Projeto de eleição indireta deve ser aprovado hoje na Assembleia Legislativa

Deputados vão aprovar projeto na sessão de hoje

Deputados vão aprovar projeto na sessão de hoje

Depois de idas e vindas e muita polêmica, deve ser aprovado daqui a pouco na Assembleia Legislativa o projeto de lei 155/2013 de autoria do deputado Edilázio Júnior (PV), que regulamenta a eleição indireta para o cargo de governador e vice-governador do estado em caso de vacância dos cargos nos dois últimos anos de mandato.

A polêmica estava em torno de uma emenda do deputado Marcos Caldas (PRP), que pedia a especificação de que as normas da eleição somente poderiam ser válidas após aprovação da Mesa e posteriormente aprovação do plenário. O texto da lei destacava apenas que a Assembleia era quem deveria aprovar as normas.

Ontem a noite, líderes de blocos e governistas se reuniram com o deputado Marcos Caldas para o convencer da retirada da emenda. A primeira informação é de que ele aceitou e deve mesmo recuar.

Mesmo assim, o texto original da lei deve sofrer alteração no que diz respeito aos prazos estipulados para a realização de uma sessão extraordinária com a eleição indireta. Tema apenas burocrático e que já foi resolvido.

O importante agora é saber como se comportará a base do governo com uma possível saída de Roseana Sarney (PMDB) do mandato de governadora para a disputa do Senado Federal. Haverá racha? Arnaldo articula uma possível avaliação? Ou o grupo se manterá unido e elegerá o candidato imposto pela líder Roseana?

Só o tempo trará as respostas…

Uma ideia sobre “Projeto de eleição indireta deve ser aprovado hoje na Assembleia Legislativa

  1. o que deveria ser muda e aprovada, é a saída do Secretário Uchoa, e toda sua equipe de incompetente, mais como esse secretário e apadrinhado de Aluísio SSP, que deve saber de algo muito forte da família SARNEY, essa governadora irresponsável não tem coragem, com isso o caos nesse governo medíocre ira continuar até o fim. Mais a eleição vem ai e seja o que DEUS quiser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *