Escândalo da Funac: Bom Dia Brasil mostra uso de imóvel como comitê de campanha

O Bom Dia Brasil, da Rede Globo, mostrou hoje mais um capítulo do fatídico escândalo da Funac, no Maranhão.

Na reportagem, de Alex Barbosa, da TV Mirante, é possível provar que o imóvel alugado pelo Governo no bairro da Aurora para abrigar unidade da Funac – e pelo qual foram pagos mais de R$ 170 mil, desde 2015, apesar de o Executivo ter ocupado o prédio somente há seis dias -, funcionou, de fato, como comitê de campanha do PCdoB.

Lá funciona como ponto de distribuição de material gráfico do partido e era local para reuniões partidária do então candidato Júlio Guterres.

O Estado havia divulgado o caso em primeira mão.

O Bom Dia Brasil apresentou imagens no local do período de campanha, e lembrou que na semana passada, o secretário de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos, Marcio Jerry (PCdoB), afirmou que não teria como “adivinhar” a filiação partidária do proprietário do imóvel.

Jean Carlos Oliveira é filiado ao PCdoB e participou da propaganda política do partido em 2014 [saiba mais aqui].

Assista a íntegra a da reportagem.

“Jamais fui racista”, diz Eduardo Braide em sabatina

braide-sabatina-o-estado

foto: Flora Dolores, de O Estado do Maranhão

O candidato do PMN à Prefeitura de São Luís, Eduardo Braide, esclareceu ana manhã de hoje, durante a Sabatina O Estado, alguns pontos polêmicos que foram levantados em grupos de whatsapp logo após ele ter se habilitado a disputa de segundo turno na capital.

Dentre os tema abordados, a acusação de racismo feita por um professor da Escola Reino Infantil – e que teria ocorrido em 1992, quando o candidato tinha 16 anos –.

“É uma denúncia sem cara. Até agora o que se viu foi um post de internet e um áudio que ninguém sabe quem gravou. Desafio aos que me acusam a provar o que ocorreu”, afirmou o candidato.

Com relação à denúncia de que, como parlamentar, ele teria participado de esquema de desvio de recursos públicos em Anajatuba, Eduardo Braide afirmou que essa é outra acusação que parte apenas da militância do PDT.

“Para provar que nada tenho a ver com este caso, e que não passa de ataques da militância do meu adversário pedetista, vou disponibilizar todas as minhas certidões negativas, seja da Justiça Estadual, da Federal, como das polícias. E desafio o meu adversário a fazer o mesmo”, completou.

Apesar de não citar o nome, Eduardo Braide denunciou publicamente uma emissora de TV arrendada pelo deputado federal Weverton Rocha (PDT) de estar sendo usada deliberadamente – e desrespeitando a Justiça Eleitoral – para atacá-lo diariamente.

A sabatina com Eduardo Braide encerrou o projeto do jornal O Estado Maranhão para as eleições de 2016.

Com forte repercussão nas redes sociais, e na imprensa em geral, o projeto alcançou o seu objetivo.

Com informações de Marco D’Eça

Destaques da Semana na ‘Blogosfera’

repercutiuO quadro Destaques da Semana na Blogosfera Maranhense de hoje, começa com o imbróglio envolvendo a saída de Felipe Camarão da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação e diretamente ligado a isso, a crise entre os partidos que compõem a base do governo Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

O assunto, explorado inicialmente pelo jornalista Marco D’Eça, ganhou repercussão na maioria dos blogs que atuam na política maranhense, rádios e jornais locais.

Blog do Marco D'Eça

Blog do Marco D’Eça

No primeiro texto sobre o tema [PCdob de olho na vaga de Felipe Camarão no Urbanismo], Marco revela uma disputa do PCdoB pelo cargo do procurador, que está impedido de exercer a função de secretário no governo municipal pela Advocacia Geral da União (AGU), onde segue carreira.

Em outro texto, Marco mostra que, percebendo manobras de aliados do PCdoB e do PDT dentro do próprio governo, o prefeito começa a frear e limitar o poder de ambas as legendas em sua gestão. Em seguida, com o texto: [De como Márcio Jerry é nocivo ao governo Holandinha], o blogueiro detalha como agiu o secretário de comunicação, para a queda e exposição negativa de Felipe Camarão.

Já o blog de Gilberto Léda trouxe com exclusividade uma série de áudios (gravações

Blog do Gilberto Léda

Blog do Gilberto Léda

telefônicas) de envolvidos na morte do jornalista Décio Sá. No texto [Caso Décio: áudios mostram ligações entre acusados dias antes da prisão], aparecem como personagens principais, um dos mandantes, Gláucio Alencar e os policiais civis, Alcides Nunes e Joel Durans. Os envolvidos comentam sobre fatos que estão ligados aos assassinatos de Fábio Brasil e de Décio Sá e parecem preocupados com o desenrolar das investigações da polícia. Há também ligações entre Júnior Bolinha e o advogado Ronaldo Ribeiro. Fica evidente que há bastante proximidade entre dos dois. Esta semana outros áudios podem ser divulgados com exclusividade pelo blog.

Blog do Jorge Aragão

Blog do Jorge Aragão

Jorge Aragão, por sua vez, repercutiu, na análise do blog do Ronaldo Rocha, com notícia em primeira mão – também reproduzida e discutida nos meios políticos, sobre a vinda para São Luís, como adjunto na Secretaria Municipal de Educação, do advogado Paulo Guilherme de Araújo. Auxiliar de Flávio Dino na Embratur e com atuação no instituto do turismo há mais de 20 anos, ele chega para dar suporte a Alan Kardec na pasta e para tentar salvar o PCdoB no governo, que encontra dificuldade com seus quadros na administração. O texto de Aragão que trata sobre o tema é: [PCdoB importa Chefe de Gabinete da Embratur para reforçar a SEMED].

John Cutrim republicou um artigo do secretário de estado de Esporte e Lazer, Joaquim

John Cutrim

John Cutrim

Haickel, no qual há uma critica a falta de diálogo no grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB). O artigo, publicado no domingo da semana passada em O Estado, ganhou repercussão após Cutrim sugerir uma crise e a decadência do grupo político da governadora. Mas, em resposta – na foto ao lado – Joaquim descarta crise e compara o grupo o qual pertence com a oposição liderada por Flávio Dino.

Luis Cardoso abordou a prisão de Macyeli Trabulzi, a Loira Fatal, após ela ter sido acusada de vários casos de golpes contra estabelecimentos comerciais. Ao longo da semana, o blogueiro ainda revelou um pedido de haberas corpus impetrado pela defesa da acusa, mas negado pelo Tribunal de

Luis Cardoso

Luis Cardoso

Justiça do Maranhão.

E para fechar o quadro, o blog do Ronaldo Rocha mostrou, também em primeira mão, o caso da contratação pela Prefeitura de São Luís, de cinco empresas para o fornecimento de equipamentos pesados para a operação tapa-buracos, serviços que se somados, chegam a mais de R$ 4,5 milhões, com a dispensa de licitação. Uma das empresas é higienizadora. O texto foi reproduzido por outros blogs da capital, a exemplo de Daniel Matos e Gilberto Léda.