Ibope admite 8 pontos de margem de erro em questionário de São Luís

Email foi compartilhado pela assessoria jurídica da coligação “Maranhão quer Mais”

O instituto Ibope admitiu, após cobrança da coligação “Maranhão quer mais”, uma estratosférica margem de erro de 8 pontos percentuais, para mais ou para menos, nos questionários aplicados em São Luís.

A pesquisa, contratada pela TV Mirante e divulgado ontem (4), aponta o governador Flávio Dino (PCdoB) com 59% dos votos válidos.

A analista de atendimento e planejamento Camila Camargo Passarelli confirmou, por e-mail, que a consulta ouviu apenas 168 eleitores na capital.

O email foi compartilhado pela própria coligação.

“Em São Luís temos apenas 168 entrevistas, o que não é suficiente para estimar as intenções de votos na capital, uma vez que a margem de erro amostral é de 8 pontos percentuais para mais ou para menos. O cruzamento foi fornecido apenas como um indicativo”, disse.

Ela avaliou, também, que a consulta, por ter começado antes, pode não ter alcançado o eleitorado que assistiu ao debate da TV Mirante, na terça-feira (2).

“Uma parte da nossa pesquisa foi realizada no dia 2 de outubro, antes do último debate, ou seja, a pesquisa pode não ter pego um possível efeito do debate na capital”, destacou.

Além disso, para avalizar seus resultados, a analista do Ibope compara seu levantamento com os de dois instituto usados pelo Palácio dos Leões: Exata e o já notório Econométrica, que pode ter uma “pesquisa fantasma” investigada até pela Polícia Federal.

Com informações de Gilberto Léda