Advogados se unem para contrapor a gestão de Mario Macieira na OAB

oab jornalO Estado – A eleição para a seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ocorrerá somente em novembro, mas o movimento para debater propostas já foi iniciado, assim como as articulações para montagem de chapa.

Um grupo de cerca de 500 advogados, cujos representantes estiveram ontem em O Estado, já iniciaram esses debates. Reuniões periódicas estão sendo feitas. Toda quinta­-feira o grupo de advogados se reúne para debater o que eles consideram problemas da atual gestão da OAB e quais as propostas para resolver as pendências.

O movimento é estadual e conta com a adesão de 500 profissionais da área. Em visita a O Estado, os advogados colocaram como ponto mais importante para a próxima gestão da OAB o retorno da luta pelas prerrogativas dos advogados. Segundo Charles Dias, um dos líderes do movimento, há carências de atuação da ordem em prol da classe.

“Somos quase 15 mil advogados e o que percebemos é que quem comanda a Ordem há vários anos não percebe que o perfil dos advogados é diferente do perfil que a OAB tem. Não há um trabalho voltado para os profissionais que hoje estão desamparados”, afirmou Charles Dias.

Além de criticar a falta de atividades voltadas para defesa dos profissionais, os advogados disseram ainda que a seccional do Maranhão da OAB tem lado político mesmo a legislação prevendo que a entidade de classe deve ser apartidária.

Movimento -­ O grupo de advogados iniciou o movimento no fim do ano passado. Já foram mais de 20 reuniões semanais. Há grupos em redes sociais que estimulam o debate sobre a melhoria da entidade de classe. O movimento continuará este ano. Na quinta­-feira, 5, os advogados reunirão a imprensa no Hotel Luzeiros na Ponta d’Areia para apresentar o movimento e quais são suas propostas. “Queremos buscar novas adesões ao nosso projeto, que tem o objetivo único de valorização de quem é a razão da existência da ordem, que são os advogados”, afirmou Charles Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *