Roberto Rocha confronta Flávio Dino e “passeia” em debate da TV Mirante

Roberto Rocha durante o debate da TV Mirante / foto: De Jesus

O senador Roberto Rocha (PSDB), candidato ao Governo pela coligação “União e Coragem Para Fazer Um Maranhão Melhor”.

Rocha confrontou Flávio Dino (PCdoB) e fez o comunista silenciar sobre a apreensão de milhares de veículos e carros na sua gestão.

Roberto foi seguro e demonstrou preparo técnico durante todo o programa, promovido pela TV Mirante e que teve duração de quase 2 horas.

Lago da Jansen: Logo no segundo bloco, depois de ter ouvido Dino chamar de “redoxon” um estudo de sua autoria para a despoluição da Lagoa da Jansen, Roberto Rocha foi firme no contraponto: chamou de “asfalto sorrisal” o aplicado pelo Governo do Estado nos municípios.

Em seguida, aproveitou para desafiar Flávio Dino a banhar na Lagoa da Jansen, uma vez que o comunista havia afirmado que trabalhou na despoluição do local.

“O candidato Flávio Dino parece assim um narcisista egocêntrico com mania de grandeza e com tendência megalomaníaca, dessa maneira, ele não sabe diferenciar o bem do mal. Ele falou há pouco que a Lagoa da Jansen está limpinha, eu quero aproveitar, candidato Flávio Dino, e combinar até domingo, o dia e a hora para ele ir lá tomar um banho. Ele diz que a ciência comprova e eu quero apelar para a consciência dele”, disse.

Apreensão de motos – Roberto também confrontou Dino sobre a apreensão de veículos. Acuado e constrangido, o comunista silenciou sobre o tema.  arrependimento.

“Aliás, falar em Serasa, é importante o governador falar aqui esta noite se ele parou de fazer blitzes para tomar carro e moto de pessoas humildes do interior do Maranhão e da capital por causa da eleição ou se é algum remorso. É importante que ele diga, porque a gente precisa saber. Existe campanha e existe governo, nós não podemos ficar aqui enganando a população. A pessoa que tinha um jumento, trocou por uma moto, perdeu a moto e ficou só com a dívida, e muitos daqueles que não perderam a moto porque esconderam, estão no Serasa. O Governo do Estado contratou o Serasa por R$ 1 milhão por mês. Vai no sistema da Secretaria da Fazenda, olha que o sujeito comprou uma moto, vai no Detran, verifica o IPVA e coloca no Serasa. Milhares de pessoas hoje estão com o nome negativo”, apontou Roberto.

Maura Jorge – Candidata do PSL, Maura também foi bem no confronto a Flávio Dino e tentou identificar-se com o eleitor do presidenciável Jair Bolsonaro. Teve bom desempenho.

Roseana Sarney – Foi firma ao rebater as críticas de Dino e se sobressaiu ao afirmar que a gestão comunista abriu licitação de R$ 45 milhões para a compra de comida para o Governo. Dino tentou explicar, disse tratar-se apenas de ata de registro de preços, e recuou.

Fávio Dino – Acabou caindo em contradições sobre dados do próprio Governo e não respondeu a perguntas sobre a apreensão de motos e carros durante a sua gestão. Ficou também sem respostas para Roberto Rocha quando desafiado a banhar na Lagoa da Jansen e teve desempenho abaixo do esperado.

Odívio Neto – Inseguro, fez um debate morno, com uma participação também abaixo das expectativas para um representante de um partido da ultra-esquerda. Apresentou leve melhora no último bloco, mas não conseguiu superar os adversários no debate.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *