Morre homem condenado por agredir a própria mãe em São Luís

O bacharel em Direito Roberto Elísio Coutinho de Freitas, condenado em outubro do ano passado a 10 anos de prisão por agredir a própria mãe, morreu hoje em São Luís.

Ele estava preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde cumpria a pena, desde o ano passado.

Na última sexta-feira passou mal e foi levado para o Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura, o Socorrão II.

Na unidade de saúde, acabou morrendo.

Elísio havia sido condenado no passado depois de blogs terem divulgado um vídeo em que ele aparecia agredindo própria a mãe, uma professora universitária aposentada, de 84 anos e que sofre de Alzheimer (relembre o caso aqui).

Ele também foi condenado a pagar R$ 2 milhões em indenizações pelos danos causados à vítima.

Ibope: Flávio Dino sobe e amplia vantagem sobre Roseana

A pesquisa Ibope de intenções de votos publicada há pouco pelo JMTV2 da TV Mirante, apontou ampliação de vantagen do governador Flávio Dino sobre a adversária Roseana Sarney.

Dino foi a 49% na preferência do eleitorado. Roseana Sarney (MDB) ficou com 32%.

Na comparação com a primeira pesquisa do mesmo instituto, Dino cresceu 6 pontos (tinha 43%). Roseana, que tinha 34%, oscilou 2 pontos para baixo.

Na sequência aparecem a ex-prefeita Maura Jorge (PSL), com 5%; e o senador Roberto Rocha (PSDB), com 2%. Ramon Zapata (PSTU) e Odívio Neto (PSOL) não pontuaram.

Eleitores que declararam votar em branco, ou nulo, somaram 7% e outros 5% ainda não sabem em quem votar, ou não responderam ao questionário.

Contratado pela TV Mirante, o Ibope ouviu 1008 eleitores maranhenses, entre os dias 13 e 19 de setembro. O registro foi feito na Justiça Eleitoral sob o número MA-06667/2018. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança, de 95%.

Instituto Machado de Assis faz retificação no edital do concurso de Raposa

O Instituto Machado de Assis, responsável pela organização do concurso público para preenchimento de mais de 200 vagas na Prefeitura de Raposa, procedeu retificação no edital do certame. Foram feitos ajustes em três cargos: nutricionista, assistente social e psicólogo.

Nos três cargos, foi suprimida a obrigação de residência na área, que assim, passaram a ter os seguintes pré-requisitos: diploma de curso superior devidamente registrado para cada área e registro no conselho de classe competente.

A carga horárias para os cargos de nutricionista e psicólogo é de 40 horas semanais. Para assistente social, a jornada é de 30 horas por semana. Os três cargos oferecem salário de R$ 2 mil.

Concurso oferece mais de 200 vagas com salários de R$ 954 a R$ 6 mil em Raposa

Certame tem como finalidade reforçar o quadro de servidores municipais, que serão lotados em cinco secretarias e na Guarda Municipal.

Estão abertas desde o último dia 5 e se estenderão até 15 de outubro as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Raposa. Organizado pelo Instituto Machado de Assis, o certame oferece mais de 200 vagas, com salários que variam de R$ 954 (um salário mínimo) a R$ 6 mil, com lotação no gabinete do prefeito e nas secretarias municipais de Administração e Planejamento, Educação, Saúde, Infraestrutura e Transporte, Assistência Social e na Guarda Municipal. As provas objetivas do concurso serão aplicadas no dia 18 de novembro.

O concurso público de Raposa oferece vagas para os seguintes cargos: procurador jurídico (gabinete do prefeito), agente administrativo, auxiliar operacional de serviços diversos (AOSD), contador, motorista categoria D/E, vigia (Secretaria de Administração e Planejamento). Na área da Educação, as vagas são para merendeira, professor de educação básica (1º ao 5º ano), professor de português, inglês, artes, ciências, educação física, ensino religioso, filosofia, geografia, história, inglês e matemática, todos do 6º ao 9º ano.

Na saúde, há vagas para agente administrativo, agente comunitário de saúde, agente de endemias, auxiliar de farmácia, auxiliar operacional de serviços diversos (AOSD), digitador, educador físico, enfermeiro obstetra, farmacêutico, fiscal sanitário, médico auditor, médico cardiologista, médico dermatologista, médico ginecologista obstetra, médico pediatra, médico plantonista, médico veterinário, motorista categoria D/E, nutricionista, porteiro e vacinador.

Na pasta de infraestrutura e transporte, os cargos são os seguintes: agente administrativo, auxiliar operacional de serviços diversos (AOSD), eletricista e vigia. Na Secretaria Municipal de Assistência Social, há vagas para assistente social e psicólogo. Já na Guarda Municipal, o cargo disponível é o de guarda municipal.

Inscrição

O valor da taxa de inscrição varia de acordo com o nível de escolaridade da vaga pretendida. Para os cargos de nível fundamental, a taxa é de R$ 60,00. Os candidatos aos cargos de nível médio pagarão R$ 80,00 para se inscrever no seletivo. Os cargos de nível superior têm taxa de inscrição de R$ 110,00. A inscrição com valor mais alto é a do cargo de procurador jurídico, que exige diploma de curso superior em Direito e registro no conselho de classe competente. Para concorrer à única vaga ofertada para esse cargo, os candidatos pagarão R$ 150,00, salvo aqueles que obtiverem direito à isenção.

Os candidatos poderão dar entrada no pedido de isenção da taxa de inscrição do certame de hoje até o próximo dia 18. No dia 25 deste mês, sairá o resultado preliminar do pedido de isenção da taxa.

Cronograma

O cronograma do certame prevê para 14 de novembro a divulgação da relação definitiva dos candidatos inscritos e dos locais de provas. O gabarito preliminar das provas objetivas e o formulário para recurso contra o referido resultado será divulgado no dia 19 de novembro, um dia após a aplicação dos testes. A divulgação do resultado preliminar das referidas provas e do formulário para recurso está prevista para 10 de dezembro. O resultado final do concurso sairá dia 7 de janeiro de 2019 e até o dia seguinte os candidatos terão prazo para recurso. Dia 9 de janeiro de 2019 será publicado o resultado final e definitivo para homologação.

O edital completo do concurso, assim como seus anexos e o cronograma, na íntegra, podem ser acessados no site www.institutomachadodeassis.com.br

Maranhão desenhado

Bancada formada pelos jornalistas Linhares Júnior, Gilberto Léda e Marco D’Eça

Encerrada ontem, com todo o sucesso esperado, a Sabatina O Estado com os candidatos a governador do Maranhão apontou o norte que deverá ser tema de debates no decorrer da campanha eleitoral. Do início – com Ramon Zapata (PSTU) – ao desfecho – com Roseana Sarney (MDB) -, as entrevistas conseguiram revisitar o passado, analisar o presente e projetar o futuro político do Maranhão em todas as suas nuances, o que nem mesmo o hiato da fuga do governador Flávio Dino (PCdoB) conseguiu impedir que saltasse aos olhos.

E o que ficou nesses seis dias de programa é uma visão de um Maranhão que não avançou e precisa ser recolocado nos trilhos do diálogo, dentro de um ambiente de liberdade, para voltar a ter perspectivas de desenvolvimento.

Os candidatos Ramon Zapata e Odívio Netto (PSOL) optaram por analisar o Maranhão pelo aspecto da Educação. E tiveram a contribuição da emedebista Roseana para um diagnóstico sombrio: o projeto atual “é uma farsa” – palavras de Zapata -, apenas 20% dos professores têm salário considerado de nível nacional e 40% da categoria vive com contratos precários e salários reduzidos.

O senador Roberto Rocha buscou o elemento econômico para estabelecer que “a única indústria que cresceu no Maranhão foi a do medo”. Neste aspecto, Maura Jorge (PSL) apontou o atual governo como “um grande engodo”. Roseana também contribuiu nesse discurso ao desenhar um governo “perseguidor” não apenas de políticos, mas de empresários, comerciantes e trabalhadores.

Para rebater esses argumentos e contrapor os números apresentados, ao comunista que ora ocupa o Palácio dos Leões foi oferecido o mesmo espaço de tempo, com as mesmas regras e o mesmo tom, mas ele preferiu ignorar, dar de ombros, fugir. Perdeu, portanto, a chance de convencer, o que se torna mais difícil quando vê cinco argumentos contrários. Esquivar-se não vai adiantar.

Da Coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Prefeitura de São Luís paga a primeira parcela do 13°

Mesmo com uma queda progressiva dos repasses federais, resultado da crise em que vive o país, o prefeito Edivaldo pagou nesta sexta-feira (20) a primeira parcela do 13º salário. Com gestão equilibrada e planejada, São Luís vai na contramão de capitais como o Rio de Janeiro, que anunciou que não conseguirá antecipar o valor para os seus servidores municipais.

Em São Luís, o pagamento do benefício poderia ser feito de maneira integral apenas no fim do ano, mas o prefeito Edivaldo resolveu antecipar o calendário de vencimentos, demonstrando mais uma vez o seu compromisso com o servidor público municipal, uma das marcas da sua gestão.

Crise

Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), a folha de pagamento de pessoal é uma das maiores dificuldades das administrações municipais. De acordo com levantamento, 51% das cidades brasileiras têm dificuldades de pagar os servidores públicos, que com os atrasos deixam as prefeituras com débitos milionários.

Por causa das quedas progressivas de receita, inclusive com uma projeção de 40% a menos no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no mês de julho – queda expressiva similar a que ocorreu no mês de março -, manter as contas em dia tem sido a cada mês tarefa mais difícil, fato pelo qual muitas cidades não conseguiram adiantar a primeira parcela do 13º salário, como é o caso do Rio de Janeiro (RJ). Algumas, em estado mais agravado, estão com os salários regulares atrasados.

Apesar de ser uma obrigação da administração pública manter as suas contas em dia, são destacáveis os gestores que têm conseguido destoar suas cidades do cenário de crise que se enfrenta nacionalmente. Na capital maranhense, a gestão Edivaldo está conseguindo não apenas honrar os compromissos salariais como também adiantar o pagamento, contribuindo para que a economia da cidade permaneça aquecida e em curva ascendente.

Assessoria Prefeitura de São Luís

Hospital Aldenora Bello diz que Governo vai liberar verba

Gilberto Léda – O Hospital do Câncer Aldenora Bello emitiu uma nota há pouco para anunciar que o Governo do Estado aceitou liberar recursos do Fundo Estadual de Combate ao Câncer para ajudar a manter os serviços da unidade em funcionamento.

Proposta igual havia sido sugerida pelo deputado estadual Eduardo Braide.

Com o reforço dos recursos do fundo, a Fundação Antonio Dino, mantenedora do hospital, deve conseguir evitar o fechamento do Serviço de Pronto Atendimento (SPA), do Atendimento Domiciliar e do Tratamento da Dor e Cuidados Paliativos, que estava previsto para ocorrer no dia 12 de agosto.

Abaixo, o comunicado oficial da entidade sobre o caso.

A Fundação Antonio Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, vem informar à sociedade que nosso Hospital NÃO VAI FECHAR. A direção informou a Secretaria Municipal de Saúde, em 13 de julho, a difícil decisão de suspender as atividades apenas do S.P.A (Serviço de Pronto Atendimento Oncológico), atendimento domiciliar, tratamento da dor e cuidados paliativos, a partir do dia 12 de agosto de 2018, por prazo indeterminado, são serviços iniciados em 2008, com financiamento insuficientes pelo SUS.

Felizmente desde o primeiro momento fomos procurados pelo Governo do Maranhão para evitar a paralisação destes serviços diante do grave quadro financeiro que atingiu a entidade. A proposta inicial do Governo foi destinar os recursos do Fundo Estadual de Combate ao Câncer à Fundação, o que garantiria a continuidade do atendimento à toda sociedade. Todavia, há procedimentos burocráticos necessários à destinação dos recursos, mesmo porque tal dinheiro é gerido por um conselho com representantes de diversas entidades, não apenas por membros do Governo.

A Fundação destaca, ainda, a parceria com o Governo do Maranhão, desde 2015, que permitiu a destinação de repasses financeiros e compra de novos equipamentos, fundamentais à assistência aos nossos pacientes.

São Luís (MA), 19 de Julho de 2019
ANTONIO DINO TAVARES
Vice-Presidente da Fundação Antonio Dino

Prefeitura realiza ações na Semana do Meio Ambiente

Um abraço simbólico nas árvores do Parque do Bom Menino marca a abertura das ações da Semana do Meio Ambiente, nesta segunda-feira (4), a partir das 9h. A iniciativa da Prefeitura de São Luís tem como foco ebater e conscientizar para ações de preservação ambiental desenvolvidas na gestão do prefeito Edivaldo. Palestras, rodas de conversas, oficinas de capacitação e plantio de mudas estão entre as atividades do evento. A semana prossegue até sexta-feira (8) e faz referência ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho.

A preservação do meio ambiente é uma preocupação da Prefeitura e se reflete nas ações desenvolvidas pela gestão do prefeito Edivaldo, aponta a secretária municipal de Meio Ambiente (Semmam), Maluda Fialho. “O prefeito Edivaldo tem nesta área um compromisso firme. Nesse evento pretendemos trazer a reflexão e sensibilizar toda a sociedade para o cuidado com o nosso meio ambiente”, pontuou a gestora. “A proposta da semana é mobilizar a população e agentes públicos sobre a importância de um meio ambiente preservado para a garantia de uma melhor qualidade de vida a nós mesmos. Essa preservação diz respeito a todos nós e é uma responsabilidade de todos”, reforça Maluda Fialho.

A programação de abertura vai contar com roda de conversa, oficinas sobre o tema e um momento de observação da natureza com o abraço simbólico em árvore do Parque do Bom Menino, pela manhã. À tarde, roda de conversa, atividade de pintura e cineminha ambiental com vídeos sobre a preservação ambiental.

O presidente do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur), Luiz Carlos Boralho, enfatiza os esforços do trabalho conjunto, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para a importância permanente de preservar o meio em que vivemos. “Deve-se ter essa consciência e sensibilidade para o que é nosso. Preservar nossos mananciais, as espécies da flora. Faremos esse trabalho com a série de oficinas de reciclagem que serão promovidas ao longo da semana e contribuirmos com nossa parte no processo de preservação”, pontuou.

Na terça-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, terá presença da primeira-dama, Camila Holanda, em ação de plantio de mudas no Parque do Bom Menino, das 14h às 17h. Materiais recicláveis serão utilizados para confecção de brinquedos em oficina promovida no evento. Ainda na programação do dia, atividades com jogos educativos, debate sobre resíduos sólidos em roda de conversa, distribuição de mudas e abraço simbólico em uma árvore do parque.

A importância da preservação ambiental será reforçada durante contação de histórias sobre o tema, na ação Pé de Livro, na quarta-feira (6), pela manhã; na quinta-feira (7), o público participa de trilha ecológica onde serão passadas informações do meio ambiente, apreciam o musical ‘Aprendendo e Preservando o Meio Ambiente Através da Música’. No encerramento, sexta-feira (8), a palestra ‘A Semmam e o atual cenário ambiental em âmbito municipal’, para alunos do Instituto Federal do Maranhã (IFMA).

Durante a semana ambiental, o Impur vai realizar oficinas de reciclagem com uso de garrafas pet, caixas de papelão, garrafas de plástico e vidro, além de pneus. As datas e horários serão definidas. Além do Meio Ambiente e Impur, as secretarias municipais da Criança e Assistência Social (Semcas), Educação (Semed) e Saúde (Semus) terão ações no evento.

DESCARTE REGULAR

Integrando as ações em alusão ao mês do meio ambiente, a Prefeitura realiza o Fórum Municipal Lixo Zero São Luís, sob a coordenação do Comitê Gestor de Limpeza Urbana. “Objetivo do evento é discutir ações que fortaleçam e incentivem práticas sustentáveis na capital, diminuindo a geração de resíduos sólidos”, pontua a presidente do Comitê, Carolina Estrela. O fórum será dia 13 de junho, no Convento das Mercês, Centro Histórico.

No evento serão apresentadas boas práticas que incentivem a sustentabilidade. Os convidados apresentam o que têm feito em sua vida, comunidade, empresa ou instituição, seguindo o conceito Lixo Zero. Entre os convidados está o presidente do Instituto Lixo Zero Brasil, Rodrigo Sabatini.

Lixo Zero é uma meta ética, econômica, eficiente e visionária para guiar as pessoas a mudar seus modos de vidas e práticas de forma a incentivar os ciclos naturais sustentáveis, onde todos os materiais residuais são projetados permitindo seu uso no pós-consumo.

AÇÕES DE PRESERVAÇÃO

No conjunto de ações da Prefeitura na preservação ambiental das áreas verdes de São Luís está o Plano de Manejo do Parque Esportivo e Recreativo do Bom Menino, que há cinco anos é uma Unidade de Conservação. O espaço tem finalidade esportiva, de lazer e preservação ambiental, sendo muito frequentado pelos ludovicenses.

O documento está em organização e estabelece normas, restrições de uso, ações a serem realizadas e formas de manejo dos recursos naturais do parque, na área interna e em seu entorno. Ainda, ações de plantio de mudas em espaços públicos da cidade como as praças e em atividades educativas nas escolas da rede municipal.

Governo determina “confisco” de veículos no Maranhão durante greve de caminhoneiros

O governador Flávio Dino (PCdoB) autorizou o Estado a requisitar administrativamente veículos e embarcações, caso seja necessário, enquanto durar a greve dos caminhoneiros.

A autorização em decreto foi publicada ontem (27).

No mesmo dia uma embarcação foi requisitada. Trata-se de um ferryboat. 0 ferry foi usado para o transporte de caminhões de combustíveis para a baixada maranhense.

Pelo uso, o Estado passa a ser responsável pelo veículo e deverá pagar, posteriormente, uma indenização ao proprietário.

A medida, segundo o documento, foi adotada por causa da crise de desabastecimento – notadamente de combustíveis – que prejudica a prestação de serviços essenciais, como saúde, segurança pública, abastecimento d’água e transporte público.

O decreto estadual segue modelo de determinação baixada pelo presidente Michel Temer