Ponte sobre Estreito dos Mosquitos ainda sob análise para liberação

Operários atuam para reparar rachadura em estrutura da ponte / Foto: Diego Chaves

O Estado – Uma visita técnica à ponte Marcelino Machado hoje (22), a partir das 9h, feita por representantes da Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), definirá se a estrutura – que está em obras desde o dia 23 de junho deste ano e que foi interditada parcialmente há um mês – será liberada para o tráfego de veículos. A preocupação, em especial, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), é com o aumento no fluxo de carros que partirão para o interior do estado ou que chegarão à capital maranhense para as festas de fim de ano já que, caso seja mantida a interdição, poderão ser formados longos engarrafamentos.

Segundo o DNIT, durante a visita, será verificado por exemplo se o concreto fixado em vigas de sustentação para o reforço da ponte está totalmente firme. Na tarde de ontem, O Estado esteve no local e acompanhou os últimos reparos feitos por técnicos da construtora responsável pelos trabalhos. Segundo os operários, em dois pontos da pista, ainda são necessários reparos que, caso sejam finalizados a tempo, liberarão a ponte para o tráfego hoje (22) a partir do meio-dia.

Em entrevista por telefone, o superintendente regional do DNIT no Maranhão, Gerardo Fernandes informou que, após a visita, será possível dar um prazo para liberação. “Se tudo estiver cem por cento, liberamos a pista ainda amanhã [hoje]. Caso contrário, o planejamento será refeito”, disse.

Questionado sobre os serviços que foram executados, o superintendente deu outro parecer e disse que, pela avaliação preliminar, os trabalhos deverão se estender até a semana que vem. “Pela complexidade do trabalho, deveremos penso eu terminar em até quatro dias o serviço, ou no máximo na semana que vem”, disse. Segundo o dirigente, pela possibilidade de descumprimento do prazo inicial de entrega das obras, o DNIT agiu para entregar o trecho duplicado da BR-135 (no sentido capital-interior), que passa pelo Campo de Perizes.