Moacir contesta indicação de Honaiser para a composição de chapa com Dino

Moacir Feitosa

Moacir Feitosa

O pedetista e ex-secretário municipal de Educação de São Luís, Moacir Feitosa contestou ontem, ao radialista Roberto Fernandes, da rádio Mirante AM, a decisão da Executiva Estadual do PDT de indicar o empresário Márcio Honaiser para a composição da chapa de Flávio Dino (PCdoB) na condição de candidato a vice-governador.

De acordo com o pedetista, a indicação de Honaiser não foi uma escolha democrática da legenda, mas sim uma imposição do deputado federal Weverton Rocha e seu grupo, pelo menos foi o que garantiu hoje no ar, o radialista.

Fernandes ouvia as informações sobre política, num link ao vivo do repórter Jorge Aragão, que na ocasião comentava a decisão do PDT, quando pediu para fazer as devidas ponderações sobre as quais Moacir o havia transmitido por telefone.

“Moacir contestou essa informação e disse que nada foi decidido. Ele afirmou que a maioria dos membros decidiu sair da reunião após a indicação”, disse.

A disputa interna no PDT, que existe mesmo após a saída dos “Lago”, porém, não deve trazer qualquer reflexo na indicação de Honaiser para a chapa majoritária, que é bancada pelo presidente nacional do partido, Carlos Lupi e por Weverton Rocha.

Resta saber apenas se o partido já combinou a indicação do empresário com Flávio Dino…

1 thought on “Moacir contesta indicação de Honaiser para a composição de chapa com Dino

  1. A maioria dos membros consistem em Moacir Feitora, Pavão filho, o ex- vereador Alencar, Sandra Torres, Deoclides Macedo, Dalton, Fábio Macedo, Valeria Macedo e Léo Costa. Lembrando que estes dois últimos estão sempre ao lado dos Sarney’s. Léo Costa com Gastão Vieira, pelos menos, a imprensa publica constantemente e a deputada Valéria Macedo vota diariamente nas matérias de interesse do governo estadual na Assembléia Legislativa. Eles se retiraram pois seriam vencidos no voto, como foram. Há anos que Moacir Feitosa não frequentava o PDT. Processo democrático talvez represente pra ele, aquele em que ele foi imposto pra ser Presidente do Diretório Municipal contra a vontade da maioria dos filiados do PDT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *