Hospital Aldenora Bello diz que Governo vai liberar verba

Gilberto Léda – O Hospital do Câncer Aldenora Bello emitiu uma nota há pouco para anunciar que o Governo do Estado aceitou liberar recursos do Fundo Estadual de Combate ao Câncer para ajudar a manter os serviços da unidade em funcionamento.

Proposta igual havia sido sugerida pelo deputado estadual Eduardo Braide.

Com o reforço dos recursos do fundo, a Fundação Antonio Dino, mantenedora do hospital, deve conseguir evitar o fechamento do Serviço de Pronto Atendimento (SPA), do Atendimento Domiciliar e do Tratamento da Dor e Cuidados Paliativos, que estava previsto para ocorrer no dia 12 de agosto.

Abaixo, o comunicado oficial da entidade sobre o caso.

A Fundação Antonio Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, vem informar à sociedade que nosso Hospital NÃO VAI FECHAR. A direção informou a Secretaria Municipal de Saúde, em 13 de julho, a difícil decisão de suspender as atividades apenas do S.P.A (Serviço de Pronto Atendimento Oncológico), atendimento domiciliar, tratamento da dor e cuidados paliativos, a partir do dia 12 de agosto de 2018, por prazo indeterminado, são serviços iniciados em 2008, com financiamento insuficientes pelo SUS.

Felizmente desde o primeiro momento fomos procurados pelo Governo do Maranhão para evitar a paralisação destes serviços diante do grave quadro financeiro que atingiu a entidade. A proposta inicial do Governo foi destinar os recursos do Fundo Estadual de Combate ao Câncer à Fundação, o que garantiria a continuidade do atendimento à toda sociedade. Todavia, há procedimentos burocráticos necessários à destinação dos recursos, mesmo porque tal dinheiro é gerido por um conselho com representantes de diversas entidades, não apenas por membros do Governo.

A Fundação destaca, ainda, a parceria com o Governo do Maranhão, desde 2015, que permitiu a destinação de repasses financeiros e compra de novos equipamentos, fundamentais à assistência aos nossos pacientes.

São Luís (MA), 19 de Julho de 2019
ANTONIO DINO TAVARES
Vice-Presidente da Fundação Antonio Dino

Prefeitura realiza ações na Semana do Meio Ambiente

Um abraço simbólico nas árvores do Parque do Bom Menino marca a abertura das ações da Semana do Meio Ambiente, nesta segunda-feira (4), a partir das 9h. A iniciativa da Prefeitura de São Luís tem como foco ebater e conscientizar para ações de preservação ambiental desenvolvidas na gestão do prefeito Edivaldo. Palestras, rodas de conversas, oficinas de capacitação e plantio de mudas estão entre as atividades do evento. A semana prossegue até sexta-feira (8) e faz referência ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho.

A preservação do meio ambiente é uma preocupação da Prefeitura e se reflete nas ações desenvolvidas pela gestão do prefeito Edivaldo, aponta a secretária municipal de Meio Ambiente (Semmam), Maluda Fialho. “O prefeito Edivaldo tem nesta área um compromisso firme. Nesse evento pretendemos trazer a reflexão e sensibilizar toda a sociedade para o cuidado com o nosso meio ambiente”, pontuou a gestora. “A proposta da semana é mobilizar a população e agentes públicos sobre a importância de um meio ambiente preservado para a garantia de uma melhor qualidade de vida a nós mesmos. Essa preservação diz respeito a todos nós e é uma responsabilidade de todos”, reforça Maluda Fialho.

A programação de abertura vai contar com roda de conversa, oficinas sobre o tema e um momento de observação da natureza com o abraço simbólico em árvore do Parque do Bom Menino, pela manhã. À tarde, roda de conversa, atividade de pintura e cineminha ambiental com vídeos sobre a preservação ambiental.

O presidente do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur), Luiz Carlos Boralho, enfatiza os esforços do trabalho conjunto, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para a importância permanente de preservar o meio em que vivemos. “Deve-se ter essa consciência e sensibilidade para o que é nosso. Preservar nossos mananciais, as espécies da flora. Faremos esse trabalho com a série de oficinas de reciclagem que serão promovidas ao longo da semana e contribuirmos com nossa parte no processo de preservação”, pontuou.

Na terça-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, terá presença da primeira-dama, Camila Holanda, em ação de plantio de mudas no Parque do Bom Menino, das 14h às 17h. Materiais recicláveis serão utilizados para confecção de brinquedos em oficina promovida no evento. Ainda na programação do dia, atividades com jogos educativos, debate sobre resíduos sólidos em roda de conversa, distribuição de mudas e abraço simbólico em uma árvore do parque.

A importância da preservação ambiental será reforçada durante contação de histórias sobre o tema, na ação Pé de Livro, na quarta-feira (6), pela manhã; na quinta-feira (7), o público participa de trilha ecológica onde serão passadas informações do meio ambiente, apreciam o musical ‘Aprendendo e Preservando o Meio Ambiente Através da Música’. No encerramento, sexta-feira (8), a palestra ‘A Semmam e o atual cenário ambiental em âmbito municipal’, para alunos do Instituto Federal do Maranhã (IFMA).

Durante a semana ambiental, o Impur vai realizar oficinas de reciclagem com uso de garrafas pet, caixas de papelão, garrafas de plástico e vidro, além de pneus. As datas e horários serão definidas. Além do Meio Ambiente e Impur, as secretarias municipais da Criança e Assistência Social (Semcas), Educação (Semed) e Saúde (Semus) terão ações no evento.

DESCARTE REGULAR

Integrando as ações em alusão ao mês do meio ambiente, a Prefeitura realiza o Fórum Municipal Lixo Zero São Luís, sob a coordenação do Comitê Gestor de Limpeza Urbana. “Objetivo do evento é discutir ações que fortaleçam e incentivem práticas sustentáveis na capital, diminuindo a geração de resíduos sólidos”, pontua a presidente do Comitê, Carolina Estrela. O fórum será dia 13 de junho, no Convento das Mercês, Centro Histórico.

No evento serão apresentadas boas práticas que incentivem a sustentabilidade. Os convidados apresentam o que têm feito em sua vida, comunidade, empresa ou instituição, seguindo o conceito Lixo Zero. Entre os convidados está o presidente do Instituto Lixo Zero Brasil, Rodrigo Sabatini.

Lixo Zero é uma meta ética, econômica, eficiente e visionária para guiar as pessoas a mudar seus modos de vidas e práticas de forma a incentivar os ciclos naturais sustentáveis, onde todos os materiais residuais são projetados permitindo seu uso no pós-consumo.

AÇÕES DE PRESERVAÇÃO

No conjunto de ações da Prefeitura na preservação ambiental das áreas verdes de São Luís está o Plano de Manejo do Parque Esportivo e Recreativo do Bom Menino, que há cinco anos é uma Unidade de Conservação. O espaço tem finalidade esportiva, de lazer e preservação ambiental, sendo muito frequentado pelos ludovicenses.

O documento está em organização e estabelece normas, restrições de uso, ações a serem realizadas e formas de manejo dos recursos naturais do parque, na área interna e em seu entorno. Ainda, ações de plantio de mudas em espaços públicos da cidade como as praças e em atividades educativas nas escolas da rede municipal.

Governo determina “confisco” de veículos no Maranhão durante greve de caminhoneiros

O governador Flávio Dino (PCdoB) autorizou o Estado a requisitar administrativamente veículos e embarcações, caso seja necessário, enquanto durar a greve dos caminhoneiros.

A autorização em decreto foi publicada ontem (27).

No mesmo dia uma embarcação foi requisitada. Trata-se de um ferryboat. 0 ferry foi usado para o transporte de caminhões de combustíveis para a baixada maranhense.

Pelo uso, o Estado passa a ser responsável pelo veículo e deverá pagar, posteriormente, uma indenização ao proprietário.

A medida, segundo o documento, foi adotada por causa da crise de desabastecimento – notadamente de combustíveis – que prejudica a prestação de serviços essenciais, como saúde, segurança pública, abastecimento d’água e transporte público.

O decreto estadual segue modelo de determinação baixada pelo presidente Michel Temer

Concurso de Caxias foi realizado com sucesso

Mesmo que a semana tenho sido iniciada por manobras – legais ou não – promovidas por “forças obscuras” – o domingo (20/05) foi marcado pela tranquilidade na aplicação das prova objetivas do Concurso da Prefeitura Municipal de Caxias.

A cidade recebeu de braços abertos os mais de vinte mil candidatos advindos de todos os Estados. O número parece que só não impressionou o Instituto Machado de Assis, preparado para receber cada concurseiro com uma organização e compromisso que deixaram sua marca registrada. Com sua larga experiência – pois ao contrário das falácias da oposição, a empresa já realizou mais de trezentos certames – o IMA conseguiu alocar os candidatos em mais de cinquenta locais de aplicação espalhados por Caxias, contando com o auxílio de equipe multidisciplinar composta de coordenadores, fiscais, vigilantes, auxiliares de limpeza e, até mesmo, advogados.

Fui bem acolhida pela equipe de fiscais e me impressionei com a organização. Na minha sala, a prova se iniciou pontualmenteJá havia feito outros concursos com essa empresa e nunca tive qualquer tipo de problema. Fiquei surpresa com as mentiras que foram ditas ao longo da semana sobre a empresa. Acho que é tudo política!” – Francisca Maria Ramos, candidata entrevistada por nossa equipe.

A candidata ainda disse que foi informada por meio de e-mail enviado pelo Instituto Machado de Assis que a prova iria ocorrer: fato determinante para que ela viesse até a cidade, mesmo com notícias que tentavam induzir o candidato a erro.

Nas escolas, a fiscalização foi feita com o auxílio de detectores de metal e aparelhos de segurança que buscam a existência de pontos eletrônicos. Não houve nenhuma ocorrência digna de nota: parece que o anúncio do apocalipse propagado pelos videntes de plantão não se confirmou!

Nos dois turnos de aplicação da prova, a pontualidade foi obedecida à risca pelos vigilantes nos portões. Alguns candidatos perderam o horário por conta do tráfego pesado na estrada (fica, portanto, a dica para quem irá fazer a prova no próximo domingo chegar cedo).

Nas redes sociais e grupos do WhatsApp, a repercussão tem sido positiva, com a maioria dos comentários considerando a prova com bom nível de dificuldade, o que certamente privilegiará aqueles que se entregaram aos estudos.

Politicagem e as fake news tentaram fazer com que nada disso fosse possível, contudo barraram num pilar básico que ainda serve de escudo num país atolado em escândalos: a competência!

Flávio Dino envia explicações à PRE por nomeações de capelães

O governador Flávio Dino (PCdoB) enviou explicações na última sexta-feira, 4, ao Ministério Público Federal (MPF) a respeito da nomeação de 36 capelães para a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Sistema Penitenciário. O prazo para o comunista se manifestar era até dia 6, domingo.

O procurador eleitoral Pedro Henrique Castelo Branco, da Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão, estabeleceu até o último domingo para Flávio Dino se manifestar a respeito das nomeações de capelães no sistema de segurança do estado.

A equipe de O Estado pediu, oficialmente, acesso ao documento com o posicionamento do governador Flávio Dino, no entanto, o procurador eleitoral Pedro Henrique Castelo Branco, por meio de sua assessoria, informou que as respostas somente serão disponibilizadas após análises da PRE.

O ofício com o pedido de esclarecimentos foi emitido no bojo do Procedimento Preparatório Eleitoral instaurado pelo procurador, que apura denúncia formulada pelo Partido Republicano Progressista (PRP) a respeito da nomeação de capelães na Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e no sistema penitenciário do estado, sem a realização de concurso público, em troca de apoio político-religioso para as eleições de outubro deste ano.

De acordo com a denúncia do PRP, em vídeo, Flávio Dino confirma o aumento dos cargos de capelães para a PM e Corpo de Bombeiros e ainda 10 novas vagas que seriam criadas para a Polícia Civil.

O problema, segundo denunciou o PRP, pelo menos sete capelães são filiados a partidos políticos. A articulação, de acordo com o partido, envolve lideranças católicas e evangélicas, sobretudo da igreja Assembleia de Deus.

O caso, que ganhou repercussão nacional e foi tema de reportagem em jornal como o Estado de São Paulo.

De acordo com o PRP, é elevado o número de nomeações feitas pelo governador Flávio Dino num curto espaço de tempo. A acusação do partido é de que há abuso de poder religioso com a “captura de diversos líderes” para a participação da empreitada político-religiosa eleitoral.

Ao todo, 50 o Sistema de Segurança Pública do Maranhão possui 50 capelães. Destes, 36 cargos foram criados sem concurso público pelo comunista. Alguns oficiais recebem mais de R$ 20 mil mensais. Os dados ainda não constam as nomeações das 10 vagas para a polícia civil autorizadas pela Assembleia Legislativa em março deste ano.

A representação do PRP aponta, além do abuso de poder político, inconstitucionalidade e ilegalidade dos atos. A legenda entende que as nomeações dos capelães com salários de até R$ 20 mil configura uma relação política eleitoral com membros de igrejas.

Um dos casos citados é o do coronel Misael Mendes da Rocha. Ele ingressou na Polícia Militar em 2009 como major. Em 2015, primeiro ano do mandato comunista, foi promovido a tenente-coronel. No ano passado, alcançou a patente de coronel capelão, com salário de R$ 21.438,00. Misael é filiado ao PTB.

O caso chamou a atenção da Procuradoria Regional Eleitoral. Após o governador Flávio Dino repassar as informações, a procuradoria poderá optar pelo oferecimento de denúncia à Justiça Eleitoral, ou arquivamento.

Posição

O Estado entrou em contato com o Governo do Maranhão para obter posicionamento. Em nota, o governo disse que obedece a legislação prevista na Constituição Federal e que aumentou o número de capelães na PM em somente seis, média de outros governo. No entanto, a lei que prevê a figura de capelão foi aprovada em 2009 do então governador Jackson Lago. Esta lei provou a criação de 14 vagas. Que nos anos anteriores não foram aumentadas. As modificações ocorreram após 2015.

Informações de O Estado

“Comunistas querem candidato único no Maranhão”, diz Roseana

O Estado – A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) condenou hoje (27), em entrevista a O Estado na sede do Grupo Mirante, a série de boatos envolvendo seu nome nos últimos dias.

Classificadas de “fake news” pela emedebista, as informações davam conta de que ela teria desistido de disputar a eleição de outubro deste ano e, ainda, que ela teria deixado o país para uma viagem aos Estados Unidos.

Para Roseana, os adversários demonstram medo da sua entrada no processo eleitoral.

“Tá mantida a pré-candidatura. Todas essas notícias [sobre desistência] são fake news e refletem algum tipo de medo da minha pré-candidatura. A única pessoa que pode dizer se é candidata, ou não, se vou viajar, ou não, sou eu”, declarou. “Publicar uma coisa dessas sem me consultar, sem me perguntar, acho que não é ético por parte de jornalista nenhum. Jogando notícias para que as pessoas comecem a pensar diferentemente daquilo que está acontecendo na realidade”.

A ex-governadora criticou o grupo liderado ao governador Flávio Dino (PCdoB). Na opinião dela, partem dos comunistas os ataques a sua pré-candidatura.

“Eu acredito que eles querem que tenha uma única candidatura”, completou.

Uso da PM – Roseana também comentou o caso do uso da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) para espionar adversários do Governo do Estado no interior e as novas revelações feitas no caso da Operação Pegadores, da Polícia Federal, que flagrou um esquema de desvios da ordem de R$ 18 milhões na Secretaria de Estado da Saúde (SES).

“Muito triste isso para mim, nunca imaginei isso, mas não quero comentar muito o assunto. Essa outra denúncia da saúde, tirar o dinheiro do povo, que precisa tanto de saúde, desviando, tendo morte, acho isso um verdadeiro absurdo”, destacou.

“Não sei se influencia, ou não [no processo eleitoral], mas que a população fica sem saúde, fica, e sem segurança também, porque a polícia, de repente, não está dando segurança para o povo, mas a serviço da política. É a polícia política”.

Flávio Dino recebeu R$ 14 mil em diárias para evento nos EUA

O governador Flávio Dino (PCdoB) recebeu R$ 14 mil em diárias por um evento realizado nos Estados Unidos, há duas semanas.

Dino participou em Boston, de um painel organizado por estudantes brasileiros de Harvard durante a quarta edição do Brazil Conference at Harvard & MIT 208.

Para justificar o valor recebido, o governador considerou a agenda como uma atividade institucional. Não foram liberados ainda, valores pagos por passagens aéreas e hospedagem em hotel.

Enquanto isso, servidores da estrutura do Executivo recebem apenas R$ 173,00 por diárias em agendas do Governo.

Que disparate…

Mais informações, no blog do Gilberto Léda

O drama de Eduardo Braide…

Autodeclarado “decidido a se candidatar ao governo”, o deputado estadual Eduardo Braide vive um drama nesta fase da pré-campanha que pode se arrastar até as convenções; drama este que só aumentou com a decisão do ex-governador José Reinaldo Tavares de se filiar ao PSDB.

Do alto do seu minúsculo PMN, Braide tem meros de 6 segundos de tempo na propaganda eleitoral, além de não ter bancada suficiente para garantir presença nos debates. Tem apenas cinco dias, a contar de hoje, para conseguir um partido de peso, com tempo de propaganda e bancada na Câmara, capaz de garantir uma campanha plena. Ou pelo menos receber a garantia de um aliado de que terá esse partido nas convenções.

Se conseguir ele próprio uma legenda que consiga dar-lhe tempo de, ao menos, fazer um programete de 30 segundos, Braide terá dado um passo importante. Se receber garantias de aliados, continuará vivendo o drama e a indecisão, pelo menos até as convenções.

A garantia dada por José Reinaldo de que estará em seu palanque, assim como no do senador Roberto Rocha (PSDB), apenas amplia a confusão em relação à candidatura Braide. Até porque Tavares não tem o controle do ninho tucano.

O candidato do PMN, que aparece nas pesquisas pelo recall das eleições de 2016 – e sofre as dores da indefinição também por causa daquele pleito –, continuará o seu drama até 15 de agosto, quando se encerra o prazo das convenções. Até lá, estará cercado pela indefinição.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Waldir Maranhão formaliza pedido de filiação ao PT

O deputado federal Waldir Maranhão (Avante) formalizou pedido de filiação aos quadros do Partido dos Trabalhadores (PT) no Maranhão. O parlamentar pretende disputa uma vaga ao Senado pela chapa do governador Flávio Dino (PCdoB).

O pedido de filiação ocorreu após uma reunião realizada em Brasília entre o próprio Waldir, José Dirceu (PT) e o secretário de Estado da Comunicação, Marcio Jerry (PCdoB) na residência do deputado federal Weverton Rocha (PDT).

O nome do parlamentar é tratado como prioridade pela direção nacional para a disputa pelo Senado no Maranhão.

Rejeição – Apesar de ser tratado como prioridade pela direção nacional da legenda, com aval de José Dirceu, Waldir Maranhão encontra resistência de ala petista no Maranhão.

O presidente do diretório municipal da sigla em São Luís, vereador Honorato Fernandes (PT), afirmou ser contrário à filiação do parlamentar.

“Minha posição enquanto dirigente partidário, membro da articulação (PT/CNB) e presidente é contrária à filiação do deputado conforme dito ao próprio de clara, rendo em vista evidente conflito de projetos políticos eleitorais em andamento no Maranhão”, enfatizou.

Resta saber se Flávio Dino vai declarar apoio à pré-candidatura de Waldir ao Senado.

E Eliziane Gama?