Edivaldo afirma que vai apurar denúncia de evasão de receitas na Semfaz

Edivaldo Júnior é prefeito de São Luís

Edivaldo Júnior é prefeito de São Luís

Mario Carvalho – O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), afirmou nesta quarta-feira, 11, que as denúncias feitas contra a Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), sob suposta evasão de receitas no município, serão apuradas para que não paire nenhuma dúvida sobre o assunto. As declarações do gestor foram feitas em entrevista ao programa Câmara em Destaque, transmitido pela rádio Difusora AM.

As denúncias de evasão de receitas no município foram feitas pelo auditor Antônio Alberto Bello Fecury, formalizadas à Câmara de São Luís. Além da evasão de receitas, o auditor Antônio Fecury também chamou a atenção para a real possibilidade de estímulo á sonegação fiscal, prescrição na cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviço) e cerceamento à atividade do fisco na Semfaz. O fato também foi mencionado pelo vereador Fábio Câmara (PMDB).

O prefeito Edivaldo destacou que apesar das dificuldades, a Secretaria de Fazenda tem avançado bastante. “Estamos modernizando o órgão, mas esse não é um trabalho de curto prazo e sim, de médio e longo prazo. Iremos realizar em breve concurso público para o cargo de auditor fiscal, para ampliar e melhorar o quadro da Semfaz, além de promover concurso para outros setores da Prefeitura”, garantiu.

12 pensou em “Edivaldo afirma que vai apurar denúncia de evasão de receitas na Semfaz

  1. O Prefeito anuncia que vai fazer concurso pra Auditor Fiscal? Pra que? se os poucos que tem lá na SEMFAZ o Secretário não deixa eles trabalharem. Estão recebendo sem fazer nada. Pra que mais auditores? só pra aumentar a folha de pagamento?

  2. Isso com certeza sera esclarecido e por que o prefeito iria fazer uma coisa dessa, não tem o por que também fazer falsas acusações isso é um abi surdo.

    • Jhone e Andressa Matos. Robôs da internet. Trata-se de uma pessoa somente, provavelmente funcionária da Prfeitura de São Luís, que utiliza o mesmo endereço de IP.
      Faça-me o favor…

  3. Muito bom Edivaldo esclarecer para a sociedade que essas denúncias são apenas fatos incertos e improváveis,e que em sua gestão nunca houve casos de evasão ou sonegação.É preciso esperar, pois com certeza o prefeito resolverá tudo isso com calma e compromisso com a população.

  4. Auditor fiscal para quem espera uma oportunidade maravilhosa , para os que criticam não acabe com sonhos de muita gente que aguardam esses concursos para se personalizar ate mesmo se profissionalizar em um cargo tão desejado meu apoio total

  5. É o que se espera de um Prefeito comprometido para com os seus eleitores, aqueles que de forma esperançosa depositaram o seu voto, a sua confiança em um administrador que correspondesse aos anseios da sociedade ludovicense, por uma cidade mais justa e transparente de seus atos, para com o bem público.
    Cabe ao mesmo, apurar toda e qualquer denúncia fundamentada, e que venha a se tornar pública, com relação a sua administração, e a de seus comandados, é o mínimo que se espera do Senhor Edvaldo Holanda, até porque todos sabem que o atual Sistema Tributário da Semfaz (STM), não atende de forma contenciosa aqueles que buscam os serviços disponibilizados por aquela Secretaria, ao Cliente Contribuinte, e muito já se falou a respeito do caráter duvidoso das Empresas que coordenam esse Sistema, [moderado] apontadas como um dos braços usados pela organização criminosa (ORCRIM), que operou em prefeituras e foi descoberta pela Polícia Civil e o Grupo
    de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), ambos sendo investigados por atitudes danosas ao erário público, além do que, contratos feitos sob a obscuridade da Lei, Licitações casadas e eivadas de vícios, tudo feito sob a batuta, e conhecimento do atual Gestor da pasta Fazendária.
    Alem da falta de respeito para com os servidores fazendários, que hoje se encontram sem a mínima logística para exercerem as suas atividades laborais a contento, falta de tudo, desde a água e o café, até uma refeição digna para aqueles que em Gestões anteriores foram responsáveis por levar o nome da Semfaz, além fronteiras, e receber a Certificação do Programa de Qualidade do Serviço Público, pelo bom atendimento dispensado ao cliente contribuinte de São Luís, fazendo com que a receita municipal obtivesse cifras elevadas, bem diferente do atual momento em que a referida Secretaria atravessa, independente do cenário econômico da época. O que se vê e transparece hoje na Semfaz, e por parte de seus Chefes de pastas, é temor em tornar público, repetitivos e constantes erros que o Sistema STM vem oferecendo em sua operacionalização, seja por parte do Usuário da Semfaz, como também, de forma externa pelo Contribuinte.
    As regras são ditadas e devem ser cumpridas, pois a ditadura impera sob os grilhões da Fazenda Municipal.

  6. Com certeza o prefeito vai apurar e essas denuncias , provar que não tem nem hum envolvimento.
    E espero que continue com seu belo trabalho em São Luis.

  7. SR.: Prefeito tenho a plena conciência que vossa excelência não tem conheciemento dos FATOS NARRADOS pelo sindicalizado ANTONIO ALBERTO BELO FECURY, há dois anos atrás eu e uma equipe de Auditores estivemos em seu cabinete, onde sentir o seu sentimento, como sinto até hoje a vontade de um nova São Luis, somente vossa excelêcnicia não acompanhou mais de perto a mais Expressiva e importante secretaria de seu mandato, todas as narrativas do AUDITOR ALBERTO FECURY, é o estopim que não mais aguentou, os Secretários Estaduais que comandam a SEMFAZ vieram de boa Vontade, porem com uma estrutura do Estado distante da REalidade da FAZENDA MUNICÍPAL, lembro-me que falei avossa excelência a NOTA FISCAL Eletrônica não é Declaração é documento fiscal que precisa passar pela Inteligência Fiscal, pois poe conter erro de aliquota, diminuição do preço do serviço, informação de insenta e imune, devida no domicilio prestador ou no local da prestação dos serviços, se emitida e cancelada e somente com um proceso Administrativo direcionado ao Agente Fiscal poderá ferificar as inconsistências, o STF considera DECLARAÇÂO A DFST E A DECLARAÇÂO DO IMPOSTO DE RENDA, NOta Eletrônica ela é viciosa e ocaciosa a sueu pedido de arquivamento por falta de lementos contabeis e fiscais que somente o Auditor pode Verificar. Existe Receitas de Transferências, Débitos em Conta, Cartão de Débito e de CRédito, Atividades Afisn de Lojas de Acessórios, Ocupação do Espaço pelos Návios que emitem um DOCUMENTO CHAMADO VAUCHE para o Armador e deposita em dlar no Banco do Brasil, para abastecimento lavagem de roupa, assistência alimentar, combustível, carregamento, que não é emitido Nota Fiscal, esse dinheiro é depositado em dlar no BB e ai acontece a evassão de Receita, esses návios ao longo de nossa consta poderiam pagar pela ocupação, o porto de santos, Paranaguá, brigaram e ganharam, a ocupação do solo, pela caema, oi, claro, com essa caixas de passagem nas causadas é tributável pelo ISS, os cABOS DE tv A CABO e outros aplicativos são vedores d ISSQN. Não nos Preocupemos com a Emissão da NOta Eletrônica deixa emitir,se não tem o Módulo do AUDITOR, por portaria a Superintendente poderá colocar os Auditores na Rua que tem Fé Pública e fazer o Levantamento dos valores de: NOTAS CANCELADAS, DIFERENÇA DE ALIQUOTA, IMUNE E INSENSA, BAIXA DE PROCESSO, PEDIDO DE IMUNIDADE E ISENÇÃO, CONSULTA FISCAL, DEDUÇÃO DE MATERIAL ACIMA DO PERCENTUAL PREVISTA NO DECRETO QUE É DE 40%, TUDO POR PORTARIA E COM RELATÓRIOS ASSINADOS PELOS AUDITORES QUE TEM FÈ PÚBLICA.POIS QUANDO HAVIA A DMS – declaração Mensal deServiço timos uma declaração que sustentar a emissão da CDAS e a execução. FAz 15 meses que não vai um processa administrativo para procuradoria executar, pelo contrário perdemos receita pela decadencia e prescrição exercícios de 2008, 2009 e fechando 2010.

    Na verdade o Secretário Raimundo Rodrigues REunir-se uma VEZ COM A FISCALIZA;’AO E TRIBUTARIOS ALGUMAS VEZES SEM TOMAR DECIS’AO, SIMPLESMENTE CHAMOU UM GRUPO NEPOTISTA DE 20 ANOS QUE S[O CONCORDA E N’AO PENSA UMA ARRECADA;’AO MODERNA, LEMBRO QUE PEDIR A VOSSA EXCELÊNCIA QUE PEDISSE AO SECRETARIO QUE DESCESSE TODOS OS AUDITORES PARA SUA FUNÇÃO, FORMAR OS GRUPOS DE FISCALIZAÇÃO DE SAUDÊ, BANCOS, CONSTRUÇÃO CIVIL, ITBI, CARTÓRIOS, ATIVIDADES VEICULADAS AO COMERCIO, INDUSTRIA ,CONTRIBUINTES SUBSTITUTIOS. ESTIMATIVA PARA AS PEQUENAS ATIVIDADES. ENQUANTO ISSO A SUPERINTENDENTE DE FISCALIZA;’AO CHAMA PARA SI A RSPONSABLIDADE DE BAIXAR PROCESSOS DE BAIXA SEM A A;’AO FISCAL, REPITO MESMO SEM O M[ODULO DO AUDITOR PODE SER FEITO UMA RELAT[ORIOS APONTANDO OS D[EBITOS E CUMPRIMENTO DAS ACESS[ORIAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *