Traduzir-se

Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.
Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.
Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.
Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.
Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.
Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.
Traduzir-se uma parte
na outra parte
– que é uma questão
de vida ou morte –
será arte?

Ferreira Gullar

Timon Junino reúne multidão no maior São João da Região dos Cocais

Timon JuninoA sexta-feira (17) foi dia de pular quadrilha e dançar bumba boi na cidade de Timon. A 4ª edição do Timon Junino, maior São João da Região dos Cocais Maranhenses, levou uma multidão para a arena Espaço Fama, onde o público pode presenciar a apresentação de grupos de dança folclórica, concurso de quadrilhas juninas e bumba bois timonenses, além do grande batuque do Boi de Axixá e show do grupo Solteirões do Forró. Na noite deste sábado, 18, a festa continua com mais apresentações de grupos folclóricos, concurso de quadrilhas e bumba bois, a apresentação do Boi de Nina Rodrigues e show de Jorge de Altinho.

O deputado estadual Alexandre Almeida, idealizador do evento, destaca a importância do Timon Junino para a valorização da Cultura local e o poder de mobilização juntos aos jovens timonenses por meio dos grupos de bumba boi e das quadrilhas. “Quando realizamos o 1º Timon Junino foi complicado encontrar grupos de bumba boi e de quadrilhas juninas em Timon. Nestes quatro anos isso mudou bastante e o que temos hoje são grupos organizados, que reúnem centenas de jovens e que realizam apresentações em diversos Estados, representando o Maranhão e Timon por meio da Cultura”, conta.

Timon Junino 2Alexandre Almeida explicou ainda que apesar de o Timon Junino ser realizado em três dias o seu planejamento é feito durante alguns meses. “Desde a elaboração dos projetos até a realização do evento levamos alguns meses. Fazemos um grande trabalho de mobilização dos grupos de bumba boi e quadrilhas juninas de Timon, há uma pesquisa de mercado e a busca de patrocínios. Realizamos também o planejamento de segurança, de marketing e divulgação do evento, tudo isso é realizado antes de o Timon Junino de fato acontecer e o público que for ao Espaço Fama pode ter a certeza de que estará em um local pensado da melhor forma possível para receber bem, com conforto e segurança”.

O 4º Timon Junino é uma realização do Instituto Vida e Ação juntamente com o Governo do Estado do Maranhão, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e conta com os patrocínios do Grupo R Damásio, Schin, Vodka Slova, Kbyte Informática, Oi e apoio cultural do Oi Futuro. O parlamentar ressalta que muitos dos patrocinadores são os mesmos das edições anteriores do Timon Junino, o que evidencia que o evento já se firmou no calendário de festas juninas no Nordeste e que as marcas que apostaram no evento aprovaram sua realização e firmaram nova parceria em 2016.

Ester Marques cai da Secma

Ester Marques não é mais secretária de Cultura

Ester Marques não é mais secretária de Cultura

A professora universitária Ester Marques foi exonerada hoje do cargo de secretária de Estado da Cultura. Ela vinha sofrendo pressão por lideranças do segmento e acabou não resistindo no cargo.

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou a saída de Ester por meio de seu perfil no twitter. Para o lugar de Ester, foi escalado o então secretário de Estado da Gestão e Previdência, Felipe Camarão.

Ester Marques recebeu, como uma espécie de prêmio de consolação, uma assessoria especial no Governo. Segundo Flávio Dino, ela cuidará da execução do PAC das Cidades Históricas.

Já Felipe Camarão, terá a missão de fazer o que Ester não conseguiu na Cultura. Reorganizar o setor e manter – mesmo que seja difícil -, uma boa relação entre os atores do segmento e o Executivo.

Em tempo: Lilian Guimarães, secretária adjunta da Gestão e Previdência, assume a pasta no lugar de Felipe Camarão.

Zé Inácio pede a Edivaldo que inclua o Boi da Maioba na programação do São João

Deputado Zé Inácio

Deputado Zé Inácio

O deputado Zé Inácio (PT) apelou há pouco na tribuna da Assembleia Legislativa, ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), para que este determine à Fundação Municipal da Cultura (Func), inclua na programação das festas juninas, o Boi da Maioba, que conforme revelou ontem o blog do Gilberto Léda, foi excluído da grade cultural.

Zé Inácio afirmou compreender a importância do seletivo realizado e já previsto em edital, mas ponderou que não se pode deixar um dos mais tradicionais grupos de Bumba-Meu-Boi do Maranhão de fora da festança ludoviscense.

“Deixar de fora esse boi é como deixar órfão o nosso festejo junino”, disse.

O Boi da Maioba ficou na 133ª posição na classificação de propostas para a programação municipal, o que foi insuficiente para a inclusão do grupo na festa.

A polêmica continua.

Cultura: ‘Tributos’ estreia hoje na Litorânea

Cantor Mario Fernando

Cantor Mario Fernando

Estreia nesta sexta-feira (24), às 21h na casa de shows Portal da Litorânea ( Av. Litorânea), o projeto musical ‘Tributos’ que homenageia grandes nomes da Música Popular Brasileira, entre compositores da clássica e nova MPB e  do Pop-Rock nacional das décadas de 80 e 90.

Em formato acústico, ‘Tributos’ traz aos palcos de São Luís por mais uma vez o cantor e compositor maranhense Mário Fernando que se apresentará ao lado dos músicos Serra Neto (contrabaixo) e Bira(bateria e percussão). Acompanhando-se ao violão, Fernando fará uma releitura de canções de artistas como Milton Nascimento, O Rappa, Zé Ramalho, Alceu Valença, Barão Vermelho, Caetano  Veloso, RPM, O Surto, Zeca Baleiro e Chico Buarque.

A proposta do projeto é disseminar a Música Brasileira a partir da interpretação original dos músicos locais. A direção artística é assinada pelo compositor, produtor e jornalista Fernando Atallaia.

Serviço:

O que: Estreia do projeto musical ‘’Tributo’’ com o cantor e compositor Mário Fernando.

Onde: Portal da Litorânea (Av. Litorânea).

Quando: Sexta-feira (24) às 21h.

Couvert artístico: R$ 6,00

E o Carnaval? sumiu…

gastão carnaval

A tradução do vazio que se transformou o Carnaval tradicional no Centro de São Luís. Sem incentivo para blocos e manifestações tradicionais como o Bicho Terra – e isso por pura perseguição -, o que se viu ontem, por exemplo, foi dispersão no circuito Deodoro-Magalhães de Almeida.

Os dois governos [Municipal e Estadual], intitulados de novo e de mudança, conseguiram transformar o Carnaval de São Luís num nada, para ninguém…

Imagem do vazio no circuito Deodoro-Magalhães de Almeida na noite de ontem; manifestações desistiram do circuito após constatarem que não haviam brincantes

Imagem do vazio no circuito Deodoro-Magalhães de Almeida na noite de ontem; manifestações desistiram do circuito após constatarem que não haviam brincantes nas avenidas

 

Bloco do Berg é a atração de amanhã no Botequim Original

60c171166d169c0f22129b2f7807844bO Botequim Original, situado na Rua das Cegonhas, no Olho d’Água, terá como atração principal amanhã o Bloco do Berg.

O cantor e compositor apresentará marchinhas que marcaram época no carnaval maranhense e sucessos nacionais.

Carismático e com um público já cativo, Berg sem dúvida conduzirá uma festa momesca bonita.

O Bloco do Berg começará a sua apresentação às 18 horas.

Humberto de Maracanã morre após complicações no Carlos no Macieira

Humberto de Maracanã

Humberto de Maracanã

O cantador Humberto de Maracanã, um dos maiores nomes do Bumba-Meu-Boi do Maranhão, morreu há pouco na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Alta Complexidade Carlos Macieira.

Diabético, Humberto foi vítima de uma infecção generalizada e mesmo após ter sido submetido a uma cirurgia para amputação da perna esquerda, não resistiu às complicações e morreu.

A família do cantador, bastante consternada, está no hospital. Amigos, companheiros do Boi de Maracanã e artistas também já se deslocaram para a unidade.

O corpo dele ainda não foi liberado para sepultamento. Os locais do velório e do enterro do corpo ainda não foram anunciados.

O mundo perde Chaves

Chaves morreu aos 85 anos de idade

Chaves morreu aos 85 anos de idade

G1 – Morreu aos 85 anos Roberto Gomez Bolaños, criador dos seriados Chaves e Chapolin, disse nesta sexta-feira (28) a rede de TV Televisa. A emissora mexicana foi a responsável pela produção dos programas do humorista.

Em fevereiro deste ano, quando Roberto Bolaños completou 85 anos, um parente confirmou à agência de notícias Efe que a saúde dele era “frágil” e que ele permanecia quase o tempo todo na cama, com acompanhamento 24 horas por dia.

Roberto Bolaños tirou seu apelido do dramaturgo William Shakespeare, cujo diminutivo em Espanhol era “Chespirito”. Há alguns anos, ele se mudou para Cancún, no México, junto com a mulher Florinda Meza, a Dona Florinda da série.

“Roberto, você não vai, permanece em meu coração e em todos os corações de tantos a quem fez feliz. Adeus Chaves para sempre”, disse no Twitter o ator Edgar Vivar, que interpretou o Senhor Barriga.

Carlos Berg no Botequim Original SLZ

O som de Carlos Berg no Botequim Original começa a partir das 20h

O som de Carlos Berg no Botequim Original começa a partir das 20h, no Olho d’Água

Carlos Berg é cantor e compositor maranhense com 16 anos de carreira

Carlos Berg é cantor e compositor maranhense com 16 anos de carreira

O cantor e compositor maranhense Carlos Berg, que tem 16 anos de carreira, é quem conduzirá o som amanhã, a partir das 20 horas no Botequim Original SLZ, situado na Rua das Cegonhas, no Olho d’Água.

Com o uma trajetória cercada de sucessos em diversos festivais regionais e nacionais, Carlos Berg é certeza de qualidade musical, com uma característica própria que chama a atenção do mais novo ao mais velho amante da boa música.

Ele vai protagonizar um bom som no estilo “voz e violão”, na casa que que amplia o seu leque de atendimento de bar para restaurante.

Um pouco sobre o artista: Carlos Berg é autor de composições de sucesso como “Fulêra no Quinto”, composta em parceria com o músico Gerude e gravada por Zeca Baleiro; “Covardes Algemas” – vencedora do Festival UniReaggae e feita em homegame ao artista Gerô, brutalmente assassinado em 2007 e da balada romântica “Dow”, tocada em várias rádios do país. Ele venceu o prêmio Revelação 2011 pela Rádio Universidade FM.

Também já recebeu prêmios pela música “Quem é Deus”, cantada pela anda Kasamata e composta em parceria com a cantora Célia Leite e já emplacou parcerias importantes com os artistas Luís Lima, Sérgio Panichi, Jomarcus, Nosly e Ronald Pinheiro.

Já venceu o primeiro lugar no Festival de Poesia Catulo da Paixão Cearense, em Fortaleza (CE), oportunidade na qual representou a cultura maranhense.

Também já fez a abertura de shows de inúmeros artistas consagrados no cenário mundial, como o de Ana Carolina, Geraldo Azaevedo, Biquine Cavadão, Planta e Raiz, Seu Jorge e Kid Abelha.

Portanto, Carlos Berg é a boa pedida deste sábado!!!