PRE arquiva denúncia de Rubens Júnior contra Roseana

Roseana Sarney em ato de campanha no município de Cedral

O procurador regional eleitoral no Maranhão, Pedro Henrique Castelo Branco, arquivou uma notícia de inelegibilidade protocolada pelo deputado federal Rubens Júnior (PCdoB) contra a candidatura de Roseana Sarney (MDB), da coligação “Maranhão quer Mais”.

O procurador analisou que, apesar de sócia do Grupo Mirante, Roseana não tem qualquer função de administração em nenhuma das empresas citadas na denúncia do parlamentar.

Rubens Júnior havia afirmado que Roseana era gestora em uma das empresas.

“Pesquisas em sistemas internos do Ministério Público Federal mencionam, a princípio, que a administração das pessoas jurídicas competiria a outros sócios do respectivo quadro”, destacou Castelo Branco, antes de arquivar o processo.

A missão de Rubens Júnior, por tanto, fracassou…

Rubens Júnior questiona registro de candidatura de Roseana Sarney

O deputado federal Rubens Júnior (PCdoB), protocolou na Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão, uma notícia de inelegibilidade contra a candidata Roseana Sarney (MDB).

O parlamentar apontou possível inelegibilidade com a sustentação de que a candidata não teria se afastado de cargos de administração e representação das empresas que possui, a exemplo do Grupo Mirante.

Roseana, contudo, já assegurou não possuir qualquer cargo administrativo nas empresas do grupo.

“Ela deveria ter se afastado e não se afastou dentro do prazo legal”, sustentou o Rubens Júnior.

Como trata-se de um factoide, a tendência natural é de arquivamento da ação…

 

Rubens Júnior prega compromisso com a eleição de Zé Reinaldo

Marco D’Eça – O deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB) pregou ontem, no II Encontro da Gratidão, em São Mateus, que a base do governo Flávio Dino (PCdoB) se una em prol da candidatura do ex-governador José Reinaldo Tavares ao Senado, em 2018.

Como justificativa, Pereira Júnior lembrou do sacrifício do ex-governador em prol das eleições de Jackson Lago (PDT) – em 2006 – e Flávio Dino, em 2014; e defendeu que, 2018, seja o ano do socialista.

– Em três oportunidades [2006, 2010 e 2014], em prol da unidade política de nosso grupo, Zé Reinaldo abdicou do projeto de chegar ao Senado. Poucos são os políticos no Brasil que possuem a sua trajetória e, ao mesmo tempo, sua humildade. Em 2018, será o ano do Zé Reinaldo. Será o ano no qual o povo maranhense o elegerá senador. Tenho certeza e total confiança que ele mostrará, de fato, para que serve um senador – afirmou Rubens Júnior.

Presidente da Famem, Tema Cunha tem atuado fortemente entre os prefeitos pela candidatura de Tavares

Principal aliado de Tavares entre os prefeitos, o presidente da Famem, Cleomar Tema, pregou que o apoio à candidatura do ex-governador é um gesto de reconhecimento.

– Os gestores apoiam Zé Reinaldo porque reconhecem o seu trabalho enquanto governador e político que já exerceu vários mandatos e cargos importantes. Ele sempre trabalhou pelo desenvolvimento dos municípios. E será, tenho certeza, o primeiro senador verdadeiramente municipalista do nosso estado – defendeu Tema.

O ex-governador divulgou documento em que se compromete a lutar pelos municípios na Câmara Alta

Durante o evento, José Reinaldo leu a Carta de Compromisso com os Municípios do Maranhão. Ele garantiu que, na Câmara Alta, trabalhará incansavelmente para trazer novos investimentos para as prefeituras maranhenses.

– Vamos continuar seguindo em frente, levando nossa pré-candidatura e nossas propostas para todo o estado. Tenho muito amor pelo Maranhão e, no Senado, transformarei esse sentimento em ações concretas e que resultem em investimentos que beneficiem os municípios e suas populações – assegurou.

Rubens Júnior critica STF após tribunal acatar ação contra o Governo do MA

O deputado federal Rubans Júnior (PCdoB), coordenador da bancada maranhense na Câmara Federal, optou por atacar a Corte do Supremo Tribunal Federal (STF), após o tribunal ter aceitado julgar uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) proposta pela Confederação Nacional dos Estabelecimento de Ensino (Confenen), contra a gestão do Procon, no Governo do Maranhão.

A Confenen denunciou aparelhamento no Procon, com pelo menos 347 servidores contratados pelo órgão sem a realização de concurso público. O Procon é gerenciado por Duarte Júnior, também do PCdoB.

“Ao questionar o número de contratados no Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor no Maranhão (Procon/MA), aparentemente falta o que fazer no Supremo Tribunal Federal (STF)”, disse o parlamentar na Câmara Federal.

Além da ação no STF, e que deve resultar na exoneração dos 347 contratados do órgão sem realização de concurso público – como prevê a lei que criou o Procon -, o Governo do Maranhão também é alvo de uma ação popular que tramita na Justiça Estadual, ajuizada pelo advogado Thiago Brhanner Costa.

A ação pede que o Procon seja obrigado a realizar, em no máximo 60 dias, concurso público para o preenchimento de 347 vagas no órgão.

Por isso o incômodo de Rubens Júnior…

Rubens Júnior faz piada com rejeição das contas de Dilma pelo TCU

Rubens JúniorMembro da base do Governo Federal na Câmara, o deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB) resolveu brincar com a rejeição pelo Tribunal de Contas da União (TCU) das contas da presidente Dilma Rousseff (PT) em relação ao exercício financeiro de 2014.

Em seu perfil, em rede social, o comunista fez referência ao quadro de pedido de música do Fantástico, da Rede Globo, que diz respeito aos gols marcados nas rodadas de fins de semana do Campeonato Brasileiro. No quadro, um atleta tem direito a pedir música caso faça três gols numa mesma partida.

“Governo sofreu derrota hoje na sessão do Congresso, do STF e do TCU. Já pode pedir música no Fantástico”.

Resta saber qual será a reação de Flávio Dino (PCdoB) – que tenta a todo custo, mostra alguma importância ao lado de Dilma -, à “brincadeira” do colega de partido.

Novos ares para cinco deputados

Deputada Eliziane Gama

Deputada Eliziane Gama

Os deputados estaduais Zé Carlos da Caixa (PT), Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Eliziane Gama (PPS), André Fufuca (PEN) e Victor Mendes (PV) serão diplomados deputados federais no fim desta semana, pelo Tribunal Regional Eleitoral. Os cinco parlamentares vão encarar novos desafios em Brasília, após dois mandatos como deputados estaduais.

Coincidentemente, Pereira Júnior, Mendes e Eliziane chegaram juntos ao parlamento estadual, em 2006. Zé Carlos da Caixa, por sua vez, está no primeiro mandato de deputado, garantindo a eleição de federal na primeira disputa, bem como André Fufuca.

Deputado Zé Carlos

Deputado Zé Carlos

Pereira Júnior e Mendes chegaram ao Parlamento na esteira da boa trajetória política dos pais, os ex­deputados Rubens Pereira e Filuca Mendes, respectivamente. Eliziane, por sua vez, chegou à Assembleia como representante da igreja Assembleia de Deus, elegendo­se na primeira disputa e fazendo carreira meteórica. Reelegeu­se em 2010 e teve excepcional desempenho nas eleições municipais de 2012, o que a credenciou a voos mais altos. Este ano, foi a deputada mais votada do Maranhão e é a favorita na disputa pela Prefeitura de São Luís.

Rubens Pereira Júnior

Rubens Pereira Júnior

Junto com os cinco deputados estaduais, o vereador Sérgio Frota (PSDB) também muda de patamar político a partir de fevereiro. Ele foi o único vereador de São Luís eleito para a Assembleia com a força de ter sido o mais votado deputado estadual na capital maranhense, superando figurões como Edivaldo Holanda (PTC), pai do prefeito homônimo, e Gardeninha Castelo (PSDB), filha do ex­prefeito João Castelo (PSDB).

Comandante do Sampaio Corrêa, que fez boa campanha na Série B do Campeonato Brasileiro, Frota chega à Assembleia com cacife para polarizar um projeto eleitoral em 2016, embora se mantenha ainda distante do tema. De uma forma ou de outra, são atores políticos que mudam de patamar em 2015.

Da coluna Estado Maior, com edição do blog

Rubens Júnior: “O bloco de oposição agora se chama bloco de transição”

Rubens Júnior fala que a oposição espera por uma gestão de diálogo de Arnaldo

Rubens Júnior fala que a oposição espera por uma gestão de diálogo de Arnaldo

O líder do Bloco de Oposição na Assembleia Legislativa, deputado Rubens Júnior (PCdoB), de forma bem-humorada, falou ao blog qual deve ser a postura do bloco oposicionista em relação ao governador em exercício, Arnaldo Melo (PMDB).

“Se pudéssemos brincar hoje em relação ao tema, eu diria que o bloco hoje não é o de oposição, mas sim o bloco de transição. Estamos preocupados somente com a transição. Nada além disso”, afirmou.

Mais cedo, o deputado Marcelo Tavares (PSB) também já havia falado sobre o tema. Na ocasião, ele ponderou que os deputados oposicionistas iriam aguardar a postura de Arnaldo em relação à Casa, para somente então definir de que modo agir.

O socialista, assim como Rubens, no entanto, garantiu que a oposição não tem qualquer interesse em provocar “clima de perseguição” ao governador Arnaldo Melo.

Luis Fernando incomoda

Luis Fernando é recebido por multidão em Lago da Pedra

Luis Fernando foi recebido por multidão em Lago da Pedra no fim de janeiro

Deve ganhar o mesmo destino de um pedido de impeachment protocolado mês passado contra a governadora Roseana Sarney (PMDB) uma representação que a oposição anunciou que protocolará contra o pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado, Luis Fernando Silva, por suposto abuso de poder político e econômico.

A ação é encabeçada por deputados oposicionistas ligados ao comunista Flávio Dino, e mostra, mais do que alguma suposta irregularidade cometida pelo peemedebista, o incômodo dos adversários com o desempenho político-administrativo dele.

Na condição de secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva tem percorrido o estado inteiro com um único objetivo: concluir até o fim do mês de março a missão dada pela governadora de iniciar as obras de pavimentação de estradas que garantirão que todas as 217 sedes municipais maranhenses sejam interligadas por rodovias asfaltadas. (Para quem não sabe, a interligação tornará o Maranhão o primeiro estado nordestino a conseguir a proeza).

Do trabalho, tem surgido o reconhecimento de prefeitos e importantes lideranças regionais, que não se têm furtado a declarar abertamente apoio à pré-candidatura do principal auxiliar da governadora Roseana. Que se mal estivesse – como fazem questão de alardear os comunistas – tanto incômodo não despertaria. A ciranda pré-eleitoral vai mostrar em breve a posição de cada um na corrida para o Governo do Estado.

Da coluna Estado Maior, de O Estado