PT oficializa pré-candidatura de Marcio Jardim ao Senado

O comando nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) tomou uma decisão que deve ter desagradado o governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB).

A legenda oficializou a pré-candidatura de Marcio Jardim ao Senado. Jardim foi demitido por Flávio Dino da Secretaria de Estado de Esportes há pouco mais de dois meses.

Chateado pela forma pela qual foi demitido do Executivo e insatisfeito com a situação do PT na atual administração, Jardim buscou uma articulação em Brasília para contrapor Dino. E parece que deu certo.

Natural candidato à reeleição, Dino terá dois nomes governistas para a disputa do Senado. E tudo indica, Weverton Rocha (PDT) e Zé Reinaldo Tavares.

Com uma articulação para que a vaga de vice continue com Carlos Brandão, agora no PRB, o comunista deixaria, nesse contexto, o PT sem qualquer espaço na sua chapa para a disputa eleitoral de 2018.

Com a pré-candidatura de Jardim e um posicionamento mais firme do PT, que serviu no passado, Dino terá de repensar a sua estratégia.

Marcio Jardim desmoralizado…

Flávio fechou aliança política com Aécio Neves para a eleição 2014

Flávio fechou aliança política com Aécio Neves para a eleição 2014

Definitivamente quem deve ter ficado com cara de bobo desolado foi o petista Marcio Jardim, que armou um verdadeiro circo no último domingo, com a realização de um tal encontro do PT com Flávio Dino (PCdoB).

Marcio e uma minoria, que se intitulam membros da ala de uma tal resistência da sigla, ficou desde o ano passado remando contra a maré e tentando levar o PT – ou pelo menos passar essa ideia à população -, para o palanque de Flávio.

Marcio Jardim inventa apoio do PT a Lula e acaba desmoralizado

Marcio Jardim inventa apoio do PT a Lula e acaba desmoralizado

E o que foi que o comunista fez três dias depois de todo esforço de Jardim e do tal “encontro”, que inclusive utilizava em banners, indevidamente, a imagem do ex-presidente Lula e de Dilma Rousseff? Fechou aliança com o PSDB, principal adversário político do PT no Congresso Nacional e nas eleições de outubro. Uma verdadeira rasteira no aliado.

E agora, o que fará Marcio Jardim? Pedirá votos para Flávio Dino e para Aécio Neves em outubro. Ou escolherá Eduardo Campos (PSB)?

Que venha a mudança então! Não é mesmo companheiro?