Para Cláudia Durans, Castelo deveria estar preso no VLT

Cláudia Durans é sabatinada por O Estado / Foto: Biaman Prado

Cláudia Durans é sabatinada por O Estado / Foto: Biaman Prado

A professora universitária Cláudia Durans, candidata a prefeita de São Luís pelo PSTU, afirmou hoje durante a sua participação na Sabatina O Estado, transmitida ao vivo na internet pelo site oestadoma.com, que o ex-prefeito João Castelo (PSDB).

A declaração da candidata ocorreu no momento em que o tema discutido abordado pelos jornalistas Ronaldo Rocha [autor do blog], Marco Aurélio D’Eça e Gilberto Léda, era a mobilidade urbana.

“São R$ 7 milhões que poderiam ser investidos em educação, na mobilidade urbana, mas não foi feito. Todo esse dinheiro gasto no VLT que para nada serve. Deveria estar preso, dentro do VLT”, disse a candidata, sem contudo, citar o nome do tucano.

Durans afirmou que para o setor de transporte, tem como proposta de passe livre para desempregados e estudantes; a criação de uma Companhia Municipal de Transportes Urbanos; investimentos em transporte de massa e garantia de acessibilidade para pessoas com deficiência.

Cláudia Durans será a entrevistada de hoje na Sabatina O Estado

Cláudia DuransA professora universitária Cláudia Durante, candidata do PSTU à Prefeitura de São Luís, será a entrevistada de hoje na Sabatina O Estado.

Ela será a sexta participante do programa, que já ouviu Rose Sales (PMB), Edivaldo Júnior (PDT), Eliziane Gama (PPS), Zeluis Lago (PPS) e Fábio Câmara (PMDB).

Cláudia Durans já foi candidatava a vice-presidente da República em duas oportunidades e representará a legenda de esquerda no pleito de outubro.

A Sabatina O Estado começará às 10h e se estenderá até às 11he será transmitida ao vivo pelo site oestadoma.com.

Durante o programa, eleitores e internautas poderão enviar perguntas por meio da hashtag #SabatinaOEstado e pelo WhatsApp 99209-2564.

Após o programa, a íntegra da entrevista será publicada na página do jornal no youtube.

Amanhã, Valdeny Barros (PSOL) será o entrevistado. Na quarta-feira o sabatinado será Wellington do Curso (PP) e na quinta-feira o deputado estadual Eduardo Braide (PMN).

Pré-candidata do PSTU fala em construir uma “revolução negra” no estado

A pré-candidata a prefeita pelo PSTU em São Luís, Cláudia Durans, professora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), afirmou num vídeo produzido pelo partido, que lutará por uma revolução “fundamentalmente negra” no estado.

A sigla optou por lançar em todo o Brasil, de forma exclusiva nestas eleições, candidaturas de operárias, mulheres, negros e LGBT’s. “Para discutir a situação, a condição dos explorados, dos oprimidos para que possamos chamar a nossa classe para lutas efetivas, para derrubar Temer, para fazer uma greve geral e para construir uma outra forma de poder”, disse.

Durans afirmou que está “tocando a tarefa”, voltada, na capital, prioritariamente, para os descendentes de africanos no estado. “Os descendentes de africanos neste momento precisam reagir, e construir essa revolução. Essa revolução que é fundamentalmente negra, para trazer a nossa população quilombola ao primeiro plano da luta no protagonismo das transformações necessárias que precisamos fazer”, concluiu.