Eliziane e Weverton eleitos para o Senado

Os deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) foram eleitos para o Senado da República.

O pedetista obteve mais de 1,8 milhão de votos. Votação mais expressiva do que a registrada pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Sarney Filho (PV) ficou na terceira posição e o senador Edison Lobão (MDB) foi o quarto colocado.

Nos bastidores já fala-se em Weverton Rocha para o Governo em 2022. Eu hein…

Adversários perdidos com o posicionamento firme de Alexandre Almeida

Desde o início da semana, quando resolveu atacar o candidato ao Senado Edison Lobão (MDB), o deputado estadual Alexandre Almeida (PSDB), candidato ao Senado na chapa de Roberto Rocha (PSDB), tem sido alvo de suposições sobre a motivação de seu posicionamento forte no programa eleitoral.

Ontem ele resolveu “partir para cima” do candidato Weverton Rocha (PDT), da chapa de Flávio Dino (PCdoB).

Para aliados de Flávio Dino, a exemplo do deputado estadual Rogério Cafeteira (DEM), nas entrelinhas, o posicionamento de Almeida pode ter sido articulado para beneficiar o também candidato ao Senado, Sarney Filho (PV).

Cafeteira utilizou o seu perfil no twitter para levantar a polêmica: “Alexandre Almeida já alfinetou Weverton e Lobão na TV, será que fará o mesmo com Sarney Filho?”, questionou.

Já Joaquim Haickel, que já foi aliado do grupo Sarney, flertou com Flávio Dino logo após a eleição de 2014 e agora retorna ao berço, sugere intervenção de Dino.

“Vocês devem estar se perguntando, porque Flávio Dino patrocinaria o ataque de Alexandre Almeida a Weverton? Para semear o caos no grupo Sarney, esfacelar o grupo adversário e vencer a eleição no primeiro turno! Se precisar sacrificar um companheiro para isto, o comunista não pensaria duas vezes”, disse.

Estão literalmente perdidos em suas próprias convicções e análises.

Vamos aguardar os próximos programas do candidato…

Alexandre Almeida bate forte em Lobão e defende renovação no Senado

O deputado estadual Alexandre Almeida, candidato ao Senado pelo PSDB, fez forte crítica ao senador Edison Lobão, candidato à reeleição pelo MDB, em uma inserção veiculada no Horário Eleitoral Gratuito.

No programa ele compara a sua trajetória política com a do adversário. Com a imagem e diálogo de atores, o programa de Almeida cita investigação a Lobão: “No velho Maranhão, tem Edison Lobão, investigado por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha”.

E completa com a informação de que o emedebista já possui 32 anos de mandato: “querendo mais 8 para completar 40”. “Éguas”, destaca trecho do programa.

Almeida se identifica ao eleitorado como o candidato ao Senado mais jovem do país.

E agora parece já ter definido uma nova estratégia de campanha.

Pesado, não?!

Rádio Mirante AM começa a entrevistar candidatos ao Senado

A partir desta segunda-feira (27), a Rádio Mirante AM vai entrevista todos os onze candidatos ao Senado Federal pelo Maranhão.

As entrevistas serão feitas no programa Ponto Final, apresentado pelo jornalista Roberto Fernandes e terá a duração de uma hora, sempre das 10h às 11h.

A ordem dos entrevistados foi definida através de sorteio e o primeiro entrevistado é o candidato Saulo Pinto (PSOL).

Os ouvintes, através do WhatsApp da Rádio Mirante AM (98) 99142-5060, poderão encaminhar, por meio de mensagem de texto, perguntas aos candidatos ao Senado. Veja abaixo a relação dos candidatos e respectivas datas.

Segunda-feira (27/08) – Saulo Pinto (PSOL)
Terça-feira (28/08) – Alexandre Almeida (PSDB)
Quarta-feira (29/08) – Saulo Arcangeli (PSTU)
Quinta-feira (30/08) – Iêgo Bruno (PCB)
Sexta-feira (31/08) – José Reinaldo Tavares (PSDB)
Segunda-feira (03/09) – Sarney Filho (PV)
Terça-feira (04/09) – Weverton Rocha (PDT)
Quarta-feira (05/09) – Preta Lú (PSTU)
Quinta-feira (06/09) – Eliziane Gama (PPS)
Segunda-feira (10/09) – Samuel Campelo (PSL)
Terça-feira (11/09) – Edison Lobão (MDB)

Eleições 2018: Alexandre Almeida cumpre agenda em Imperatriz

O pré-candidato ao Senado mais jovem do Brasil, deputado Alexandre Almeida (PSDB), conversou com imprensa, participou de uma rodada de conversa com empresários, e foi apresentado a várias lideranças da cidade de Imperatriz no último fim de semana.

O parlamentar foi o primeiro nome para o Senado da chapa do pré-candidato a governador Roberto Rocha (PSDB) a ser anunciado num ato político que movimentou seu berço eleitoral, a cidade de Timon. O outro nome da chapa de Roberto Rocha é o ex-governador José Reinaldo Tavares.

Alexandre Almeida tem acompanhado Roberto Rocha nas andanças pelo Maranhão para divulgar sua pré-candidatura. Ele está em Imperatriz desde a última quinta-feira (4). No último sábado, junto a Roberto Rocha, Madeira e outros tucanos locais esteve na recepção do pré-candidato a presidente da República Geraldo Alckmim que no sábado, 7, sábado cumpriu agenda em Marabá, mas pernoitou em Imperatriz.

Na cidade, Almeida foram fez visitas para fortalecer seu projeto de se eleger senador da República.

Na manhã de quarta-feira ele visitou o ex-prefeito Madeira, esteve no Sistema Nativa de Comunicação (Arimatéia Jr, Edy Soares, Valdinei Lima, Michela Vieira) e concedeu entrevista ao jornalista José Filho (Jornal dos Municípios), e encerrou a manhã com uma visita aos diretores do Jornal O Progresso (Sérgio Godinho e Sérgio Henrique).

Na conversa com os diretores de O Progresso o tema “eleição 2018” só entrou quase no final da conversa. Alexandre se interessou pela impressionante trajetória do jornal nestes 48 anos de testemunha da vida da cidade, ressaltou o empreendedorismo da direção do veículo e ouviu dos diretores seus novos projetos para O Progresso que passa pela reformulação de um novo portal e a inclusão de uma TV e um rádio web.

Sobre sua pré-candidatura ao Senado, Alexandre Almeida ressaltou que aceitou o convite do PSDB por entender que há a necessidade da abertura de um novo caminho político no Maranhão.

“Entendemos que precisamos aproveitar a oportunidade dessa eleição para promover um debate em torno de políticas públicas, que de fato possa melhorar a vida do cidadão maranhense. Foi dentro desse ambiente que aceitei o convite” ressaltou.

Na manhã de sexta-feira, dia 6, o pré-candidato fez uma visita ao líder empresarial Marcone Marques e conheceu o vereador Hamilton Miranda.

Alexandre Almeida aos 34 anos de idade já foi vereador de Timon, foi duas vezes candidato a prefeito e exerce atualmente o segundo mandato de deputado estadual.

“Quero ser o porta voz dos projetos voltados para a melhoria da vida dos jovens, mas sobretudo um senador comprometido com a política que possa contemplar o interesse da população, e não interesses particulares” concluiu.

Com informações do blog do Elson Araújo

Alexandre cumpre agenda de pré-candidatura ao Senado na Região do Munim

A região do Munim foi a escolhida pelo deputado Alexandre Almeida (PSDB), pré-candidato ao Senado, para mais uma etapa da intensa agenda que vem cumprindo por todo o Maranhão. Acompanhado do senador Roberto Rocha (PSDB), Almeida visitou os municípios de Icatu, Axixá, Rosário, Presidente Juscelino, Morros e Humberto de Campos.

Segundo Alexandre Almeida, a região do Munim, pelos seus atrativos naturais, tem um grande potencial turístico que precisa ser estimulado. “O turismo é um segmento que pode desenvolver economicamente todos os municípios que compõem essa região. Precisamos de políticas públicas que fomentem essa atividade”, pontuou o deputado.

A agenda iniciou pelo município de Icatu, com reuniões com lideranças locais. Em seguida, a comitiva esteve em Axixá. Nesse município, Alexandre Almeida e Roberto Rocha reuniram-se com a prefeita Sônia Campos (PDT), com o presidente da Câmara de Vereadores, Sandro Maciel, e com o secretário do Sindicato dos Trabalhadorea Rurais, Augusto Andrade.

Em Rosário, a comitiva participou de uma reunião com a prefeita Irlahi Moraes (PMDB), secretários municipais e lideranças. Em seguida, Alexandre Almeida esteve em Presidente Juscelino, onde foi recebido pelo prefeito Magno Teixeira (PP), secretários e vereadores. Ainda no município, o parlamentar participou de uma reunião com lideranças organizada pelo empresário Ricardo Lago.

Concluindo a agenda, Almeida esteve no município de Morros, onde foi recebido por Milton José, o Paraíba, uma forte liderança local. E ainda em Humberto de Campos, oportunidade em que reuniu-se com o prefeito Zé Ribamar (PSB). “Fechamos mais um ciclo intenso de reuniões. Estou muito entusiasmado com a recepção que tive em todos os municípios que visitei. Conversamos com grandes lideranças, com a população, apresentamos propostas, resultados, enfim, tivemos dias intensos e produtivos. Acredito que o povo maranhense será o grande beneficiado”, destacou Alexandre Almeida.

Flávio Dino confirma Eliziane e Weverton na chapa para o Senado

O governador Flávio Dino (PCdoB) confirmou, no fim de semana, os deputados federais Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT) na chapa majoritária para a disputa do Senado.

A confirmação ocorreu durante o evento de pré-campanha do comunista “Diálogos pelo Maranhão”, do qual participaram lideranças políticas e presidentes de partidos alinhados ao projeto do chefe do Executivo.

– Com este grupo não estou sozinho e tenho certeza que, com Eliziane, Weverton, Brandão, Márcio Jerry e tantos outros, conseguiremos vencer novamente esta luta – disse.

Carlos Brandão, vice-governador do Maranhão, também foi confirmado por Dino.

 

Alexandre Almeida vai disputar o Senado pelo PSDB

O Estado – O deputado estadual Alexandre Almeida (PSD) está ultimando os detalhes em seu grupo político para se filiar ao PSDB. Ele será o candidato a senador pela legenda, na chapa do senador Roberto Rocha, candidato ao governo.

“Me senti honrado com o convite do PSDB e vou disputar o Senado. A filiação deve ser confirmada semana que vem. Estou apenas tomando as últimas providências no meu grupo político, para que tenhamos também um candidato tucano à Assembleia Legislativa, representando Timon e o leste maranhense”, disse Almeida.

Deputado de dois mandatos na Assembleia Legislativa, Alexandre Almeida decidiu dar vôos mais altos nestas eleições e se apresentou como opção ao Senado, primeiro pelo seu atual partido, o PSD. Interessado em montar uma chapa forte, Roberto Rocha decidiu formalizar convite ao parlamentar para que fosse candidato pelo PSDB.

A transferência de Alexandre para o ninho tucano teve a influência também do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira.

“Eu e o Roberto conversamos e entendemos ser importante ter uma jovem liderança como Alexandre Almeida em nossa chapa senatorial. Ele vai agregar valor em todo o Maranhão”, disse Madeira, que participará da filiação semana que vem.

Além de Alexandre Almeida, os tucanos tentam ainda atrair o ex-governador José Reinaldo Tavares para completar a chapa de senadores pelo PSDB.

Ala do PT declara apoio a Waldir Maranhão

Embora o presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de São Luís, vereador Honorato Fernandes tenha se colocado de forma contrária ao pedido de filiação do deputado federal Waldir Maranhão, uma ala petista, liderada pelo deputado estadual Zé Inácio manifestou apoio ao parlamentar.

Waldir formalizou pedido de filiação após reunião com José Dirceu e o secretário de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos, Marcio Jerry (PCdoB)na residência do deputado federal Weverton Rocha (PDT), em Brasília.

Ele é tratado como prioridade para a disputa a uma vaga no Senado da República pela direção nacional do PT, após ter atuado em defesa da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) durante o processo de impeachment.

Com o apoio da militância do PT a Waldir Maranhão, a sigla – dona do maior tempo na propaganda política que será veiculada no rádio e na televisão -, entra de vez na briga por espaço na chapa majoritária do governador Flávio Dino (PCdoB), que agora terá poucas opções.

Ou deixa de apoiar um dos dois pré-candidatos que já estavam consolidados para a disputa ao Senado [Eliziane Gama e Weverton Rocha] para incluir Waldir na disputa, ou oferece a vaga de candidato a vice-governador para o PT.

Neste caso, o DEM pode começar a buscar, também, outros rumos…

Waldir Maranhão, Eliziane Gama e Weverton Rocha: alguém vai dançar…

Ganhou forte repercussão o pedido de filiação do deputado federal Waldir Maranhão (Avante) aos quadros do PT.

Waldir é uma imposição da direção nacional da sigla para a disputa por uma das vagas ao Senado pela chapa do governador Flávio Dino (PCdoB).

O parlamentar é tratado como prioridade da legenda após ter atuado em defesa da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) na ocasião em que presidiu, de forma interina, a Câmara Federal.

Ele chegou a anular a sessão que declarou o impedimento da ex-presidente. Depois, ameaçado de ser expulso do PP e por consequência perder o mandato, teve de voltar atrás e dar prosseguimento ao processo de impeachment.

Ocorre que Waldir desembarca numa possível chapa do governador Flávio Dino já pré-estabelecida.

Dino tem como pré-candidatos ao Senado os deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS).

O primeiro foi acolhido por Dino após o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, impor o seu nome em troca da manutenção do partido na base do Governo do Estado.

A segunda conseguiu aproximar o comunista – que disputará a reeleição -, da comunidade evangélica, sobretudo da Igreja Assembleia de Deus.

São três os nomes na mesa para a formação da chapa majoritária de Flávio Dino.

Apenas duas vagas, contudo, estarão em jogo.

Alguém vai dançar…