Levi Pontes se diz “perseguido” após vazamento de áudio

O deputado estadual Levi Pontes (PCdoB) não conseguiu explicar o motivo de ter tentado negociar apoio político, em Chapadinha, em troca de auxílio do Governo do Estado para a UPA de Chapadinha.

O áudio vazou há cerca de duas semanas, e até então, Levi havia adotado a estratégia do silêncio.

Hoje, ao referir-se ao imbróglio, que resultou numa representação junto ao Conselho de Ética e pode motivar uma ação judicial por ato de improbidade administrativa, o parlamentar se disse perseguido.

“Foi um vazamento criminoso de um áudio gravado em minha residência em Chapadinha. Foi uma gravação clandestina extremamente distorcida, mal interpretada e nenhum ilícito se extrai da conversa maldosamente gravada. Vou enfrentar e superar mais essa perseguição contra mim”, disse.

Quanta cara de pau…

2 ideias sobre “Levi Pontes se diz “perseguido” após vazamento de áudio

  1. Povo de Chapadinha,olhem a qualidade do seu representante e vejam se vocês merecem esse tipo de gente . A cara desse senhor é de politico mentiroso e corrupto. Mudança ……Mudança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *