Luis Fernando determina remoção de trailers em São José de Ribamar

Auto de infração foi entregue a proprietário de trailer com aviso para remoção de estrutura

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), determinou a remoção dos tradicionais trailers da Avenida Gonçalves Dias, no centro da cidade.

Os trailers são utilizados por comerciantes – pais de família -, para a comercialização de lanches.

O prazo dado pela Prefeitura é de 15 dias para que os proprietários dos pontos comerciais desocupem a área.

A determinação do município, pegou de surpresa os comerciantes, que agora temem por prejuízos financeiros diante de um cenário de grave crise.

Os comerciantes preparam para amanhã, uma manifestação no centro da cidade. O objetivo é chamar a atenção da população para a medida.

A Prefeitura de São José de Ribamar ainda não se posicionou sobre o tema…

SSP apresentará bandidos que fuzilaram policial

trailerA Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Maranhão marcou para hoje a apresentação das pessoas presas, suspeitas de participação nos ataques a trailers da Polícia Militar e delegacias de Polícia Civil, registrados entre a noite de sábado (9) e a madrugada de domingo (10), na Região Metropolitana de São Luís. Segundo a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), sete homens e uma mulher, traficantes de drogas, foram autuados em flagrante, e com eles apreendidas cinco armas de fogo e veículos.

“Não podemos adiantar nomes, pois as diligências continuam. O que podemos dizer é que três pessoas foram presas no bairro Sacavém, entre elas uma mulher que já responde por tráfico de drogas. Neste mesmo local, outras duas pessoas que acompanhavam o trio morreram em confronto com a polícia. Também foram presas duas pessoas no bairro João Paulo e outras duas no bairro Jaracati. A oitava prisão aconteceu nas imediações do bairro Santa Cruz”, revelou em entrevista a O Estado o superintendente da Seic, Augusto Barros Neto.

Com os presos, as polícias Civil e Militar conseguiram apreender pelo menos cinco armas de fogo, três revólveres calibre 38 e duas pistolas calibre 380. Além das armas, foram recolhidos com os suspeitos três veículos, já reconhecidos como os mesmos utilizados nos ataques aos trailers do bairro Vila Nova, onde o PM Francinaldo Sousa Pereira, de 41 anos, foi executado com 23 tiros de pistolas calibre 380 e 9 mm; e do Bairro de Fátima, onde o sargento Marco Antonio Correa Cutrim e uma moradora foram baleados, mas não correm risco de morte.

“Estavam em posse dos suspeitos um automóvel Volkswagen Bora de cor prata [NHS-3899] e uma caminhonete Chevrolet S10 marrom, sem placas. Em outro flagrante lavrado por nossos delegados, foi apreendido ainda um Chevrolet Corsa Classic prata, porém, a autenticidade das placas ainda é investigada”, acrescentou o chefe da Seic, que, apesar de cauteloso quanto ao repasse das informações, confirmou o que o secretário de Segurança, Aluísio Mendes, já havia antecipado: nos aparelhos celulares dos presos havia mensagens de ordem para os ataques.

“Um dos fortes indícios de participação dessas pessoas nessa série de ataques criminosos é justamente este. Encontramos mensagens nos celulares desses suspeitos que, ao que se pôde verificar, foram orquestrados por líderes das principais facções criminosas de dentro do sistema prisional. É claro que toda essa dinâmica ainda está sob investigação, porém, é fato a ligação dos autuados com as principais gangues responsáveis por crimes de assaltos, homicídios e tráfico de drogas”, informou Augusto Barros Neto, após reunião com a cúpula da SSP.

Saulo Maclean, de O Estado