A estranha defesa ao DataM

pesquisa eleitoralÉ no mínimo estranha a defesa orquestrada em meia dúzia de blogs alinhados à coligação “Todos pelo Maranhão”, ao instituto de pesquisa DataM, que já teve pelo menos duas pesquisas decretadas irregulares pela Justiça Eleitoral.

O DataM teve recente levantamento, publicado pelo jornal Atos e Fatos, declarado irregular pelo juiz Ricardo Macieira. Ele apontou sete quesitos que comprovadamente comprometeram a pesquisa. O DataM é o único instituo de pesquisa que atesta vantagem acima de 20 pontos de Flávio Dino (PCdoB) em relação ao candidato governista, Lobão Filho (PMDB).

O instituto é de um funcionário da rádio Capital, de propriedade da família do vice-prefeito e candidato ao Senado da República, Roberto Rocha (PSB).

Curioso é que desde a última sexta-feira, foram produzidos textos emblemáticos, de mesmo teor, característica e fim: defender o DataM – cuja à transparência e credibilidade têm sido questionada por atores políticos.

Mais curioso ainda é que os mesmos blogs e o próprio PCdoB, tentam na mesma medida, “enquadrar” o jornal O Imparcial [que publicou pesquisa avaliada pela coordenação de campanha de Dino como desfavorável a ele], o instituto Econométrica. A pesquisa Econométrica foi classificada por esses mesmos blogs, por exemplo, de irregular, quando não é.

Relação estranha, mas que não passa despercebida pela população. A essa altura, aqueles com o mínimo de senso já devem ter se perguntado o que querem estes que defendem o DataM. Porque levantar essa bandeira? Com que prerrogativa se defende de forma tão contundente um instituto de pesquisa? Afinal, não seria coerente o próprio DataM manifestar-se a respeito da decisão judicial que declara pesquisa de sua autoria como irregular? E porque não faz isso?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *