Após vitória de Bolsonaro, Flávio Dino fala em “resistência” popular

Logo após a Justiça Eleitoral confirmar a eleição do candidato Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), utilizou o seu perfil em rede social para defender uma “resistência” popular no país.

“Não se perde quando se combate por boas causas. Defendemos o Brasil e os brasileiros, sobretudo os mais pobres. Parabéns a Haddad e Manuela pela coragem e dedicação. A resistência democrática, nacional e popular segue firme”, disse.

Reeleito no primeiro turno, Flávio Dino tomou uma posição que soa como revolta à decisão da ampla maioria do povo brasileiro.

Bolsonaro foi eleito pelo país para um mandato de 4 anos, e essa escolha da nação deve ser respeitada.

Aliás, que tipo de resistência a Bolsonaro o governador incita em rede social?

Como se dará essa resistência?

Quem fará parte do movimento de resistência?

Oposição é um caminho natural no campo político a qualquer um que não concorda com os rumos ou com um determinado agente no poder.

Resistência sugere uma série de interpretações.

E na verdade, tenta rotular, antes mesmo de iniciar o mandato, a gestão Bolsonaro de opressora. Isso é desonesto.

Aceite a derrota, Flávio Dino…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *