Fernando Furtado só se manifestará após ser notificado pelo TJ

Fernando Furtado é do PCdoB

Fernando Furtado é do PCdoB

A assessoria de comunicação do deputado estadual Fernando Furtado (PCdoB), afirmou ao blog que o parlamentar somente se manifestará da decisão do Tribunal de Justiça, de que ele seja submetido a interpelação judicial, após ele ser notificado pelo TJ.

Até o fim da tarde de ontem, segundo a assessoria, o parlamentar só havia tomado conhecimento da decisão do TJ por meio da imprensa.

O TJ decidiu pela interpelação de Furtado, que deve ser conduzida pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) e pela Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) após ter denunciado um suposto esquema de venda de sentenças na Corte Estadual.

Ele afirmou ter presenciado o pagamento de propina de um deputado estadual a um emissário de desembargador num posto de combustível. Apesar disso, jamais delatou os nomes dos envolvidos no “esquema”.

A decisão pela interpelação judicial ocorreu na sessão jurisdicional de ontem, do Órgão Especial do TJ após ter sido apresentada, oralmente, proposição do desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos.

O magistrado sustentou que a denúncia acaba colocando toda a Corte sob suspeita, por isso a necessidade de explicações por parte do deputado.

Ainda não há data para que a interpelação seja realizada.

Regina Rocha será reconduzida ao cargo de procuradora-geral de Justiça

Regina Rocha foi reeleita na Procuradoria

Regina Rocha foi reeleita na Procuradoria

A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Maranhão, Regina Lúcia de Almeida Rocha, será reconduzida ao cargo de procuradora-geral de justiça, para o biênio 2014-2016, em sessão solene realizada na quarta-feira, 11 de junho, às 19h30, no Hotel Luzeiros, em São Luís.

Regina Rocha foi a candidata mais votada na eleição realizada no Ministério Público do Maranhão no fim do mês passado. Ela obteve 213 votos contra 92 do promotor de justiça Pedro Lino Silva Curvelo.

Após o resultado, a governadora Roseana Sarney confirmou que indicaria a candidata mais votada, ou seja, Regina Rocha, que assim terá mais dois anos à frente do MP do Maranhão.

Regina Rocha ingressou no Ministério Público do Maranhão em 1974. Foi promotora de Justiça titular nas comarcas de São Bernardo, Alcântara, Pinheiro, Bacabal e São Luís. A promoção para o cargo de procuradora de Justiça aconteceu em 1992. Ela exerceu ainda, por dois mandatos, o cargo de corregedora-geral do Ministério Público, nos anos de 2001-2003 e 2007-2009. Assumiu o cargo de procuradora-geral de justiça em 2012.