A grave denúncia de governistas sobre o uso da máquina na gestão Flávio Dino

São graves as acusações de deputados estaduais governistas, todos aliados do governador Flávio Dino (PCdoB), de que secretários de Estado têm utilizado a máquina pública em troca de apoio político para as eleições 2018.

Raimundo Cutrim (PCdoB), Vinicius Louro (PR), Sergio Frota (PSDB), Stênio Rezende (DEM), Júnior Verde (PRP) e Josimar de Maranhãozinho (PR), foram alguns dos parlamentares governistas que acusaram secretários de terem cometido crime eleitoral.

Mas, a constatação dos governistas – agora incomodados com a falta de espaço político no grupo comunista -, já havia sido feita pela oposição.

 

De acordo com as denúncias, ao solicitar convênios ou parceria institucional com o Executivo Estadual, prefeitos e vice-prefeitos – aliados destes deputados -, têm sido confrontados com a seguinte condição: apoio eleitoral para o secretário nas eleições 2018.

Na sessão de ontem os parlamentares declinaram o nome de um dos secretários: trata-se de Marcio Honaiser, titular da Secretaria de Estado da Agricultura, pré-candidato a deputado estadual pelo PDT.

E foram vários e assustadores os relatos.

Honaiser já se defendeu. Por meio de nota, negou as acusações. Disse não estar assediando prefeitos com o auxílio da máquina em troca de apoio eleitoral.

E o Ministério Público, até agora, segue em silêncio…

2 ideias sobre “A grave denúncia de governistas sobre o uso da máquina na gestão Flávio Dino

  1. Acho que quem usa mais toda estrutura estadual para se promover politicamente é Marcio Jerry, cometendo assim crime eleitoral. Até então estava todo mundo calado, como se aproxima as eleições esses deputados que só estão na assembléia para defender seus próprios interesses resolveram notar a boca no trombone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *