Gil Cutrim pressionado por deputados governistas

16/10/2012.Crédito:Karlos Geromy/OIMP/D.A.Press.Brasil.São Luís-MA. Gil Cutrim, prefeito eleito do município de São José de Ribamar, visita o Jornal O Imparcial.

Crédito:Karlos Geromy/OIMP/D.A.Press.Brasil

O presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Gil Cutrim (PDT), prefeito de São José de Ribamar, tem sido pressionado pela bancada governista na Assembleia Legislativa a posicionar-se a respeito do Projeto de Lei, de autoria do Executivo, que altera os critérios de repasses oriundos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os municípios.

O líder do Governo na Casa, deputado Rogério Cafeteira (PSB), afirmou que o Legislativo não pode esperar “eternamente” pela Famem para votar a matéria.

“Nós não podemos também ficar inertes, porque vossa excelênciajá falou, e eu concordo: juntar 217 prefeitos é bastante difícil. Mas nós temos que abrir a discussão. Vai chegar um momento em que a gente vai ter que votar o projeto, mesmo que se decida contra. Ele tem que ser votado. Nós não podemos ficar ad eternum[expressão latina que significa até o infinito] esperando uma posição”, afirmou.

Já o deputado Alexandre Almeida, questionou o silêncio de Gil Cutrim. “Eu acho a ideia fantástica [projeto de lei], eu concordo com todos que entendem ser de fato um caminho efetivo para a gente estimular os municípios a investirem na educação e se preocuparem com resultados […]. O que está me causando estranheza é o distanciamento da Famem. O que me deixa preocupado é o distanciamento dos prefeitos em relação à Assembleia, sobretudo por conta deste projeto”, completou.

Apesar de toda a pressão, Gil Curtrim se mantém fora do debate sobre o tema. E ninguém sabe por qual motivo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *