Recomeço

Depois de uma noite enriquecedora, de conhecimento, de unção, de fé, sinto-me mais uma vez renovado. A partir de hoje, vivo junto a Igreja Batista União em Cristo (IBUC)  “40 dias de Propósitos”, uma campanha que tem como objetivo, fazer-nos  refletir durante este período, sobre nossa participação enquanto cristãos, na terra.

Questionamentos como: quais são os propósitos de Deus para com a minha vida? Para que fui criado? O que devo fazer para que Jesus se alegre em minha vida? Como ajudar o próximo?

Afinal de contas, estava eu ontem pensando no momento em que o pastor pregava: “Nasci, cresci, me formei, hoje trabalho se Deus permitir, em breve serei com Elane (minha namorada), uma só carne. Sim, mas o tempo está passando. Eu estou ficando velho e o que será que eu vim fazer aqui mesmo? Meu filho, você é a minha imagem e semelhança – respondeu Jesus em meu coração – ande por onde eu o guiar, fale o que eu desejar, ajude, ame, doe, entregue-se sem temor ao meu caminho, fale de mim, do meu amor pelo homem, da Salvação, da vida eterna…”

É isso. Os 40 dias de propósitos vão me revelar mais e mais e mais… Vou crescer espiritualmente (esse é o único crescimento que desejo obter na vida), devo orar, jejuar, me entregar a Deus, pois tenho a certeza de que Ele é o único Caminho, a Verdade e a Vida. É essa Vida que quero em abundância.

Estarei diariamente mostrando nesses 40 dias de propósitos, o que Deus tem falado com a sua igreja e como tem falado. Espero responder, intimamente, os seus questionamentos sobre propósitos.

Aliás, há uma frase perfeita construída por  Bertrand Russell- que é ateu – que fala tudo em relação a esse tema:

‘A menos que se admita a existência de Deus, a questão que se refere ao propósito para a vida não tem sentido’.

Atualizado às 9h:12

Reflexão de um pecador

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=SQutO7rQGtw]

Cansado. De ouvir mentiras, de estar perto de mentirosos, de sofrer ameaças, de não poder falar o que penso, de ser perseguido, passado para traz, de ser rotulado como isso ou aquilo, de ser o do contra, de provocar a ira nos outros.

Não me canso, porém, de ser Cristão. De amar e respeitar o próximo. De seguir constantemente o caminho da salvação (mesmo sendo pecador e não merecedor da misericórdia de Deus), de me maravilhar com a vida de Cristo, de ser santo.

Por isso que quando bate o desânimo, a angústia, o sofrimento, o desespero, lembro de Jesus, dos seus propósitos para com a minha vida. Lembro do meu papel enquanto propagador do Evangelho, lembro de que fui criado para a glória de Deus e de que a sua Graça me basta.

Já fiz muita coisa errada na vida, mas de todas me arrependi. Por vezes quase a perdi, mas Deus me amparou e me deu novas oportunidades. Sei bem o que é ser escravo do pecado, do mundo, dos desejos, da inveja, do dinheiro, dos maus pensamentos.

Sei o que é tentar passar a perna no próximo. O que é roubar (tremendo marginal hein?), o que é odiar. Foram sentimentos e posturas que me perseguiram durante quase 20 anos, período pelo qual eu sorria, sem realmente ser feliz, sem realmente sentir paz, sem saber o que era o amor.

Hoje, abro mão dos meus títulos, abro mão dos prazeres, das minhas vontades, abro mão de mim mesmo, para ser e somente viver aquilo que Deus tem preparado para minha existência.

Por momentos me senti perdido, sem sentido, sem caminho. Há segundos me sinto renovado, restaurado, arrependido e feliz, verdadeiramente feliz. E desejo que esse amor (O Caminho, a Verdade e a Vida), e que essa felicidade, seja constante no coração de cada um ao meu lado. Conheça Cristo, entrega os teus caminhos ao Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração.