Wellington sugere mudanças no concurso para a Segep

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) encaminhou ofício ao governador Flávio Dino (PCdoB) com a sugestão de mudanças no edital para o concurso público da Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep) do Maranhão.

A sugestão ocorreu após o parlamentar ter recebido solicitações de contadores do estado.

De acordo com o deputado, o edital prevê vagas para o cargo de analista previdenciário, exigindo a formação em Ciências Atuariais, curso que sequer é oferecido no Maranhão.

“A solicitação dos contadores do Maranhão é justa: Flávio Dino abre vagas para cargo que sequer tem formação no Maranhão. O Edital prevê a exigência de formação em Ciências Atuariais, enquanto que as atribuições também possam ser exercidas pelo formado em Contabilidade, que é um curso que é disponibilizado no Maranhão. A quem isso iria beneficiar? Afinal, maranhense algum possui tal formação. Por isso, solicitamos que o Governador permita que se faça a retificação, prevendo vagas para o contador, que é o profissional que existe no Maranhão”, pontuou o professor e deputado Wellington.

Wellington aguarda por um posicionamento do Palácio dos Leões.

Wellington recebe aprovados em concurso de Urbano Santos

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) recebeu em seu gabinete, na Assembleia Legislativa do Maranhão, a comissão de aprovados no concurso público da cidade de Urbano Santos que esteve acompanhada do advogado de defesa Jorge Viana. Os aprovados solicitaram do parlamentar uma reunião na própria cidade para intermediar a situação dos 246 aprovados em cinco categorias no concurso de 2011.

O deputado Wellington que é presidente da Comissão de Administração Pública, Seguridade Social e RT e já tem a defesa dos servidores públicos como uma característica de seu mandato, colocou-se à disposição para intermediar esse diálogo entre aprovados e Prefeitura, e, se for preciso, junto com a justiça.

“Foram 246 aprovados no concurso público, eles exerceram suas funções por alguns dias e depois foram expulsos de seus cargos. Em contra partida a prefeitura atual abriu um novo concurso e está chamando os aprovados, sendo que os excedentes do concurso de 2011 foram exonerados de seus cargos enquanto estavam no pleno exercício de suas funções. Isso é inadmissível. Por isso, iremos nos reunir com todos os aprovados, amigos, parentes e a população de Urbano Santos para ouvirmos e sabermos como iremos prosseguir. Faremos uma reunião preparatória, iremos organizar uma audiência pública para a primeira semana de setembro e debatermos toda essa problemática”, disse o parlamentar.

Deputado quer que edital especifique locais de lotação para professor

Wellington do Curso quer mudança em edital

Wellington do Curso quer mudança em edital

O vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (PPS), protocolou proposição na manhã de hoje (10), solicitando alteração no edital do concurso público N°001 de 06/11/2015, que dispõe sobre a realização de concurso destinado ao preenchimento de 1.500 vagas oferecidas e formação de Cadastro Reserva com 300 vagas para o cargo de professor do Quadro Permanente da Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (SEDUC).

A proposição do deputado Wellington foi encaminhada ao Governo do Estado, solicitando que o edital possa especificar o número de vagas correspondentes às cidades das Unidades Regionais de Educação.

“O edital em questão não especifica o número de vagas por cidade, o que tem causado uma certa instabilidade entre os professores. No último concurso, em 2009, houve a ‘especificação’. No entanto, essa sensibilidade não se apresenta no concurso atual. Não se sabe para onde o candidato será nomeado, restando sua colocação ao arbítrio da administração estadual. Essa previsão editalícia poderá ocasionar séria injustiça, uma vez que os primeiros colocados poderão desistir da nomeação se forem encaminhados para regionais cuja distância impossibilite o convívio familiar e social.  O que se quer aqui é preservar a segurança jurídica aos aprovados e eliminar a instabilidade quanto ao futuro local de trabalho, tendo em vista que hoje é garantida a nomeação aos candidatos classificados dentro das vagas ofertadas. Somente com tal retificação estaremos zelando pela segurança jurídica, almejando à defesa incondicional da Educação e daquilo que é devido a todo professor: o respeito”, enfatizou o parlamentar.

Curso Wellington completa 20 anos de instalação em São Luís

f90e6525b9d1a1ca92366fe15debfb91O professor e atualmente deputado estadual, Wellington do Curso, destacou, em seu perfil, em rede social, os 20 anos de existência do Curso Wellington, curso preparatório para concursos que ontem, celebrou mais 1 ano de instalação e atuação no estado.

Wellington, que também é fundador da instituição, ratificou o seu orgulho em contribuir com as vitórias dos inúmeros maranhenses que conquistaram vagas importantes em diversas áreas do mercado de trabalho através dos concursos públicos, além de ressaltar a valorização da persistência como agente transformador de realidades.

“Hoje o Curso Wellington completa 20 anos de existência. Tudo começou em um espaço pequeno, ali no João Paulo, com apenas três alunos. Para muitos, poderíamos desistir ali mesmo. Afinal, qual a probabilidade de se começar do nível mais baixo e alcançar uma posição superior? No entanto, por acreditar que a educação pode concretizar qualquer sonho e por não baixar a cabeça para as dificuldades do mundo, insistimos e hoje chegamos aos 20 anos de uma história que é construída com as vitórias dos inúmeros maranhenses que mudaram de vida, de forma digna, através do concurso público e conquistando vagas no mercado de trabalho”, destacou.

O professor externou, ainda, os agradecimentos a toda a equipe de docentes, funcionários e discentes que fizeram e continuam fazendo parte da trajetória dos estudantes que enxergam a educação como a base para a emancipação do ser humano.

“Agradeço em nome da família Curso Wellington a Deus, por nos abençoar diariamente, concedendo-nos força para não desistirmos, encarar as dificuldades e compreender que tudo é passível de concretização quando se tem dedicação, disciplina e persistência. Hoje a família Curso Wellington completa 20 anos que não marcaram apenas a vida dos meus amigos e professores do Curso, mas a de todos os que por ali passaram e hoje são médicos, juízes, engenheiros, servidores públicos, acadêmicos… Que os 20 anos dessa história se prolonguem e que, assim, continuemos ajudando muitos maranhenses a mudarem de vida através do instrumento mais eficaz na concretização de sonhos: a educação. Obrigado a todos os professores, funcionários, alunos, ex-alunos, amigos e colaboradores”, finalizou Wellington.

O pré-concurso Curso Wellington, teve seu início no dia 22 de outubro de 1995. Funcionava numa pequena sala de aula isolada, na parte superior do prédio do Banco do Brasil, no bairro João Paulo, em São Luís. A primeira turma foi para o ensino “Pré-Militar”, destinada apenas ao preparatório para o Concurso da ESA (Escola de Sargentos das Armas), e concurso para sargento do exército.

Em 1996, mudou-se para uma sala no edifício Ana Raquel, em frente ao Colégio São Vicente de Paulo, também no bairro João Paulo, com turmas destinadas somente aos concursos militares. Chegou a atingir altíssimos níveis de aprovação, chegando por vezes à marca de 90% de classificados em todos os concursos.

Desde abril de 1999 até hoje, o então Curso Wellington passou a disponibilizar aulas para todos os concursos públicos, e atualmente conta com três unidades: uma no bairro Monte Castelo; a outra no bairro Renascença e no bairro Cohab.

Ascom

Sejap conclui etapa de seletivo que não exige OAB de bacharéis em Direito

d781da55b37724fe0b487c41d7f65e8e

Etapa de seletivo foi concluída na semana passada pela Secretaria de Administração Penitenciária

348a56420a0332c154798ed5c3f51432 23950ccf841d7d11b0c6891b38f5f81dexclusivoApesar de a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ter impugnado no mês de agosto o edital nº 17/2015 da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap) do Governo do Estado, referente ao processo seletivo para os cargos de especialista penitenciário e técnico penitenciário temporário, a pasta concluiu a primeira etapa do seletivo e já apresentou o resultado. O seletivo, segundo a Ordem, atenta contra os princípios da advocacia.

A impugnação da OAB é voltada especificamente aos requisitos de investidura e exercício das atribuições do cargo Especialista em Direito que, segundo item “2.1.12” da publicação, deve possuir bacharelado no curso superior em direito, sem, contudo, ser exigido que o candidato tenha inscrição nos quadros de advogados da OAB.

Na lista dos candidatos selecionados pela Sejap, contudo, cerca de 30 não possuem inscrição na OAB. Destes, alguns dispõem apenas de graduação no curso de Direito [bacharelado] e outros sequer têm formação superior.

Há ainda a denúncia de que dentre os candidatos selecionados, há assessores do secretário Murilo Andrade e de seu adjunto.

A OAB deve pedir na Justiça o cancelamento do processo seletivo.

‘Concurseiros’ do Piauí ocupam espaços no Maranhão

Lista de candidatos convocados para concurso da PM nos municípios de Timon e Caxias

Lista de candidatos convocados para concurso da PM nos municípios de Timon e Caxias

23,65% de candidatos aprovados e que foram convocados para a Polícia Militar do Maranhão, são naturais de outros estados; a maioria absoluta é do Piauí

Não é de hoje que muito se comenta em bancas de cursos preparatórios para concursos públicos situados em São Luís, a determinação e o desempenho de “concurseiros” do nosso estado vizinho, Piauí.

E a cada concurso público realizado no Maranhão, essa tese acaba sendo confirmada.

O resultado da convocação do Governo do Estado de aprovados no concurso da Polícia Militar, realizada na última segunda-feira, também pode servir de parâmetro para esta análise.

De um total de 389 candidatos convocados para a escola de formação da PM, 92, ou 23,65%, é natural de outros estados, a maioria absoluta do Piauí.

A convocação para dois municípios específicos, chama mais atenção ainda. Em Timon, onde funciona o 11º Comando da PM, de um total de nove candidatos do sexo masculino aprovados, oito são piauienses e apenas um maranhense.

Já no município de Caxias, de um total de 13 aprovados – também do sexo masculino -, dois são maranhenses, um é pernambucano e 10 são do estado do Piauí. Uma marca impressionante e que comprova o excelente desempenho destes “concurseiros”.

Boa parte dos candidatos de outros estados e que foram aprovados no concurso, é bem verdade, já reside no Maranhão e até frequenta concursos preparatórios em São Luís e em outros municípios. E basta ir a uma sala de aula em alguns dos cursos preparatórios de maior referência na capital, para observar isto.

É inegável, no entanto, independentemente disso, que os estudantes de nosso estado vizinho parecem determinados e têm obtido êxito no desafio de ocupar os espaços no serviço público maranhense. E os méritos são deles.

Divulgado gabarito oficial do ENEM

UOL – O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou na manhã de hoje (11) o gabarito oficial do Enem 2014 (Exame Nacional do Ensino Médio), aplicado no sábado e domingo últimos no site oficial o exame.

Gabarito oficial do Enem 2014

Sábado (caderno amarelo)

Domingo (caderno amarelo)

Sábado (caderno azul)

Domingo (caderno azul)

Sábado (caderno branco)

Domingo (caderno cinza)

Sábado (caderno rosa)

Domingo (caderno rosa)

Jacqueline Heluy entre as finalistas do Prêmio AMB de Jornalismo

jacqueline1A jornalista Jacqueline Heluy, que atua como diretora-adjunta de Comunicação da Assembleia Legislativa, é uma dos finalistas do IX Prêmio AMB de Jornalismo – Edição Ministro Evandro Lins e Silva, na categoria Mídia das Assessorias das Associações Filiadas. O resultado foi divulgado na noite de ontem (10) no site da Associação dos Magistrados Brasileiros.

Jacqueline Heluy concorre com a reportagem especial “Juízes vão à luta contra as devastações ambientais”, publicada em setembro de 2012 no jornal Dia a Dia, da Associação dos Magistrados do Maranhão. Ela já obteve o primeiro lugar no Prêmio AMB de Jornalismo em 2009, 2010 e 2011.

Ao todo foram selecionados 27 finalistas no concurso, sendo três reportagens de cada uma das nove categorias: Webjornalismo, Telejornalismo, Radiojornalismo, Fotojornalismo, Mídia Impressa, Mídia Regional, Mídias das Assessorias das Associações Filiadas à AMB, Mídias das Assessorias dos Tribunais e Categoria Especial Patrícia Acioli.

A cerimônia de premiação e homenagens especiais será realizada no dia 24 de setembro, no Porto Vitória, em Brasília.

Divulgados locais de provas do Seletivo de Paço do Lumiar

Seletivo será aplicado domingo (9)

Seletivo será aplicado domingo (9)

A Prefeitura de Paço do Lumiar divulga no site da própria administração pública www.pacodolumiar.ma.gov.br a lista com o local das provas dos candidatos ao seletivo simplificado para os cargos de agente administrativo e motorista. A lista também pode ser vista na recepção do C.S.U. do Maiobão.

As provas serão aplicadas domingo, das 8ah às 12h.

Os aprovados no seletivo farão parte do cadastro de reserva da Prefeitura e serão contratados de acordo com a ordem de classificação. O processo seletivo tem validade de 12 meses.

Com informações do blog de Daniel  Matos