Concurso de Raposa tem inscrições prorrogadas para o dia 30

A Comissão Organizadora do Instituto Machado de Assis, no exercício de suas competências, prorrogou o período de inscrições para o concurso público da Prefeitura Municipal de Raposa (MA). O prazo se encerraria hoje, mas foi estendido até o próximo dia 30 pelo edital nº 01/2018. Essa também será a data-limite para pagamento da taxa de inscrição no certame.

O Instituto Machado de Assis informa aos candidatos que já efetuaram o pagamento da inscrições que a confirmação oficial da mesma se dará no ato da divulgação das inscrições deferidas.

A Comissão Organizadora adverte aos candidatos que quaisquer dúvidas referentes ao concurso poderão ser esclarecidas pelos canais de atendimento de comunicação abaixo:

E-mail oficial: [email protected]

Telefone: (86) 3025-1017

Informações de Daniel Matos

Barreirinhas: Wellington destaca empenho por concursados

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) destacou na manhã de hoje, a convocação de candidatos aprovados em concurso público da cidade de Barreirinhas.

O parlamentar lembrou que chegou a realizar duas audiências públicas no município, além de ter provocado reuniões com o Ministério Público e elevado cobranças ao prefeito Albérico Filho, para que as convocações fossem efetivadas.

O concurso público é de 2016.

“Após muita luta conseguimos a convocação dos aprovados no concurso de Barreirinhas. Graças à posição ativa do Ministério Público, que também foi crucial para esse momento. Nos reunimos desde fevereiro de 2017, quando os aprovados realizaram manifestações e ocuparam a sede da Prefeitura como forma de protesto. Ouvimos as solicitações de cada aprovado, realizamos audiências e, agora, estamos diante da convocação. Continuamos firmes em defesa de cada concursado e servidor público do Maranhão”, disse.

Wellington também destacou que manterá defesa aos aprovados em concursos realizados nos municípios de Anapurus, Lago Açú, Paraibano, Matões do Norte, Pindaré Mirim, Paço do Lumiar e São Luís, sejam convocados e empossados.

Barreirinhas: convocados aprovados em concurso público

Depois de inúmeras manifestações de aprovados em concurso público, de audiências públicas conduzidas pelo deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), do empenho do Ministério Público e de cobranças por parte da imprensa, o prefeito de Barreirinhas, Albérico Filho, publicou no Diário Oficial de ontem a nomeação e convocação de todos os aprovados no certame, realizado em 2016 pelo ex-gestor, Léo Costa (PDT).

O edital de convocação dá prazo para que em até 30 dias, todos os aprovados no concurso se apresentem à administração municipal para tomar posse nos seus respectivos cargos.

Na última segunda-feira o blog havia mais uma vez tratado do tema, e cobrado um posicionamento oficial do Executivo.

Na ocasião [reveja aqui], a assessoria de comunicação informou que o prefeito convocaria os aprovados até o fim do mês.

A previsão era de que o ato somente fosse publicado no diário do dia 30.

Mas, Albérico Filho decidiu antecipar a convocação, e publicou na noite de ontem o ato administrativo.

Decisão acertada…

Baixe aqui a edição eletrônica do Diário Oficial, com a nomeação e convocação de todos os aprovados em concurso público do município de Barreirinhas

Prefeito de Barreirinhas segue sem dar posse a concursados

O prefeito do município de Barreirinhas, Albérico Filho (MDB), que já está há 1 ano e 6 meses no mandato, continua sem dar posse a aprovados e nomeados em concurso público para diversas áreas da administração pública.

O chefe do Executivo ainda não nomeou servidores da Saúde e mantém contrato com terceirizados.

O concurso público foi realizado em 2016 pelo ex-prefeito Léo Costa, que convocou e nomeou todos os mais de 300 aprovados e abriu prazo para que fosse dada a posse, como estabelece Lei Municipal.

Antes mesmo de assumir o posto, Albérico Filho conseguiu suspender liminarmente o ato de nomeação após a sua equipe de transição ingressar com uma representação no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A sustentação utilizada foi a suposta dificuldade financeira para honrar com o pagamento dos salários dos concursados.

A argumentação, contudo, não prosperou.

O conselheiro de contas Raimundo Oliveira Filho, do TCE, acatou parecer do Ministério Público de Contas (MPC) e revogou decisão liminar, que suspendia os atos de nomeação de candidatos aprovados em concurso público.

Com isso, caberia a Albérico, a partir dali – março de 2017 -, efetivar a posse de todos os aprovados.

Mas, isso não ocorreu. Pressionado pelo Ministério Público e com o atraso no início do ano letivo, ele prometeu dar posse a apenas alguns concursados da área da Educação [professores]. Algumas outras categorias também foram contempladas, mas a maior parte dos aprovados segue sem a posse.

Na Saúde, por exemplo, o gestor não deu posse a 7 enfermeiros concursados, mas optou por contratar outros profissionais – pelo mesmo salário estipulado no edital do concurso -, para atuação no setor.

OUTRO LADO

Em contato com o blog, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Barreirinhas informou o seguinte:

O prefeito vai nomear todos os concursados dentro das vagas oferecidas em todas as áreas definidas.
Já foram nomeados concursados em vários setores o resto das nomeações será feito dentro do prazo estabelecido para preencher as vagas restantes”.

O prazo, segundo a própria assessoria, é o dia 30 de junho.

 

Mais de 20 mil pessoas participam da primeira etapa do concurso de Caxias

Movimento foi intenso em locais de prova do concurso público da Prefeitura de Caxias

A cidade de Caxias recebeu centenas de pessoas de cidades da região e de várias capitais do país neste domingo (20). O principal motivo foi a realização do Concurso Público da Prefeitura Municipal, um dos mais esperados dos últimos anos.

A disputa pelas mais de 1.100 vagas fez comparecer aos 51 locais de aplicação de provas (escolas estaduais e municipais) mais de 20 mil inscritos. Algumas pessoas deixaram de fazer as provas por chegarem atrasadas, em razão do grande congestionamento que se formou ao longo das vias públicas e, também, na BR-316, entre Caxias e Teresina.

Pontualmente às 9h, os portões das escolas foram fechados para a aplicação das provas de nível superior pela manhã e, às 14h, para o cargo de professor. A prova teve duração de três horas. De acordo com o Instituto Machado de Assis, toda assistência foi prestada aos candidatos durante a realização do primeiro dia de provas.

Candidatos fizeram provas com total tranquilidade, devido à organização impecável do seletivo

Com 40 questões, as provas objetivas trouxeram questões sobre: Língua Portuguesa, Informática, conhecimentos gerais sobre Caxias e conhecimentos específicos.

Na saída, os candidatos destacaram o grau de dificuldade das provas que, segundo eles, tiveram um nível de complexidade surpreendente.

“A prova estava com um nível muito bom, bem estruturado. Seguiram à risca os critérios de proteção da prova. O meu desempenho acredito que foi bom, consegui responder algumas questões com convicção. Estou confiante! ”, destacou Ageu Lima, de Parnaíba (PI).

Candidatos não tiveram dificuldade para ter acesso a locais de prova do concurso público

O concurso movimentou o comércio local: mototaxistas, transporte coletivo, taxistas, rede hoteleira, lanchonetes, churrascarias, postos de combustíveis, vendedores ambulantes, dentre outros setores que foram beneficiados pelo grande fluxo de pessoas.

“Estivemos bastante cheios, graças a Deus. Isso é bom para cidade e bom para o hotel, melhora as vendas no comércio”, explicou João Bosco, recepcionista de hotel.

“Nosso movimento foi muito grande, muitos turistas, casa cheia! Graças a Deus nossas vendas foram excelentes. O concurso contribui para movimentar o comércio, foi bom para gente e para os outros também”, disse Jocastra, atendente de restaurante.

Visitações e elogios

Após as provas os concurseiros visitaram os principais pontos turísticos da cidade, a exemplo da Praça Dom Luís Marelim, o Mirante da Balaiada e o Balneário Veneza. Nos grupos de WhatsApp, alguns concurseiros deixaram mensagens elogiando a cidade.

“A prova foi muito bem aplicada e Caxias está de parabéns! Fui visitar a Veneza, o Mirante. Nossa, Caxias está de parabéns!”, disse

O prefeito Fábio Gentil visitou pessoalmente alguns locais de realização das provas e conversou com os comerciantes e com algumas pessoas que participaram do certame. Em entrevista a um canal de televisão, o gestor pediu que no próximo domingo (27), quando serão aplicadas as provas objetivas para os cargos de nível fundamental e médio, os candidatos possam chegar mais cedo para não perderem o horário e fazerem as provas com tranquilidade. À Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caxias, o prefeito fez uma avaliação do primeiro dia do Concurso Público.

“Isso se resume em credibilidade. As pessoas lutam pela oportunidade, por um concurso justo, transparente e que gere oportunidade àqueles que se dedicam e buscam a forma mais justa de ingressar no serviço público. Hoje, andando pela cidade, a gente percebeu a cidade lotada, churrascarias lotadas, mototaxistas trabalhando muito, taxistas, todos ganharam. Nós acreditamos que o concurso veio para ajudar o nosso compromisso, que é abrir oportunidades. É a única cidade do país que está oferecendo mais de 1.100 vagas. A cidade se organizou e se estruturou para fazer o concurso”, ressaltou Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Começam hoje as inscrições para o concurso da Polícia Militar

Foram iniciadas hoje as inscrições para o concurso da Polícia Militar do Maranhão. Ao todo, 1.214 vagas serão oferecidas.

Além da abertura do período para inscrição, houve a divulgação de alterações no edital do certame. Com as mudanças, Caxias e Imperatriz foram incluídas como cidades onde as provas objetivas também serão aplicadas, além de São Luís. A inclusão de Caxias e Imperatriz ocorre após um pedido do deputado Wellington do Curso (PP).

A inclusão facilita a vida dos candidatos que moram nessas regiões, que não vão precisar gastar tempo e dinheiro com deslocamentos até a capital.

Será admitida a inscrição somente via internet, no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/pm_ma_17, até as 10h do dia 30 de novembro deste ano, no horário de Brasília.

O concurso da PM oferece vagas nas carreiras de soldado e tenente, com exigência de níveis médio e superior, respectivamente.

As provas objetivas para cargos com nível superior serão no dia 28 de janeiro de 2018, pela manhã. As provas para cargos de nível médio serão no mesmo dia, mas pela tarde.

 

Albérico Filho ainda não deu posse a concursados da Saúde em Barreirinhas

O prefeito do município de Barreirinhas, Albérico Filho (PMDB), continua sem dar posse a aprovados em concurso público para diversas áreas da administração, sobretudo da Saúde.

O concurso foi realizado em 2016 pelo ex-prefeito Léo Costa, que convocou e nomeou todos os mais de 300 aprovados e abriu prazo para que fosse dada a posse, como estabelece Lei Municipal.

Antes mesmo de assumir o posto, Albérico Filho conseguiu suspender liminarmente o ato de nomeação após a sua equipe de transição ingressar com uma representação no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A sustentação: dificuldade financeira para honrar com o pagamento dos salários dos concursados.

A argumentação, contudo, não prosperou.

O conselhieiro de contas Raimundo Oliveira Filho, do TCE, acatou parecer do Ministério Público de Contas (MPC) e revogou decisão liminar, que suspendia os atos de nomeação de candidatos aprovados em concurso público.

Com isso, caberia a Albérico, a partir dali – março deste ano -, efetivar a posse de todos os aprovados.

Mas, isso não ocorreu. Pressionado pelo Ministério Público e com o atraso no início do ano letivo, ele prometeu dar posse a apenas alguns concursados da área da Educação [professores], e ignorou as outras áreas da administração pública.

Na Saúde, por exemplo, o gestor não deu posse a 7 enfermeiros concursados, mas optou por contratar – pelo mesmo salário estipulado no edital do concurso -, mais de uma dezena de profissionais, em caráter temporário.

Uma afronta.

O município de Barreirinhas enfrenta agora uma série de ações judiciais ajuizadas pelos aprovados no concurso públIco. Algumas destas ações já estão conclusas para despacho.

Audiências públicas e uma série de reuniões com o Ministério Público, provocadas pelo deputado estadual Wellington do Curso (PP), também já foram realizadas. O município, contudo, silencia.

O blog já entrou em contato com a Prefeitura de Barreirinhas e aguarda uma manifestação sobre o tema.

Leia mais sobre o tema:

Revogada liminar que impedia posse de concursados em Barreirinhas

Aprovados em concurso público fazem manifestação contra Albérico Filho

Wellington se reúne com concursados em Barreirinhas e cobra Albérico Filho

Wellington se reúne com concursados de Barreirinhas e cobra Albérico Filho

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão na manhã de hoje para tratar da reunião que aconteceu com os aprovados no concurso público de Barreirinhas no último fim de semana.

A Comissão de aprovados solicitou que o deputado Wellington intermediasse uma reunião com o Ministério Público, Prefeitura e o Poder Judiciário nos próximos 15 dias, em prol da posse dos concursados.

Além disso, os aprovados solicitaram também a possibilidade de realização de uma audiência pública ainda nos próximos 30 dias, da mesma forma como ocorreu no dia 6 de março, realizada pela Assembleia Legislativa no município que, segundo os aprovados, foi muito proveitosa.

“Nós sabemos que há uma decisão do Judiciário, que proíbe a Prefeitura de realizar contratações temporárias para cargos para os quais existam candidatos aprovados. Ao invés de cumprir a decisão judicial, o prefeito insiste em contratar de forma precária e nós, aprovados, continuamos sendo enganados”, desabafou Elizeu, aprovado para o cargo de professor.

Sobre a situação, o deputado Wellington enfatizou o seu papel parlamentar enquanto fiscal das leis e colocou-se à disposição dos aprovados.

“Logo no início de março, realizamos uma audiência pública para tratar sobre a situação dos aprovados no concurso público de Barreirinhas. Indo ao encontro disso, tivemos também uma decisão favorável do Judiciário, proibindo, inclusive, a Prefeitura de contratar de forma precária. Infelizmente, as contratações precárias continuam e, na condição de fiscal das leis, estamos à disposição. Os aprovados no concurso de Barreirinhas continuam na luta pelas nomeações. Não podemos nomear, mas intermediaremos sim essa reunião, a fim de que a Prefeitura se manifeste favorável ao que a própria lei impõe. Recebemos muitas denúncias, sendo uma delas, inclusive, de que há pessoas no cargo de motoristas que sequer possuem a habilitação necessária. Essa é uma realidade que deve ser combatida e, por isso, reafirmamos o nosso compromisso com cada maranhense ”, disse Wellington.

Como um dos encaminhamentos da reunião, ficou agendada uma reunião para o dia 19 ou 20 de setembro, que acontecerá na própria cidade.

Guardas municipais fazem protesto em Ribamar contra Luis Fernando

Guardas Municipais da cidade de São José de Ribamar realizaram esta semana um protesto pacífico cobrando do prefeito Luis Fernando Silva (PSDB) direitos trabalhistas adquiridos pela categoria e que foram retirados logo que o tucano assumiu a prefeitura, em janeiro.

Utilizando cartazes – com as frases: “Quero Minhas Horas Extras”; “Sr. Prefeito Luis Fernando. Exigimos Respeito e Direitos!”; “Quero Meu Décimo” -, os Guardas Municipais estiveram na sede da Secretaria Municipal de Planejamento e Administração, onde também cobraram explicações da secretária Joana Marques.

“O governo do prefeito Luis Fernando está exigindo tudo de nós, inclusive nos forçando a exercer a função de policial sem que haja treinamento. Nosso salário, hoje, é um dos piores do Brasil. Ganhamos migalhas e somos obrigados a trabalhar 24h por dia”, disse o GM Roberval.

“Caso essa situação não seja resolvida este mês, a categoria, acredito, irá entrar em greve”, completou.

Ao serem recebidos por representantes da Sempaf, ficou acertado que na segunda-feira a prefeitura apresentará à categoria um levantamento detalhado mostrando caso a caso.

Em menos de dois meses, esta é a segunda manifestação de servidores que o prefeito Luis Fernando se vê obrigado a enfrentar depois que o mesmo retirou benefícios diversos de praticamente todas as categorias.

Em fevereiro, funcionários concursados do setor da saúde realizaram uma manifestação em frente a Câmara Municipal de São José Ribamar, chegando a bloquear por determinado período a Avenida Gonçalves Dias, principal da sede da cidade.

Eles cobravam do prefeito tucano o retorno de conquistas histórias, como insalubridade, adicional de qualificação e auxílio alimentação – todas contidas no Plano de Cargos, Carreiras e Salários – que foram retiradas por Luis Fernando no início do ano.

O gestor chegou a ser reunir com a categoria e garantiu que iria rever caso a caso. Até o momento, a informação que se tem é de que os funcionários continuam na mesma situação.

‘Concurseiros’ do Piauí ocupam espaços no Maranhão

Lista de candidatos convocados para concurso da PM nos municípios de Timon e Caxias

Lista de candidatos convocados para concurso da PM nos municípios de Timon e Caxias

23,65% de candidatos aprovados e que foram convocados para a Polícia Militar do Maranhão, são naturais de outros estados; a maioria absoluta é do Piauí

Não é de hoje que muito se comenta em bancas de cursos preparatórios para concursos públicos situados em São Luís, a determinação e o desempenho de “concurseiros” do nosso estado vizinho, Piauí.

E a cada concurso público realizado no Maranhão, essa tese acaba sendo confirmada.

O resultado da convocação do Governo do Estado de aprovados no concurso da Polícia Militar, realizada na última segunda-feira, também pode servir de parâmetro para esta análise.

De um total de 389 candidatos convocados para a escola de formação da PM, 92, ou 23,65%, é natural de outros estados, a maioria absoluta do Piauí.

A convocação para dois municípios específicos, chama mais atenção ainda. Em Timon, onde funciona o 11º Comando da PM, de um total de nove candidatos do sexo masculino aprovados, oito são piauienses e apenas um maranhense.

Já no município de Caxias, de um total de 13 aprovados – também do sexo masculino -, dois são maranhenses, um é pernambucano e 10 são do estado do Piauí. Uma marca impressionante e que comprova o excelente desempenho destes “concurseiros”.

Boa parte dos candidatos de outros estados e que foram aprovados no concurso, é bem verdade, já reside no Maranhão e até frequenta concursos preparatórios em São Luís e em outros municípios. E basta ir a uma sala de aula em alguns dos cursos preparatórios de maior referência na capital, para observar isto.

É inegável, no entanto, independentemente disso, que os estudantes de nosso estado vizinho parecem determinados e têm obtido êxito no desafio de ocupar os espaços no serviço público maranhense. E os méritos são deles.