Prefeito oferece bolo por “aniversário” de queda de ponte

O prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Rodrigues, encontrou uma forma inusitada para protestar contra o Governo do Estado, em decorrência da falta de infraestrutura de uma ponte situada na MA-138, que liga o município a Estreito.

Lahesio ofereceu um bolo, e publicou um vídeo em rede social, em “homenagem” ao aniversário de um mês da queda da ponte.

“Estamos aqui comemorando um mês de aniversário dessa ponte que quebrou, caiu. Um mês que o governador do estado virou as costas para esta ponte. Um mês que o seu Clayton Noleto não consegue fazer uma ponte de madeira”, disse o prefeito.

O protesto, repito, inusitado, ganhou repercussão nas redes sociais…

Prefeito anuncia fechamento de UPA em Estreito por falta de ajuda do Governo

Documento assinado pelo prefeito anuncia desativação de UPA 24 horas

O prefeito de Estreito, Cícero Neco, Cicinho, encaminhou à Câmara de Vereadores da cidade um documento por meio do qual confirma que fechará a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) construída no município.

Inaugurada em maio deste ano, a unidade custa, segundo apurou O Estado, algo em torno de R$ 400 mil mensais para funcionar adequadamente.

No comunicado, o prefeito diz que nunca conseguiu apoio, nem do governo federal, tampouco do governo Flávio Dino (PCdoB), o que o impossibilitou de manter a UPA em funcionamento.

“Desde a data de sua inauguração, […] o município de Estreito vem arcando com todas as despesas para manter o seu funcionamento, apesar da busca, sem sucesso, de parcerias com o Governo Estadual e/ou Governo Federal”, diz o texto.

Cicinho reclama, ainda, “falta de decisão” para a habilitação da unidade “junto ao Governo Estadual”.

“Todos os procedimentos legais exigidos para habilitar nossa UPA junto ao Governo Estadual foram rigorosamente cumpridos em tempo hábil e, até a data de hoje por falta de decisão do órgão responsável, não obtivemos a devida homologação de funcionamento, fator preponderante ao recebimento de recursos que contribuem, parcialmente, com o total dispendido pelo Município”, destacou.

A SES foi procurada para comentar a alegada “falta de decisão” para a habilitação da UPS de Estreito “junto ao Governo Estadual”, como informado pelo prefeito, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

Informações de O Estado

Leia também: Prefeito de São Pedro dos Crentes diz que SES mentiu para não repassar recursos para a Saúde