Waldir Maranhão nas mãos de Flávio Dino

waldir e DinoCaberá ao governador Flávio Dino (PCdoB), decidir o futuro do deputado federal e presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP).

Waldir foi pressionado ontem por líderes de partidos a renunciar do cargo de vice-presidente da Câmara Federal. A cúpula do PP também exige que ele deixe o posto e se licencie do mandato de deputado.

Caso contrário, será expulso do partido político e representado junto ao Conselho de Ética da Casa, podendo, portanto, ser submetido ao processo de cassação de seu mandato.

E onde Flávio Dino entra na história?

A saída proposta e viável a Waldir é justamente essa: renunciar ao cargo de vice-presidente – abrindo a possiblidade de novas eleições para o cargo no Legislativo, antes mesmo de um possível, mas improvável retorno de Eduardo Cunha (PMDB) -, se licenciar do mandato e ocupar uma pasta no Governo do Maranhão.

Seria assim “esquecido”, pelos parlamentares que buscam a sua cassação e poderia, desta forma, permanecer no PP.

Flávio Dino, que foi quem articulou a decisão polêmica e atrapalhada de nulidade do processo de impeachment [reveja aqui], estuda o caso.

O que se comenta nos bastidores, é de que Dino já teria aceitado abrigar Waldir no Executivo Estadual.

Pobre Maranhão…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *