Escutec: Sarney Filho e Zé Reinaldo lideram a disputa para o Senado

O ministro do Meio Ambiente Sarney Filho (PV) e o deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), lideram a pesquisa de intenções de votos do instituto Escutec, divulgada hoje.

Sarney Filho aparece em primeiro lugar com 13% das intenções de votos; José Reinaldo, segundo colocado, tem 10,8%. Na terceira colocação está o ex-deputado Gastão Vieira com 10%.

Logo em seguida está suplente de senador Lobão Filho (PMDB), com 9,2% da preferência do eleitorado; Waldir Maranhão (PP), com 6,3%; Weverton Rocha (PDT), com 6,2% e Clóvis Fecury (sem partido), com 2,1%.

No quesito “nenhum deles”, 28,5% dos eleitores assinalaram e ouros 13,9% não souberam ou não responderam a pesquisa, que foi realizada em 80 municípios e ouviu 2034 eleitores.

Lobão Filho na disputa de 2018

Lobão Filho na campanha eleitoral de 2014; senador promete embate em 2018

Adversário de Flávio Dino (PCdoB) nas eleições de 2014 – em que, mesmo nas condições mais adversas possíveis e com uma candidatura construída em cima da hora, obteve mais de 1 milhão de votos -, o ex-candidato a governador Lobão Filho (PMDB) fez esta semana uma revelação que deixou animados os membros do seu grupo político.

“Preparem vossos espíritos, pois a guerra vai começar”, declarou o suplente de senador, abrindo espaço para o debate em grupos de WhatsApp. A princípio, explicou ele, sua intenção é disputar o Senado, estimulando uma candidatura do grupo ao governo.

Mesmo diante do pessimismo de alguns, o ex-candidato a governador mostrou o mesmo ânimo que teve em 2014, quando parecia prestes à vitória contra o comunista. E o raciocínio tem sua lógica de ser.

Segundo o suplente de senador, sua decisão de esperar três anos para começar a fazer o contraponto ao governo de Flávio Dino tem razão de ser nas próprias circunstâncias da eleição passada: Dino entrou nela como favorito e saiu dela com as esperanças da maioria do povo maranhense, que acreditou na história de mudança pregada na campanha.

“Começar a fazer oposição naquele momento, em 2015 ou 2016, seria correr o risco de ser tachado de despeitado. Soaria como choro de perdedor”, avaliou o peemedebista.

Agora, na visão do senador maranhense, o povo já conhece o comunista, começa a mostrar sua decepção com o discurso da mudança e começa, inclusive, a comparar o que o Maranhão tinha até 2014 e que perdeu sob o controle do comunista. “E não é pouca coisa”.

Lobão Filho sabe que esse debate está apenas começando, pretende aprofundá-lo no decorrer dos próximos meses, mas deixa uma pergunta, que, segundo ele, será respondida ao longo deste período: “Por que vocês acham que Roseana está tão animada em voltar a fazer política?”

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Ele já fez o mais difícil…

Imagem da campanha de 2014 no município Senador Alexandre Costa 

Marco D’Eça – O suplente de senador Lobão Filho (PMDB) teve uma das missões mais difíceis da história política do Maranhão nas eleições de 2014.

Em condições absolutamente adversas ele encarou uma disputa com o então favoritíssimo candidato a governador Flávio Dino (PCdoB).

À época, Edinho estava em pleno hospital, convalescendo de cirurgia;

À época, Edinho não tinha sequer jingle, material ou estrutura de campanha para se candidatar.

Sem falar que, à época, o peemedebista jamais tinha disputado uma eleição diretamente.

Mesmo assim, ele aceitou o desafio do seu grupo, que jazia em rumo e desestimulado, diante da força política demonstrada pelo adversário.

E foi nestas condições – repita-se: absolutamente adversas – que Edinho Lobão foi para a disputa.

Praticamente sem chances, ele conseguiu, mesmo assim, entusiasmar os que se aproximaram dele; e levou a campanha no peito e na raça até às vésperas da eleição.

Saiu do pleito com votação de quase 35% e mais de 1 milhão de votos.

Lobão Filho já fez o mais difícil, portanto.

Por tudo isso, diante da claudicância da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) e da falta de outras lideranças com peso político no seu grupo, há se perguntar:

Por que não, de novo, em 2018?!?

Lobão Filho não descarta disputar o Senado em 2018

Lobão FilhoO Estado – O suplente de senador Lobão Filho (PMDB) afirmou a O Estado que o grupo político ao qual pertence começará a discutir no próximo ano a eleição para o Senado Federal e a sucessão da atual gestão no Governo do Estado. O peemedebista não descarta disputar uma das duas vagas que serão abertas no Legislativo, com o término dos mandatos dos senadores João Alberto e Edison Lobão, ambos do PMDB.

O posicionamento de Lobão Filho ocorreu após ele ter sido classificado pelo assessor especial da Presidência da República, Francisco Escórcio (PMDB), como candidato do grupo ao Senado em 2018, ao lado do ministro de Meio Ambiente, Sarney Filho (PV).

Ele avaliou o comentário de Escórcio, não descartou disputar a eleição, mas ressaltou que as conversas sobre o tema só serão iniciadas efetivamente em 2017.

“É natural que meu nome seja lembrado como candidato, uma vez que obtive uma vitória inegável nesta última eleição, apesar de não ter vencido o pleito. Tive menos recursos que meu adversário, vítima de um desejo forte de mudança por parte do eleitorado, e tive pouco tempo para andar pelo estado. Fico agradecido ao deputado Chiquinho Escórcio em carinhosamente fazer esse registro. Esta é uma discussão que o nosso grupo político irá iniciar em 2017”, disse.

Lobão Filho representou o grupo da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) na eleição de 2014 contra o atual governador, Flávio Dino (PCdoB).

Ele assumiu a condição de candidato depois de o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva (PSDB), ter desistido da disputa. Logo após a aquela eleição, Luis Fernando se aliou aos adversários.

Destaque

Lobão Filho atuou como senador da República de janeiro de 2008 a março de 2010 e de fevereiro de 2011 a dezembro de 2014.

Em 2013, no exercício do mandato, ele presidiu a Comissão Mista de Planos e Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) e atuou de forma decisiva na condução do relatório orçamento 2014 do Governo Federal, o que rendeu elogios por parte das bancadas governistas e de oposição.

Na ocasião, o peemedebista foi cumprimentado e elogiado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) e pelo então presidente da Câmara Federal, deputado Henrique Alves (PMDB).

Ele também teve participação nas comissões de Educação, Cultura e Esporte; Serviços e Infraestrutura; Representativa do Congresso Nacional; Relações Exteriores e Defesa Nacional; Comissão de Reforma do Regimento, além do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

Comunista Gutemberg Braga no “estilo” Lobão Filho

2016-07-21-PHOTO-00003219O pré-candidato a vereador de São Luís pelo PCdoB, Gutemberg Braga, resolveu copiar o estilo utilizado pela propaganda eleitoral do senador Lobão Filho (PMDB) na eleição de 2014, para promover-se à Câmara Municipal de São Luís.

Na imagem acima, ele aparece na mesma pose e com as mesmas características utilizadas pelo núcleo de arte e produção do peemedebista, que disputou o Governo do Estado no último pleito.

A imagem de Gutemberg Braga tem sido divulgada, principalmente, em grupos do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp e é a abertura de um convite para a convenção do PCdoB.

Gutemberg Braga é o principal candidato a vereador do partido de Flávio Dino para as eleições municipais.

PMDB prepara projeto ‘Andrea Murad’

fábio e andreaApós o senador João Alberto (PMDB) praticamente fechar as portas para a candidatura do vereador Fábio Câmara (PMDB) à Prefeitura de São Luís, membros do partido já preparam o nome de Andrea Murad (PMDB) para a disputa na capital.

E a senha foi dada ontem mesmo, pelo senador Lobão Filho (PMDB), em entrevista a O Estado.

Edinho afirmou que em caso de impossibilidade da candidatura de Fábio, Andrea seria a saída para a legenda.

“A Andrea pode ser uma alternativa por ser uma parlamentar combativa e como não era pré-candidata não teve como ser avaliada nesta última pesquisa”, afirmou, fazendo referência a pesquisa Econométrica.

Fábio Câmara, contudo, ainda acredita que receberá o apoio da sigla para o pleito.

Mas está enganado…

 

Fábio Câmara afirma contar com o apoio de Lobão para as eleições 2016

Lobão e CâmaraO vereador Fábio Câmara (PMDB) assegurou hoje, por meio de seu perfil, em rede social, contar com o apoio do senador Edison Lobão (PMDB) à sua pré-candidatura à Prefeitura de São Luís.

Câmara foi recebido por Lobão no início da tarde de hoje, em Brasília para apresentar o seu projeto político para as eleições 2016.

“O ex-ministro marcou posição em relação ao assunto e afirmou que estará na capital maranhense para apoiar a minha candidatura que é viável porque nasce verdadeiramente do povo”, disse.

É mais um passo dado por Câmara em direção a consolidação de seu nome no PMDB para a disputa do pleito.

“O Maranhão já se arrepende”, diz Lobão Filho sobre eleição de Flávio Dino

Lobão FilhoO senador Edison Lobão Filho fez hoje (28), após a eleição do novo comando do PMDB em São Luís, novas críticas à gestão do governador Flávio Dino (PCdoB) à frente do Executivo.

Adversário do comunista na eleição de 2014, o peemedebista disse que os maranhenses hoje se arrependem de ter eleito Dino governador.

“O Maranhão hoje todo se arrepende do que aconteceu há um ano. O destino do Maranhão teria sido outro se o PMDB estivesse no comando do Governo do Estado. Infelizmente o povo sofre no interior, na nossa capital, pela falta de um governo”, declarou.

Lobão Filho acrescentou que, com a derrota nas urnas, houve apenas uma “ruptura temporária” no protagonismo do PMDB na política local. Ele avalia que o partido volta mais forte em 2018, após o resultado das eleições municipais.

“Durante muitos anos demos nossa contribuição efetiva na condução do estado do Maranhão. Nas últimas eleições, houve uma pequena ruptura temporária nesse processo”, completou.

Informações do blog do Gilberto Léda