Manifestantes da Vila Nestor entram em confronto com a PM na Beira-Mar

Manifestantes entraram em confronto com policiais militares / foto: Flora Dolores de O Estado do Maranhão

Manifestantes entraram em confronto com policiais militares / foto: Flora Dolores de O Estado 

Moradores da Vila Nestor entraram em confronto na manhã de hoje com a tropa de choque da Polícia Militar, na Avenida Beira­Mar, próximo ao acesso do Palácio dos Leões.

No confronto, com registro de uso de bombas de gás lacrimogênio e sprays de pimenta, um homem acabou atingindo por uma bomba de gás, caiu no chão e ficou ferido.

Os moradores da Vila Nestor primeiro bloquearam a avenida, como uma forma de protesto a uma ação de reintegração de posse que resultará no despejo das famílias ali alojadas. Os manifestantes tentavam chamara a atenção do governador Flávio Dino (PCdoB), por isso a intervenção no trânsito.

Ocorre que a PM foi acionada para liberar o trânsito e garantir o direito de ir e vir das pessoas que trafegavam pela via e que acabaram ficando presos no engarrafamento.

Houve tumulto, confronto e uso de força por parte da PM. O trânsito foi liberado e os manifestantes dispersados.

Flávio Dino jamais foi confrontado…

Flávio Dino é "afilhado" político de Zé Reinaldo Tavares

Flávio Dino é “afilhado” político de Zé Reinaldo Tavares

O jornalista Gilberto Léda, trouxe hoje uma reflexão [leia aqui] interessante em relação ao desempenho de Flávio Dino (PCdoB) junto ao eleitorado maranhense, enquanto candidato ao Governo do estado.

Lembrou que pesquisa de intenções de votos Exata/TV Guará – a mais completa até o momento -, apontou que cerca de 77% do eleitorado ainda não têm candidato a governador, contrapondo os dados ao fato de Flávio Dino estar aí no cenário eleitoral, por pelo menos 6 anos como um virtual candidato ao Executivo.

E não há o que se contestar em relação a análise. Dino é candidato há muito tempo e mesmo assim não apresentou desempenho melhor, o qual apresentaria uma verdadeira liderança política.

Mas há ainda outro ponto que deve ser abordado e que agrava ainda mais a situação do comunista. Flávio Dino jamais foi confrontado por uma liderança política. Ele foi agressivo contra João Castelo (PSDB) em 2008, e não foi confrontado.

Em 2010, atacou a governadora Roseana Sarney (PMDB) e foi ignorado e segundo o médico Igor Lago (PDT), foi desleal com o ex-governador Jackson Lago (PDT), sem também ser confrontado. Algo que deve mudar com a presença do adversário Lobão Filho (PMDB), que sugere comparações em todos os aspectos dos candidatos.

Dino utiliza como principal discurso político, o novo e a mudança: a mesma implantada em São Luís com a eleição de Edivaldo Holanda Júnior (PTC) em 2012 [lembre-se], e de se tratar de uma espécie de combatente fiel à oligarquia Sarney.

Mas esse mesmo discurso parece já não mais convencer o eleitor. Ao contrário, cansa. E sem saída, Dino já pensa até em mudar o rumo de sua campanha. E isso será tratado num próximo post…

Três morrem em confronto com a polícia na Vila Embratel

O clima é de tensão neste exato momento no Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I. Familiares de três bandidos de alta periculosidade, mortos há pouco pela Tropa de Choque da Polícia Militar, protestam contra a atuação da polícia.

A Tropa de Choque realizava uma operação na Vila Embratel, quando traficantes resolveram reagir e impedir o avanço dos policiais. Houve troca de tiros e Bananinha – acusado de assassinar Daniel Smith, Macaco – acostumado a roubar motoristas desavisados no Jaracati e Tio Ted, morreram. Outros bandidos, segundo a polícia, foram alvejados e estão internados no Socorrão I.

Um policial também foi baleado e encaminhado para a unidade. Não há informação sobre o estado de saúde do militar.

Daqui a pouco mais informações

Vídeo! Marginais utilizam pedras e foguetes contra policiais na Av. dos Portugueses


Vídeo publicado no youtube mostra um grupo de vândalos atirando foguetes e pedras contra policiais militares que tentavam desobstruir na manhã de ontem os dois sentidos da Avenida dos Portugueses (BR-135), onde ficam pelo menos duas unidades de saúde – a UPA Itaqui-Bacanga e a Unidade Mista do Itaqui-Bacanga. Lá também funciona a sede Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Há também na rodovia a Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A manifestação transcorria normalmente, até que os marginais começassem a atacar a polícia.

Enquanto policiais utilizavam bombas de efeito moral para dispersar a multidão e permitir a passagem de veículos, principalmente as ambulâncias do SAMU que estavam bloqueadas, alguns “manifestantes” contra-atacavam com rojões, foguetes, bombas e pedras.

No início da semana um policial teve o dedo decepado após ser atingido por um objeto naquela mesma área. Ao todo, 12 viaturas da polícia foram danificadas. Houve também registros de excessos da polícia contra manifestantes do #VEMPRARUASLZ em frente a Assembleia Legislativa na terça-feira. A deputada estadual Eliziane Gama (MD), que recebeu voz de prisão ao tentar socorrer uma jovem desmaiada, pediu apuração da conduta da PM na Corregedoria e no Ministério Público.

Neste momento, manifestantes bloqueam a BR-135. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está no local para tentar desobstruir a rodovia.