Após 9 dias, acaba a greve dos trabalhadores da Construção Civil

Trabalhadores permaneceram reunidos em frente ao MPT durante audiência

 Os trabalhadores da construção civil da capital decidiram ontem acabar com o movimento grevista. Os profissionais conseguiram chegar a um acordo com os empresários após a realização de duas audiências no Ministério Público do Trabalho. A última audiência foi realizada ontem quando houve consenso entre as partes. O reajuste salarial de 18,13% exigido pela categoria será pago de forma parcelada.

A audiência da última terça-feira entre o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil do Maranhão, o Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon) e o Ministério Público do Trabalho, foi fundamental para o acordo. Na reunião de ontem, no entanto, foram oficializadas as propostas já acatadas em assembléias gerais das duas partes (trabalhadores e empresariado).

De acordo com o presidente do sindicato dos trabalhadores, Humberto França Melo, os valores acordados são de R$ 860,20 para oficiais, R$ 640,20 para meio-oficiais, R$ 580,80 para ajudantes e 7% para quem recebe acima dos pisos. O movimento paredista que durou nove dias, mobilizou cerca de 200 mil profissionais em todo o estado.

Com a proposta, os trabalhadores com a classificação profissional de ‘oficial’, deverão passar a receber ainda este mês (retroativo a novembro) R$ 816,20 e a partir de junho, o total de R$ 860,20; os ‘meio-oficiais’ receberão R$ 616,60 e em junho, R$ 642,40 e os profissionais com a classificação de ‘ajudantes’ devem receber R$ 585,20, valor fixado também para o mês de junho. 

Mais

 A greve dos trabalhadores da construção civil da capital durou nove dias e envolveu cerca de 200 mil trabalhadores de todo o estado, exceto os profissionais que atuam em Imperatriz e Estreito, municípios que pertencem a uma convenção própria. A partir de hoje, as principais obras imobiliárias que estavam paradas na capital, voltarão a receber atividades diárias.

1 pensou em “Após 9 dias, acaba a greve dos trabalhadores da Construção Civil

  1. Finalmente os trabalhadores de construção estão aprendendo a lutar pelos seus direitos um atitude que deveriam ser seguida por todos aqueles que se sentem injustiçado sobre todas as formas de injustiça por parte dos patrões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *