Clayton Noleto será sabatinado hoje por deputados

O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto (PCdoB), será sabatinado hoje por deputados estaduais na Assembleia Legislativa.

O convite para a presença do comunista no Legislativo foi formulado pelo deputado Edilázio Júnior (PV),q ue no ano passado já havia tentado convocar o auxiliar do governo Flávio Dino (PCdoB). Naquela ocasião, a base governista blindou o auxiliar de Dino.

No início da atual sessão legislativa, ele se preparava para apresentar novo requerimento, mas conseguiu um acordo com a base aliada ao Palácio dos Leões, que concordou em levar o secretário para uma sabatina depois de o parlamentar verde lembrar que, durante a abertura dos trabalhos legislativos, o próprio governador havia garantido que todos os seus auxiliares estavam à disposição para esclarecimentos na Assembleia.

O objetivo é obter esclarecimentos do titular da pasta quanto ao Programa Mais Asfalto, cronograma de obras e a execução de contratos da atual administração no exercício financeiro 2017.

Expectativa – Em entrevista a O Estado, Edilázio Júnior comentou a expectativa para a sabatina. Segundo ele, o “Mais Asfalto”, programa de asfaltamento de estradas do Governo do Estado, foi utilizado eleitoralmente em 2016 e sobre isso a oposição deve pedir esclarecimentos mais detalhados.

“Nós, sobretudo da bancada de oposição, estamos ansiosos para observar quais serão os esclarecimentos do secretário Clayton Noleto a respeito do maior programa eleitoreiro da história do Maranhão, que é o Mais Asfalto. Foram inúmeras fugas do secretário filiado ao PCdoB, desde o início do mandato do governador Flávio Dino, em 2015. E somente agora, depois de tanta pressão, o Governo recuou e resolveu atender a um pedido da Assembleia”, destacou.

Ainda de acordo com o parlamentar, são vários os questionamentos a serem feitos ao titular da Sinfra, principalmente porque, na visão dele, faltou transparência à gestão comunista ao longo dos últimos anos.

“Temos vários questionamentos a fazer e o secretário inúmeros esclarecimentos a dar. Flávio Dino muito falou em tra1nsparência quando ainda era apenas candidato a governador, mas nunca aplicou esse princípio no seu governo. E é justamente isso que motiva a ida do secretário à Assembleia. Faltou transparência às ações do Governo. Sobram agora, dúvidas”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *