Fernando Fialho sem prestígio

Fernando Fialho: o alvo da oposição

Fernando Fialho pode ser alvo de uma CPI na Assembleia

A articulação de parte da base governista na Assembleia Legislativa com a oposição para que seja criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o convênio assinado por Fernando Fialho com o Instituto Vera Macieira – apenas evidencia a falta de prestígio do secretário dentro do governo.

Malquisto por muitos na administração estadual, Fialho não conseguiu explicar o convênio de R$ 5 milhões assinado junto a um instituto que sequer foi encontrado até hoje.

Além disso, já foi aberta investigação contra ele no Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) deu prazo de 15 dias para ele manifestar sua defesa, após a oposição na Assembleia questionar no tribunal a legalidade dos contratos licitados.

A falta de prestígio de Fialho começou desde a sua convocação na Assembleia. Foi a própria base do governo – que detém ampla maioria na Casa – quem permitiu a aprovação do requerimento do deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB). É essa mesma base agora que tenta articular uma CPI para por um fim na trajetória de Filho no governo Roseana.

Sem apoio, sem prestígio e sem explicação convincente em relação ao caso Vera Macieira, Fernando Fialho parece ter só um caminho, que é pedir demissão do cargo que ocupa.

1 pensou em “Fernando Fialho sem prestígio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *