Imperatriz no radar

Dois dos principais pré-candidatos a governador do Maranhão escolheram a cidade de Imperatriz para testar popularidade na sexta-feira,6, fatídico dia da eliminação do Brasil da Copa da Rússia. E a movimentação mostrou que o governador Flávio Dino (PCdoB) tem muito com que se preocupar naquela região, que sempre serviu de base dos projetos esquerdistas para o Maranhão.

No dia da eliminação do Brasil, o senador Roberto Rocha, que concorrerá ao governo pelo PSDB, reuniu militantes tucanos e aliados regionais para uma reunião com o candidato do partido a presidente, ex-governador Geraldo Alckmin (SP). Com ele, estavam o deputado estadual Wellington do Curso, o ex-prefeito local Sebastião Madeira, e o deputado federal Waldir Maranhão – o ex-governador José Reinaldo não participou por estar, ainda, em recuperação de um acidente.

A presença de Alckimin e Rocha mobilizou centenas de populares ao escritório regional tucano.

Um dia antes, a ex-prefeita Maura Jorge (PSL) foi recebida em um evento suprapartidário de candidatos a deputado estadual que decidiram apoiar sua candidatura ao governo. E o encontro reuniu, ao menos, duas mil pessoas, mostrando que o desejo de mudança está em plena ebulição no segundo maior colégio eleitoral do Maranhão.

Somada à força da ex-governadora Roseana Sarney (MDB), a presença festiva de Roberto Rocha e Maura Jorge confirma que o comunista não terá vida eleitoral fácil na Região Tocantina. Que deve ser fundamental para decidir o segundo turno.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *