Diárias: Governo já gastou quase R$ 1 milhão em apenas 45 dias em 2017

O Governo Flávio Dino (PCdoB) tem mantido os elevados gastos com diárias, na administração pública estadual.

Somente nos primeiros 45 dias do ano, de acordo com o Portal da Transparência, já foram gastos R$ 980.489,00 mil com diárias. A informação foi dada em primeira mão pelo jornalista Gilberto Léda [veja aqui].

Dos quase R$ 1 milhão já gastos em 2017, R$ 772.651,42 foram em viagens dentro do território estadual e outros R$ 207.837,58 em viagens para outros estados.

E a contenção de gastos?

Servidores do Viva Cidadão recebem salários em forma de diárias

viva-1024x238Gilberto Léda – Servidores da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) estão recebendo em forma de diárias os salários devidos por dois meses trabalhados sem nomeação.

Explica-se: não se sabe por qual motivo, mas o comando da Sedihpop demorou mais do que outras secretarias para efetivar a nomeação de servidores do Viva Cidadão, que trabalharam janeiro e fevereiro sem um vínculo formal com o Estado.

Quando isso finalmente ocorreu, o governador Flávio Dino (PCdoB) não autorizou a nomeação com efeitos retroativos.

A grita foi geral por parte dos funcionários.

Para compensar o erro, a saída encontrada pela secretaria comandada pelo professor Francisco Gonçalves (PT) foi quitar o “débito” pagando diárias.

O resultado é que o Viva Cidadão é hoje um dos campeões desse tipo de despesa no Governo do Estado: R$ 1,047 milhão em seis meses.

Para se ter uma ideia, o valor é mais alto do que o gasto para o mesmo fim na Secretaria de Estado da Saúde (SES), R$ 950 mil; e apenas pouco menor do que o da campeã de diárias, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), com R$ 1,3 milhão.

Em tempo: se o Viva Cidadão houver simulado viagens para poder pagar diárias a seus funcionários, a prática pode ser considerada crime. O blog encaminhou pedido de esclarecimentos ao Governo do Estado e aguarda retorno.

Fátima Travassos poderá ter gozo de 350 dias de férias

Com informações do blog de Itevaldo

Fátima Travassos, simplesmente feliz... Foto: Biné Morais / O Estado

A procuradora-geral de Justiça, Fátima Travassos pediu férias. Solicitou e ganhou 350 dias de férias. A procuradora, caso queira, poderá gozar as férias entre 1º de fevereiro de 2011 até 16 de janeiro de 2012. Na matemática do blog (Itevaldo) esse período equivale aos 350 dias.

A concessão das férias da procuradora consta da Portaria n° 221/2011 publicada na última quarta-feira (dia 19). O pedido de férias consta do processo n° 399AD/2011. A portaria é assinada pela subprocuradora-geral para Assuntos Adminstrativos, Regina Leite.

Fátima Travassos solicitou as férias entre os exercícios de 2006 e 2011. Foram 54 dias do exercício de 2006; 59 dias de 2007; 59 de 2009; 59 de 2010 e 60 dias do exercício de 2011.

No ano passado, segundo o blog de Itevaldo, a procuradora abocanhou nada mais, nada menos, que R$ 69.431,07 em diárias. Desse total, R$ 7.093,40 foram para duas viagens ao Rio de Janeiro (RJ).