Eliziane Gama é a única mulher eleita no Maranhão para o Congresso Nacional

Foto: Zeca Soares

A deputada federal Eliziane Gama (PPS), eleita senadora no pleito de ontem, será a única representante do sexo feminino na bancada maranhense no Congresso Nacional a partir de 2019.

Eleita com 1.539.916 votos, Eliziane exercerá mandato de 8 anos a partir de fevereiro de 2019 ao lado do pedetista Weverton Rocha, eleito com mais de 1,9 milhão de votos.

Ela será a única mulher maranhense no Congresso, uma vez que nenhuma outra mulher conseguiu se eleger para a Câmara Federal.

Todas as 18 vagas foram ocupadas por homens.

Mais um discurso que se bem utilizado por Gama, poderá abrir a sua caminhada rumo ao Governo do Maranhão…

Cabo Campos é afastado da própria casa pela Justiça após agredir mulher

O deputado estadual Cabo Campos está afastado da sua residência desde o dia 9 de fevereiro, por força de uma decisão do desembargador José Luiz Almeida, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), relator de um processo em que ele é acusado de ter agredido a própria esposa, Maria José Campos.

A notícia-crime foi encaminhada ao Judiciário após um inquérito policial apurar a denúncia de agressão do parlamentar contra a companheira, com quem convive maritalmente há 26 anos.

Em boletim registrado na Delegacia Especial da Mulher (DEM), no dia 4 de fevereiro, a vítima relatou que, após uma discussão, foi atingida com golpes na cabeça e na boca, na presença de dois filhos.

Ela disse, ainda, que ultimamente vinha sendo agredida verbalmente e constrangida pelo marido.

“A vítima informou que ultimamente tem sofrido agressões verbais e constrangimento moral de seu esposo e que durante uma discussão entre o casal foi agredida de forma violenta e inesperada, tendo o agressor desferido golpes em sua cabeça e boca, lesionando-a, e que os fatos ocorreram na presença de seus dois filhos”, relatou o magistrado em sua decisão.

O processo tramita no TJMA em virtude de o parlamentar ter prerrogativa de foro. Além do afastamento de Campos da residência do casal, o desembargador José Luiz Almeida deferiu outras três medidas protetivas em favor da esposa agredida, dentre elas a proibição de o parlamentar chegar a menos de 200 metros dela ou tentar qualquer tipo de comunicação.

Acompanhamento – No início da semana, a deputada estadual Valéria Macedo (PDT), procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa do Maranhão, disse que acompanha o processo.

“Infelizmente os fatos divulgados pela mídia ocorreram contra uma mulher. A Procuradoria da Mulher na AL está acompanhando a questão de perto. Já há providências concretas. O caso já se encontra no TJMA inclusive com medidas protetivas concedidas contra o agressor deputado estadual Cabo Campos”, declarou.

A pedetista avalia até a possibilidade abertura de processo no Conselho de Ética da Assembleia contra o parlamentar do DEM.

“A questão da persecução criminal, portanto, está encaminhada junto a Procuradoria de Justiça e o TJMA porque o agressor tem foro por prerrogativa de função. Falta avaliar a questão de eventual processo disciplinar na Comissão de Ética na AL pela ação do agressor, que deixa a sociedade perplexa”, completou.

O deputado Cabo Campos foi procurado pela reportagem de O Estado para comentar o assunto, mas não retornou as tentativas de contato. Após a divulgação do caso, ele chegou a gravar um vídeo, em que classificava de “caluniosa” a notícia, que ele atribuiu ao fato de este ser “ano eleitoral”.

“Agora é essa notícia caluniosa que realmente está doendo em meu coração. Estamos em ano eleitoral, eu já esperava alguns ataques, mas um ataque tão maldoso, e tão sem ética, eu não esperava”, disse Campos, pedindo orações a seus simpatizantes

Saiba Mais

Fotos que começaram a circular ontem mostram a esposa do deputado estadual Cabo Campos, Maria José Campos, com marcas no lábio inferior, num leito de hospital.

De O Estado

Projeto que amplia espaços da mulher no legislativo provoca divergências

Gardênia apoia a aproposta

Gardênia apoia a aproposta

O Projeto de Lei do Senado, de autoria da senadora Gleisi Hoffmann (PT-RR) que reserva o percentual mínimo de 50% das cadeiras do legislativo para as mulheres, divide opiniões de deputadas maranhenses.

Eliziane Gama (PPS) e Gardênia Castelo (PSDB) apoiam a proposta, já a deputada Graça Paz (PSL) é indiferente. Para ela, a mulher nutre desinteresse pela política e por esse motivo, nada deve mudar.

“O sistema de cota é necessário para reduzir a desigualdade entre homem e mulher no legislativo brasileiro”, disse Gama.

Graça Paz é indiferente ao projeto

Graça Paz é indiferente ao projeto

Gardênia afirmou que a proposta valoriza a pessoa do sexo feminino. “A mulher já ocupa espaços na política, mas é preciso que avancemos mais. Você dificilmente vê no Senado, por exemplo, uma mulher atuando na Mesa Diretora. As mulheres geralmente não têm espaços nas Mesas das Casas Legislativas. Acho que o projeto é positivo e torço para a sua aprovação”, destaco.

Graça Paz afirmou que nada deve mudar. “A mulher não consegue ocupar sequer os 30% que são destinadas a ela. Há um desinteresse muito grande até pela diferenciação nos partidos políticos. As legendas priorizam as candidaturas masculinas do que as femininas. As donas de casa também não conseguem se engajar na política. Por tudo isso, acredito que nada deve mudar”, finalizou.

O Projeto de Lei foi aprovado na última quarta-feira pela CCJ do Senado e deve ser encaminhado para a pauta de votações em plenário até o fim de janeiro de 2015.

Após sucesso de Paulinha Lobão, coordenação de Flávio copia ideia e agenda “encontro de mulheres”

Ontem na cidade de Codó, Paulinha Lobão reuniu cerca de 10 mil pessoas

Ontem na cidade de Codó, Paulinha Lobão reuniu multidão de cerca de 10 mil pessoas

Após o observar o sucesso que é a mobilização das mulheres – numa articulação direta e liderança de Paulinha Lobão -, na campanha do senador Lobão Filho (PMDB), o comunista Flávio Dino (PCdoB) tentará hoje, com a cópia de uma ideia do peemedebista, atrair e aumentar a participação da mulher em sua campanha política.

Encontro de Flávio com mulheres ocorre hoje às 17h

Encontro de Flávio com mulheres ocorre hoje às 17h

Dino participa hoje às 17h no Hotel Abbeville de uma reunião com as esposas de candidatos e representantes de movimentos sociais que atuam na defesa da figura feminina.

No mês passado, quando Paulinha Lobão iniciou o mesmo movimento junto às primeiras-damas, prefeitas, vice-prefeitas, vereadoras, empresárias, representantes dos 18 partidos políticos da coligação “Pra Frente Maranhão” e representantes de movimentos sociais, blogueiros ligados à oposição classificaram o encontro como “reunião de dondocas”.

Depois de inaugurado com sucesso o “Comitê da Mulher, Pra Frente Maranhão”, esposa e filha de Lobão Filho, Tatiana Lobão, passaram a ser atacadas nas redes sociais. Os agressores então foram duramente repreendidos por dezenas de movimentos sociais que buscam a valorização e que atuam na defesa da mulher no estado – inclusive assinaram uma nota de solidariedade à Paulinha Lobão -, e só então recuaram.

A dor de cabeça da turma oposicionista aumentou ontem, quando Paulinha Lobão conseguiu mobilizar cerca de 10 mil pessoas em Codó. Por isso a reunião de hoje marcada pela coordenação de campanha de Flávio Dino.

É improvável, no entanto, que o sucesso de algo tão natural quanto espontâneo, como acontece com a mobilização de Paulinha Lobão em prol de Lobão Filho, se repita no evento-cópia do comunista. É aguardar…

Eliziane quer criar Observatório da Lei Maria da Penha

Eliziane quer criar observatório

Eliziane quer criar observatório

A deputada estadual Eliziane Gama (MD) quer criar o Observatório da Lei Maria da Penha no Maranhão. Ela revelou a intenção, durante a palestra proferida por Maria da Penha Maia Fernandes na Assembleia Legislativa, na manhã de hoje.

O objetivo do Observatório, segundo a deputada, é garantir o cumprimento da lei que pune agressores de mulheres. “Esse observatório deve ser construído em parceria com órgãos governamentais e não-governamentais. Irei apresentar o projeto”, disse.

Esta é a primeira vez que Maria da Penha Maia Fernandes vem São Luís e participa de programação da Secretaria de Estado da Mulher. Na palestra, Maria da Penha falou de sua história de vida e autografou um livro de sua autoria.