Em audiência na Justiça, Governo recua e decide pagar salários atrasados de médicos


Foi necessário chegar à Justiça um imbróglio envolvendo médicos que prestam serviços na rede estadual de Saúde e o Executivo, para que uma greve no setor fosse evitada.

Em audiência há pouco na Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, o Governo do Estado recuou da postura de não negociar, reconheceu a quebra de um acordo que havia sido firmado com os médicos no mês passado, é decidiu pagar parte dos salários atrasados aos mais de 1 mil médicos do estado.

Os profissionais iniciaram amanhã uma greve em todas as unidades da rede estadual.

Os salários atrasados estão acumulados desde o mês de outubro.

Na audiência de hoje, ficou decidido que o Governo vai pagar até sexta-feira os vencimentos referentes a outubro. Já os demais salários atrasados, serão quitados até o fim deste mês.

Caso isso não ocorra, os médicos iniciarão 2019 de braços cruzados.

Avança, Maranhão…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *