CRM denuncia precariedade da rede de saúde municipal de SL

CRMO Conselho Regional de Medicina do Maranhão (CRM-MA) denuncia, em comunicado oficial publicado na edição de hoje (Geral 9), a precariedade dos hospitais da rede pública municipal. Segundo a entidade, fiscalizações identificaram problemas como a falta de medicamentos, a defasagem de leitos e materiais necessários ao tratamento dos pacientes nos hospitais municipais Djalma Marques (Socorrão I) e Clementino Moura (Socorrão II), Hospital da Criança, Hospital da Mulher, Socorrinhos e Unidades Mistas. A situação compromete o atendimento médico-hospitalar e expõe a riscos os usuários e profissionais do sistema de saúde de São Luís.

Segundo o comunicado, os médicos que atuam em hospitais da rede pública municipal não podem mais ser penalizados ético-profissionalmente “pelos erros e deficiências institucionais, ora existentes”. A entidade informou que a decisão de isentar os médicos foi tomada depois da análise dos relatórios emitidos em fiscalizações do CRM-MA.

O CRM aguarda uma resposta de Edivaldo Holanda Júnior (PTC), que na última sexta-feira, na Assembleia Legislativa, em evento do PSB, prometeu reformar os dois Socorrões e promover a retaguarda de leitos e m outras unidades do município.

Uma ideia sobre “CRM denuncia precariedade da rede de saúde municipal de SL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *