não só desmentiu o vice-prefeito, como também deu-lhe um severo puxão de orelhas, e aconselhou Roberto Rocha a respeitar o eleitor maranhense e não contaminar a campanha com um discurso de inverdades. E deixou um recado bem nítido no ar: é civilizado, tem uma história para preservar, sabe conviver, mas também sabe brigar. Ou seja, se o vice-prefeito insistir na tentativa de atingi-lo, vai receber troco muito duro. E ponto final.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

“Rezo para que seja bem tratado”, diz Lobão Filho sobre Hélio Soares

Lobão segue campanha com grupo em unidade

Lobão segue campanha com grupo em unidade

O senador da República Lobão Filho (PMDB), candidato a governador pela coligação “Pra Frente Maranhão”, falou ao blog sobre a saída de Hélio Soares (PMDB) de seu grupo político.

Hélio traiu Lobão e desembarcou no palanque d comunista Flávio Dino (PCdoB), faltando menos de 20 dias para a eleição.

Em tom sereno, e com bastante tranquilidade, sem desrespeitar o agora adversário, e também sem se estender, Lobão Filho disse o que pensou sobre o caso.

“Triste pela perda de alguém por quem tenho estima pessoal. Rezo para que ele seja bem tratado por esse novo grupo pelo qual se uniu”, resumiu.

Hélio Soares, que até a semana passada fazia duras críticas à oposição e a Flávio Dino, afirmou que optou por apoiar o comunista, pelo fato de a candidatura dele “representar o melhor para o estado”.

Sei…