Waldir Maranhão, Eliziane Gama e Weverton Rocha: alguém vai dançar…

Ganhou forte repercussão o pedido de filiação do deputado federal Waldir Maranhão (Avante) aos quadros do PT.

Waldir é uma imposição da direção nacional da sigla para a disputa por uma das vagas ao Senado pela chapa do governador Flávio Dino (PCdoB).

O parlamentar é tratado como prioridade da legenda após ter atuado em defesa da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) na ocasião em que presidiu, de forma interina, a Câmara Federal.

Ele chegou a anular a sessão que declarou o impedimento da ex-presidente. Depois, ameaçado de ser expulso do PP e por consequência perder o mandato, teve de voltar atrás e dar prosseguimento ao processo de impeachment.

Ocorre que Waldir desembarca numa possível chapa do governador Flávio Dino já pré-estabelecida.

Dino tem como pré-candidatos ao Senado os deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS).

O primeiro foi acolhido por Dino após o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, impor o seu nome em troca da manutenção do partido na base do Governo do Estado.

A segunda conseguiu aproximar o comunista – que disputará a reeleição -, da comunidade evangélica, sobretudo da Igreja Assembleia de Deus.

São três os nomes na mesa para a formação da chapa majoritária de Flávio Dino.

Apenas duas vagas, contudo, estarão em jogo.

Alguém vai dançar…

3 ideias sobre “Waldir Maranhão, Eliziane Gama e Weverton Rocha: alguém vai dançar…

  1. Quem vai dançar mesmo como sempre é o povo se qualquer um desses se eleger ao senado. Mas quero chamar a atenção da Semed para a segurança nas escolas cuja portaria é terceirizada graças ao gênio Edivaldo, a empresa que responsável pelo segurança diurna precisa entrar no consenso com seus porteiros sobre aqueles que fazem faculdade a noite, haja vista que precisam sair mais cedo bem antes do pessoal da segurança noturna entrar em serviços que é pir volta de 7 da noite, nesse tempo as escolas ficam vulneráveis onde trabalho o portão da secretaria está solto podendo qualquer um pular o muro e arrombar a escola porque a pessoa que trabalha o dia precisa sair mais cedo, bom é as duas empresas ou vigilantes e porteiros entrarem num consenso para que a lacuna de mais de uma hora seja preenchida isso não é comum em todas as escolas, mas a empresa da portaria precisa atentar para isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *