Governo tenta encobrir homicídios no Ano Novo

oestadomortes JPmortesGilberto Léda – O governador Flávio Dino (PCdoB) e praticamente toda sua equipe ligada às áreas de Comunicação de Segurança têm repetido há dois, como um mantra, que não houve registro de homicídios na capital maranhense durante os seis dias de festas que marcaram a virada do ano na capital.

O objetivo deles é claro: mostrar para a população que o esquema de segurança montado para o Réveillon deu certo e que, como em tudo o que faz, esse governo é o melhor de todos os tempos.

dinomortes segurançamortesAntes fosse…

O problema é que as afirmações dos governistas não guardam nenhuma relação com a realidade.

Numa rápida consulta a dois dos maiores jornais do Maranhão (O Estado e Jornal Pequeno) fica claro que o Governo do Estado – e todo o seu aparato de comunicação e segurança – está mentindo.

O Estado aponta para 10 corpos no IML – apenas três deles oriundos do interior. Entre os registros, cita o jornal, vítimas de homicídio.

Já o JP mostra mais: 11 homicídios, os mesmos três no interior.

Ou seja: houve, sim, homicídios em São Luís no período citado pelo governador e seus assessores.

Essa é a realidade dos fatos, contra a qual se deve lutar. Não encobrir e fingir que as famílias das vítimas não perderam seus entes.

Porque a propaganda governista pode até funcionar para quem se deixa enganar, mas não apaga a dor de quem perde um familiar, especialmente num momento de celebração, como a festa de ano novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *