SES esclarece divergência em listas de classificados em seletivo da Saúde

Candidatos haviam denunciado fraude em resultado

Candidatos haviam denunciado fraude em resultado

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) encaminhou ao blog explicações a respeito da denúncia de candidatos aprovados em seletivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) para o Hospital Presidente Vargas, em São Luís.

Os candidatos reclamaram de manipulação do resultado apresentado pela empresa.

Segunda lista classificava apenas dois de um total de 11 aprovados

Segunda lista classificava apenas dois de um total de 11 aprovados

De acordo com a SES, a primeira lista – de um total de três -, foi divulgada para que os candidatos pudessem comprovar os dados informados no ato da inscrição, o que não ocorreu com todos, por isso a divergência na classificação final divulgada.

“Após a análise documental, parte dos candidatos não conseguiu comprovar as informações constantes na ficha de inscrição. Consequentemente, tiveram pontuação reduzida e outros candidatos ascenderam na colocação em virtude disso”, destaca trecho da nota.

“Diante do exposto, a SES repudia quaisquer especulações de manipulação no seletivo e coloca-se à disposição para todos os esclarecimentos na sede da EMSERH, situada no seguinte endereço: Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n, Casa do Trabalhador, 2° andar. Das 8h às 12h e das 14h às 18h”, finalizou.

Última lista contempla nomes que não haviam sido classificados na inicial

Última lista contempla nomes que não haviam sido classificados na inicial

Um dia após polêmica da farsa da estatística do Governo, banco é alvo de bandidos no interior do estado

explosoesUm dia depois de iniciada a polêmica sobre a farsa das estatísticas apresentadas pelo Governo do Maranhão no que diz respeito a assaltos a bancos, ataques a caixas eletrônicos e saidinhas bancárias, mais uma explosão de caixas eletrônicos foi registrado no Maranhão.

O crime ocorreu em uma agência do Banco Bradesco, em Presidente Sarney, por volta de 1h desta madrugada. De acordo com a polícia, cerca de cinco homens efetuaram o crime.

Na manhã de ontem, na Assembleia Legislativa, o deputado Sousa Neto (PTN) desconstruiu a estatística de crimes relacionados às agências bancárias apresentada pelo Governo. O Executivo havia apontado redução de 23% de ataques a caixas eletrônicos e 7% de assaltos a bancos.

Tudo mentira.

O que houve na verdade foi aumento de 36,36% de ataques a caixas eletrônicos e 25% de assalto a banco. Também houve aumento de 50% de saidinhas bancárias do período de janeiro a julho deste ano, comparado a igual período de 2014.

E apesar de mais um crime ter sido registrado hoje, é capaz de o Governo apresentar nova estatística com números mirabolantes, apontando a queda da violência no Maranhão…

Eliziane diz que houve manipulação na decisão do TSE contra o Rede

eliziane redeA deputada estadual Eliziane Gama (PPS) fez forte crítica à decisão dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de rejeitar a criação do partido Rede, idealizado pela ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva.

Para Eliziane, a “velha política está em festa e a democracia de luto”. “Mas não se trata de uma questão aritmética (o número mínimo de assinaturas), jurídica ou burocrática, como tentam fazer parecer. Contra a #Rede sempre houve uma teia de interesses dos mais diversos, envolvendo a perpetuação no poder desse grupo com indisfarçável DNA golpista”, manifesta.

Eliziane Gama aguardava a definição do Rede para migrar para o novo partido e disputar a eleição para o Governo do Estado em 2014 com mais força política e eleitoral, uma vez que Marina também é pré-candidata ao Governo Federal.

Ela já havia manifestado o interesse pela Rede em diversas oportunidades. Gama chegou a ter um encontro com Marina em Brasília. Lá, apresentou o seu projeto de candidatura própria e mostrou o interesse de montar no Maranhão um palanque político para a ex-ministra. Agora, aguarda a definição de Marina Silva em relação ao partido que deve ingressar.

Márcio Jerry constrange e tenta manipular o #VEMPRARUASLZ

marcio jerryO secretário municipal de comunicação, Márcio Jerry (PCdoB), tenta mais uma vez manipular as bandeiras do movimento #VEMPRARUASLZ. Após fracassar com a farsa da reunião entre o Movimento Passe Livre com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) [leia aqui], uma vez que o próprio movimento divulgou nota informando que aquelas pessoas que estavam com o prefeito – todas do PCdoB e do PSB – não representam o MPL, agora Jerry quer que os manifestantes façam cobranças na rua contra a governadora Roseana Sarney (PMDB).

Em seu perfil no twitter, Jerry Márcio constrange e tenta manipular o movimento que nasceu do seio popular e que dispensa qualquer que seja a bandeira partidária. Ele cobra um posicionamento dos manifestantes de São Luís em relação ao denominado pela oposição de “bolsa-eleição”, que na verdade trata-se da formação do Conselho de Gestão Estratégica do Governo do Estado, o mesmo que funcionou nos governos José Reinaldo Tavares e Jackson Lago.

marcio pcdobEssa tentativa de manipulação dos protestos foi denunciada quinta-feira na Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Roberto Costa (PMDB). Na ocasião Costa afirmou que o chefão do comunismo no Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), tenta de todas as formas mudar o foco dos protestos, que têm como principais reivindicações a efetividade de medidas administrativas do Poder Público Municipal. A exemplo: redução da tarifa de ônibus, melhoria do sistema de transporte público e revitalização dos terminais de integração. Todas responsabilidades de Edivaldo Holanda Júnior.

Márcio Jerry, que armou o falso encontro de “manifestantes” com o prefeito, agora quer obrigar àqueles que vão as ruas a levantar voz unicamente contra o Palácio dos Leões. Acha que pode manipular e conduzir o grito do povo para onde apontar o seu nariz. Esquece, no entanto, que o dedo do povo já está apontado para este tipo de manobra, baixa e fracassada. O comunista ainda não percebeu que a população não aceita manipulação de suas reivindicações? Ainda não percebeu que os protestos ocorrem de forma natural, e sendo assim, as reivindicações também surgem naturalmente?

Afinal, quem deu legitimidade a Jerry para dizer o que deve ou não fazer o #VEMPRARUASLZ?