Bolsonaro repudia o comunismo em visita ao Maranhão

O pré-candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, fez duras críticas à ideologia política do comunismo, em visita de pré-campanha realizada hoje em São Luís.

O presidenciável foi recebido na capital pela pré-candidata ao Governo do Maranhão, Maura Jorge, que também pertence ao PSL.

Para Bolsonaro  – que foi recepcionado por uma multidão de admiradores e eleitores -,  comunista não possui apreço à democracia. Foi uma referência ao governador Flávio Dino, filiado ao PCdoB.

“Onde já se viu comunista falar em democracia? Quando morreu um parente do ditador da Coreia do Norte, Kim Jon-un, o PCdoB fez uma Moção de Pesar, será que nós queremos viver como vive o coitado do povo coreano? Eu não engulo a palavra comunismo, nós evitamos em 64 que o Brasil mergulhasse no comunismo e a saída da Dilma foi mais um golpe neles. Boa sorte ao Flávio Dino e poucos votos a ele nessa eleição”, ironizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *