Emenda de Othelino assegura ambulância à cidade de Pinheiro

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), e outros parlamentares participaram da entrega de ambulâncias para oito municípios maranhenses, entre eles a de Pinheiro, adquirida com emenda de sua autoria.

Os veículos foram entregues pelo governador Flávio Dino aos gestores durante solenidade, nesta quinta-feira, 22, no Palácio dos Leões.

As unidades foram compradas por meio de emendas parlamentares e de recursos do Tesouro Estadual.

– Estou muito feliz em poder ajudar o município de Pinheiro com este novo veículo, que certamente vai ajudar a melhorar o sistema de saúde da cidade. Lamentei na tribuna que pacientes estejam sendo transportados em caminhonetes e me deixa muito feliz o fato de a ambulância estar sendo entregue ao município, o que certamente vai ajudar pessoas que precisam – assinalou Othelino Neto.

Também foram beneficiados os municípios de Joselândia, Buritirana, Governador Edson Lobão, Cajapió, São João do Paraíso, Montes Altos, Pinheiro, além de uma unidade para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Araçagi, em São José de Ribamar.

Ascom

Eliziane rechaça ter encaminhado emenda a Mato Grosso: “não é verdade”

Eliziane Gama na Câmara Federal

Eliziane Gama na Câmara Federal

A deputada estadual Eliziane Gama (Rede), rechaçou há pouco ao blog, ter encaminhado emenda parlamentar para  estado do Mato Grosso.

A parlamentar explicou que o que houve foi um erro de digitação, quanto ao nome do estado para onde foi destinado R$ 500 mil.

O mal entendido começou com a publicação de um documento que mostra o valor descrito para a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedhpop), daquele estado.

Ocorre que em Mato Grosso sequer há essa secretaria. A pasta foi criada sim, no Maranhão, pelo governador Flávio Dino (PCdoB) no ano passado. Gama explicou que um assessor acabou cometendo o erro.

“Um assessor colocou colocou MT naquele cursor que vai girando no sistema do Ministério, ao invés de MA, o que provocou o pequeno erro. Mas todo o escopo da emenda fala que é para o Maranhão. A justificativa da emenda descreve Maranhão, o município e  o bairro para onde é destinado o valor. No espelho da matéria também está descrito Maranhão. A emenda é para o Maranhão e não para Mato Grosso”, afirmou.

Explicações dadas, informação esclarecida e polêmica já vencida.

Roberto Costa critica Simplício Araújo por emenda à instituição de São Paulo

Roberto critica Simplicio Araújo

Roberto critica Simplicio Araújo

Cansado de ver a oposição subir à tribuna da Assembleia Legislativa para criticar o Governo do Estado, o deputado estadual Roberto Costa (PMDB), lamentou, em seu pronunciamento de hoje, o silêncio dos colegas oposicionistas quanto ao envio de recursos na ordem de R$ 250 mil de emenda parlamentar do deputado federal do Maranhão Simplício Araújo (SDD) para uma instituição pública de São Paulo. Também destacou a falta de atitude dos parlamentares quanto à greve dos agentes de limpeza pública, na Região Metropolitana da capital.

Roberto Costa destacou que Simplício Araújo preferiu destinar suas emendas para uma instituição de ensino de São Paulo (UNIFESP), ao invés de colaborar com a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

“Me surpreende um dos líderes da oposição destinar recursos para o estado mais rico do país. Aqui já se discutiu a questão da Universidade Estadual do Maranhão diversas vezes, a situação que a UEMA passa, mas, até agora, não vi nenhum deputado federal, inclusive da oposição, fazer uma destinação de recursos para atender a UEMA, mas fez agora para uma faculdade de São Paulo. Essa é a grande preocupação que a oposição tem hoje para o Maranhão. Na hora de criticar, sabe criticar, mas na hora que tem as condições de fazer, não fazem e priorizam o estado de São Paulo”, criticou.

Greve dos Garis – Costa também ressaltou a greve dos agentes de limpeza pública de São Luís. E, cobrou uma atitude dos colegas de oposição no sentido de interceder no movimento.

“Vim pedir aqui o apoio também da oposição para resolver o problema da greve dos garis que decretaram hoje na nossa cidade. Inclusive eles estão solicitando 24% de aumento, aumento do ticket alimentação, e o presidente do Sindicato dos Garis disse hoje que estão discutindo a jornada de trabalho. Então, eu hoje quero pedir o apoio da oposição ou de algum deputado da oposição, que mais se liga em relação a resolver os problemas de greve, para nos ajudar a resolver também o problema dos garis da Prefeitura de São Luís. Esse é o apelo que eu faço”, pontuou.

Além do reajuste salarial, a categoria pretende discutir com a empresa e o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC) sobre a jornada de trabalho dos profissionais da limpeza pública que é de 12 horas.

Ascom, com edição do blog