Antes de substituir Adelmo Soares, Flávio Dino manda R$ 6,6 milhões para a SAF

Antes de efetivar a substituição do secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares, pré-candidato a deputado estadual pelo PCdoB, o governador Flávio Dino (PCdoB) abriu crédito suplementar da ordem de R$ 6.671.197,88 milhões para a pasta do auxiliar.

A medida foi adotada por meio do decreto nº 33.883, de 14 de março deste ano, que trata da abertura do Orçamento do Estado em favor da pasta, para “reforço de dotações constantes da Lei Orçamentária vigente”.

Os recursos que já estão disponíveis para a movimentação de Adelmo Soares, decorrem do “superávit financeiro apurado em balanço patrimonial do estado no exercício de 2017, decorrente do convênio nº827052/2016, celebrado com o Ministério do Meio Ambiente”.

A utilização dos recursos está descrita de forma genérica no Diário Oficial do Estado. Pelo documento, o montante deve ser utilizado para “Promoção e Apoio à Irrigação e Gestão de Recursos Hídricos no estado do Maranhão”.

Apuração – Adelmo Soares vai deixar o comando da Secretaria de Agricultura Familiar no dia 2 de abril para poder iniciar a sua pré-campanha para as eleições de outubro.

Ele é alvo de uma apuração de conduta por parte da Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão, após o PRP ter ingressado com representação com pedido de apuração de denúncias levantadas por deputados – que integram a base governista no Legislativo Estadual -, e que tratam do aparelhamento da pasta em troca de apoio político para o pleito eleitoral.

A apuração está sendo feita pelo procurador eleitoral Pedro Henrique Oliveira, que já encaminhou questionamentos a deputados sobre o caso.

Adelmo foi denunciado, junto ao secretário Marcio Honaiser [Agricultura] e outros auxiliares de Flávio Dino, pelos deputados Raimundo Cutrim (PCdoB), Júnior Verde (PRB), Stênio Rezende (DEM), Josimar de Maranhãozinho (PR), Vinicius Louro (PR) e Sérgio Frota (PSDB) nas sessões plenárias dos dias 7 e 8 de fevereiro deste ano.

Ele é apontado por suposto direcionamento de obras e ações do Governo apenas a prefeitos e lideranças que lhes garantem apoio político nas eleições de 2018.

Após o escândalo e a movimentação do Ministério Público Eleitoral, o governador Flávio Dino anunciou a substituição do secretário, em ato que somente será concretizado no dia 2 de abril.

Até lá, Adelmo Soares continuará responsável pela administração dos recursos públicos da pasta.

Saiba Mais

Adelmo Soares (PCdoB) é vereador licenciado do município de Caxias. Ele chegou a ser sabatinado na Assembleia Legislativa em maio do ano passado, após deputados apontarem aparelhamento político da pasta.

Informações de O Estado

A grave denúncia de governistas sobre o uso da máquina na gestão Flávio Dino

São graves as acusações de deputados estaduais governistas, todos aliados do governador Flávio Dino (PCdoB), de que secretários de Estado têm utilizado a máquina pública em troca de apoio político para as eleições 2018.

Raimundo Cutrim (PCdoB), Vinicius Louro (PR), Sergio Frota (PSDB), Stênio Rezende (DEM), Júnior Verde (PRP) e Josimar de Maranhãozinho (PR), foram alguns dos parlamentares governistas que acusaram secretários de terem cometido crime eleitoral.

Mas, a constatação dos governistas – agora incomodados com a falta de espaço político no grupo comunista -, já havia sido feita pela oposição.

 

De acordo com as denúncias, ao solicitar convênios ou parceria institucional com o Executivo Estadual, prefeitos e vice-prefeitos – aliados destes deputados -, têm sido confrontados com a seguinte condição: apoio eleitoral para o secretário nas eleições 2018.

Na sessão de ontem os parlamentares declinaram o nome de um dos secretários: trata-se de Marcio Honaiser, titular da Secretaria de Estado da Agricultura, pré-candidato a deputado estadual pelo PDT.

E foram vários e assustadores os relatos.

Honaiser já se defendeu. Por meio de nota, negou as acusações. Disse não estar assediando prefeitos com o auxílio da máquina em troca de apoio eleitoral.

E o Ministério Público, até agora, segue em silêncio…

É justo que o PT fique com a vice, diz Monteiro

MonteiroO presidente do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Raimundo Monteiro, afirmou com exclusividade a O Estado ontem, que apesar da aproximação do Partido Socialista Brasileiro (PSB) ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), a sigla ainda espera ser contemplada com a indicação do candidato a vice na chapa do pedetista.

No início da semana o senador Roberto Rocha (PSB) se reuniu com o governador Flávio Dino (PCdoB) e com Edivaldo Júnior, em diferentes ocasiões, para definir o apoio do PSB à reeleição do prefeito.

A articulação de Rocha é para que a sigla tenha a prerrogativa de indicação do candidato a vice do pedetista para o pleito de outubro.

Ocorre que o PT já havia pleiteado o espaço na semana passada, quando definiu apoiar a reeleição do prefeito da capital.

A legenda trabalha com dois nomes: o deputado estadual Zé Inácio (PT), que acabou perdendo força nas últimas duas semanas, e o advogado Mário Macieira, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Maranhão. Macieira é “bancado” pelo governador Flávio Dino, numa articulação de poder que visa o pleito de 2018.

“Nosso pleito não muda em nada em decorrência da chegada do PSB junto ao prefeito. Vamos continuar pleiteando a vice. Acredito que o PT pode alcançar o espaço”, disse.

Monteiro afirmou que os principais partidos da base aliada de Edivaldo e Flávio Dino possuem espaços de representatividade no cenário político, tese que será levantada pelo PT durante a formação da coligação pedetista para justificar a vice.

“Acho que é importante o espaço de vice para o PT, uma vez que o PCdoB possui o Governo do Estado, o PDT tem a Prefeitura e o PSB tem o Senado da República. Por isso é mais do que justo solicitar a vice da Prefeitura”, explicou.

Diálogo – Raimundo Monteiro afirmou ter sido informado da aproximação PSB ao prefeito e da intenção também de indicar o candidato a vice. Ele ponderou, contudo, que o tema será definido, de forma democrática, junto às legendas.

“O PSB está aquinhoado no cenário, possui o Senado da República. O PCdoB também está aquinhoado no Governo do Estado, então nós queremos discutir a vice, mesmo que esse não seja um ponto determinante, mas nós queremos discutir com todos a participação na chapa”, completou.

O petista finalizou, afirmando que caberá ao prefeito conduzir a articulação da chapa.

“Vamos esperar a dinâmica do prefeito. O que sei é que vamos pleitear. Temos argumentos fortes dentro dessa conjuntura ”.

Informações de O Estado

Candidato é classificado em duas posições distintas em seletivo da Saúde

Seletivo CaxiasProvocou forte repercussão e espanto, na cidade de Caxias, o resultado do seletivo para a área da Saúde, realizado pelo Instituto Corpore, para o Governo do Estado, e que foi divulgado no fim de semana.

Dentro do quadro de vagas para o cargo de Técnico de Enfermagem, o mesmo candidato aparece classificado em duas colocações distintas. Trata-se de Auristéia Araújo da Silva, classificada nas 161ª e 162ª posições, respectivamente.

O caso destacado por concorrentes, que passaram a questionar, principalmente nas redes sociais, o resultado.

A Secretaria de Estado da Saúde ainda não se manifestou sobre o tema.

O seletivo para Caxias destinou vagas para o Hospital Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão. Ao todo, 42 vagas foram disponíveis para vários cargos. O hospital, construído pela ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), será inaugurado no próximo dia 28.

Informações do blog de Gilberto Leda.

Adversários criticam Roberto Rocha

Os candidatos a senador do PSOL, Haroldo Sabóia, e do PSTU, Marcos Silva, trouxeram

Roberto Rocha é vice-prefeito de São Luís

Roberto Rocha é vice-prefeito de São Luís

à tona mais uma vez o debate sobre a ligação do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB), com a oposição.

Mesmo sendo candidato a senador pela coligação “Todos pelo Maranhão”, encabeçada por Flávio Dino (PCdoB), o socialista voltou a ser apontado pelos adversários ultraesquerdistas como uma espécie de linha auxiliar do grupo comandado pela governadora Roseana Sarney (PMDB), que tem como candidato ao Senado o deputado federal Gastão Vieira (PMDB).

A primeira referência ao assunto foi feita por Sabóia, há duas semanas. Em texto publicado em sua página pessoal numa rede social, o candidato afirmou categoricamente que “Gastão Vieira e Roberto Rocha são candidatos do mesmo grupo” e que, qualquer que seja o eleito entre eles, atenderá aos anseios dos mesmos correligionários.

Sabóia acrescenta que o objetivo é tomar-lhe a eleição. “Gastão Vieira e Roberto Rocha são candidatos do mesmo grupo. […] Assim, farão tudo para tomar a eleição de um candidato como eu que sempre fui de oposição”, disse.

Também por meio das redes sociais, o candidato do PSTU, Marcos Silva, criticou o discurso de Rocha, segundo o qual este seria “o único candidato das oposições”. Para o ultraesquerdista do PSTU, não existe apenas uma única oposição no Maranhão.

Em contato com O Estado, Roberto Rocha classificou as afirmações dos adversários como “intriga”, mas ressaltou achar que isso “é do jogo” eleitoral e que os candidatos têm o direito democrático de propor o debate.

“É do jogo político esse tipo de intriga, mesmo quando, como é o caso, não tenha nenhum fundamento nos fatos”, declarou.

 De O Estado

Lobão Filho realiza comício em Passagem Franca

BIAMAN_PRADO_5647 (Large)O Senador Lobão Filho (PMDB), candidato ao governo do Maranhão realizou ontem, no município de Passagem Franca, seu primeiro grande comício. A agenda pelo interior do estado teve início na cidade de São Domingos, local onde foram realizadas duas grandes carreatas que percorreram ruas e povoados.

Já era noite quando Lobão Filho, Arnaldo Melo (candidato a vice-governador) e Gastão Vieira (candidato ao Senado), todos do PMDB, chegaram ao município de Passagem Franca, acompanhados de centenas de veículos, entre carros e motos que fizeram todo o trajeto passando ainda pela cidade de Colinas.

Depois de percorrer toda a cidade até o palco montado na praça principal, a comitiva foi recebida pelo prefeito Gordinho (PTB), que caracterizou o momento “como único e de grande alegria”. Também aguardavam o candidato, deputados, vereadores e lideranças políticas e comunitárias de vários municípios da região do Médio Sertão maranhense.

Lobão Filho destacou a sua satisfação de voltar à região só que agora como candidato aoBIAMAN_PRADO_5651 (Large) governo do Maranhão. “Vamos seguir construindo esse novo Maranhão porque me preparei para isso. Com muita humildade peço hoje o apoio de vocês para juntos construirmos um estado de oportunidades para todos”, convidou, lembrando de sua trajetória de trabalho ao longo dos sete anos no Senado Federal em prol do desenvolvimento do estado.

O peemedebista pontuou ainda que o município sertanejo contará, a partir do seu governo, com investimentos para o desenvolvimento da agricultura. “Nosso grupo já implantou nesta região muitos dos serviços essenciais como energia elétrica, rede telefônica além de hospitais. Como governador, vamos investir também na agricultura para que o manejo seja um gerador de renda para as famílias”, destacou.

Arnaldo Melo, líder político na região, lembrou os benefícios assegurados ao local. “Já temos garantidos asfalto de Passagem Franca a Lagoa do Mato, trechos de extrema importância. Vamos deixar aprovados no orçamento do estado cerca de 40 milhões para a estrada do Café Buriti até Parnarama, se Deus quiser, já com Lobão Filho no governo do Maranhão”, assinalou o parlamentar ao lado da esposa, Valderês Melo, ex-prefeita de Passagem Franca e da filha, Nina Melo, que concorre a vaga na Assembleia Legislativa no pleito de 2014.

Gastão Vieira disse estar preparado para enfrentar mais um grande desafio em sua vida política, “Nosso grupo já fez muito não apenas nesta região como em todo o Maranhão. Um homem para enfrentar desafios precisa ser forte e nós somos”, disse, referindo-se a sua trajetória parlamentar como deputado estadual e federal, além dos cargos de secretário de educação e ministro de turismo.

Militância na rua  

A escolha de Passagem Franca para a realização da primeira carreata da coligação “Pra Frente, Maranhão” foi motivada pelo forte histórico político da região, a exemplo da participação em peso da militância e líderes políticos.

Participaram do primeiro comício caravanas de pelo menos 15 municípios da região, entre eles, São João dos Patos, Paraibano, Pastos Bons, Nova Iorque, Buriti-Bravo, Lagoa do Mato, São Francisco, Colinas, Sucupira do Riachão, Sucupira do Norte, São Domingos além de Mirador, Alto Alegre, Colinas e São Francisco do Maranhão.

Agenda

Nesta sexta-feira (18), Lobão Filho segue com agenda política nas seguintes cidades:

Santa Filomena, caminhada às 9h;

Graça Aranha, caminhada às 11h;

Tuntum, caminhada 15h;

Presidente Dutra, carreata 17h.

Josivaldo Correa some do cenário político

Josivaldo Correa não teve mais contato com a imprensa

Josivaldo Correa não teve mais contato com a imprensa

Após registrar candidatura e visitar o companheiro de chapa no município de Rosário, na semana passada, o candidato do PCB ao Governo do Estado, Josivaldo Correa desapareceu do cenário político.

De segunda-feira a ontem, o candidato não manteve contato algum com a imprensa, e mesmo procurado, não respondeu às mensagens deixadas em sua caixa postal.

Professor de ensino fundamental e representante de um dos partidos nanicos na eleição de outubro, Josivaldo apenas informou ter feito uma visita a Francinaldo Leite (PCB), candidato a vice-governador, o que ocorreu na semana passada.

Josivaldo também ainda não entrou em qualquer embate com os demais candidatos e foi um dos únicos a não se pronunciar sobre nenhum dos temas polêmicos da campanha até então. Ele não se manifestou sobre o tema da participação de “laranjas” no pleito e nem sobre as campanhas milionárias dos protagonistas da disputa.

Aparentemente isolado no cenário político, o candidato aparece na última colocação nas pesquisas de intenções de votos, com apenas 1% das intenções de votos, ao lado de Antonio Pedrosa (PSOL) e Saulo Arcangeli (PSTU), também representantes de partidos nanicos.

Publicado em O Estado

Suplicy enterra factoide comunista e declara apoio a Lobão Filho


A coordenação de campanha de Flávio Dino (PCdoB), candidato ao Governo do Estado pela coligação “Todos pelo Maranhão”, foi desautorizada hoje pelo PT nacional, a dar continuidade ao factoide do suposto apoio do senador Eduardo Suplicy ao comunista.

Suplicy gravou vídeo, já divulgado pela assessoria do senador Lobão Filho (PMDB), onde ele declara apoio irrestrito ao peemedebista. No vídeo, o petista – um dos mais respeitados do país -, fala da amizade e da admiração que nutre por Lobão e fala da trajetória respeitosa do colega no Senado da República.

“Nós temos tido uma relação de construção de respeito mútuo e, sobretudo quando ele foi presidente da Comissão Mista de Orçamento, tivemos um entendimento na defesa do interesse público e do desenvolvimento econômico e social de todo o Brasil com a devida apreciação de todas as emendas e sugestões que eu próprio e todos os colegas, de maneira republicana, ele sempre procurou ouvir”, destaca.

Num tom mais forte e de convicção política, Suplicy afirma que apóia o peemedebista e que o candidato da presidente Dilma Rousseff (PT) no Maranhão é Lobão Filho.

“Quero aqui recomendar a todos os maranhenses que, como governador, Lobão Filho vai estar extremamente entrosado com a presidente Dilma Rousseff, a nossa candidata à Presidência da República, e procurando fazer do Maranhão um estado onde possa estar assegurada a aplicação dos instrumentos que signifiquem a aplicação dos princípios de Justiça”, afirma.

E assim, foi enterrado mais um factóide da ala comunista. Ê mudança…