É justo que o PT fique com a vice, diz Monteiro

MonteiroO presidente do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Raimundo Monteiro, afirmou com exclusividade a O Estado ontem, que apesar da aproximação do Partido Socialista Brasileiro (PSB) ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), a sigla ainda espera ser contemplada com a indicação do candidato a vice na chapa do pedetista.

No início da semana o senador Roberto Rocha (PSB) se reuniu com o governador Flávio Dino (PCdoB) e com Edivaldo Júnior, em diferentes ocasiões, para definir o apoio do PSB à reeleição do prefeito.

A articulação de Rocha é para que a sigla tenha a prerrogativa de indicação do candidato a vice do pedetista para o pleito de outubro.

Ocorre que o PT já havia pleiteado o espaço na semana passada, quando definiu apoiar a reeleição do prefeito da capital.

A legenda trabalha com dois nomes: o deputado estadual Zé Inácio (PT), que acabou perdendo força nas últimas duas semanas, e o advogado Mário Macieira, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Maranhão. Macieira é “bancado” pelo governador Flávio Dino, numa articulação de poder que visa o pleito de 2018.

“Nosso pleito não muda em nada em decorrência da chegada do PSB junto ao prefeito. Vamos continuar pleiteando a vice. Acredito que o PT pode alcançar o espaço”, disse.

Monteiro afirmou que os principais partidos da base aliada de Edivaldo e Flávio Dino possuem espaços de representatividade no cenário político, tese que será levantada pelo PT durante a formação da coligação pedetista para justificar a vice.

“Acho que é importante o espaço de vice para o PT, uma vez que o PCdoB possui o Governo do Estado, o PDT tem a Prefeitura e o PSB tem o Senado da República. Por isso é mais do que justo solicitar a vice da Prefeitura”, explicou.

Diálogo – Raimundo Monteiro afirmou ter sido informado da aproximação PSB ao prefeito e da intenção também de indicar o candidato a vice. Ele ponderou, contudo, que o tema será definido, de forma democrática, junto às legendas.

“O PSB está aquinhoado no cenário, possui o Senado da República. O PCdoB também está aquinhoado no Governo do Estado, então nós queremos discutir a vice, mesmo que esse não seja um ponto determinante, mas nós queremos discutir com todos a participação na chapa”, completou.

O petista finalizou, afirmando que caberá ao prefeito conduzir a articulação da chapa.

“Vamos esperar a dinâmica do prefeito. O que sei é que vamos pleitear. Temos argumentos fortes dentro dessa conjuntura ”.

Informações de O Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *