Assembleia aprova moção de repúdio a Dilma Rousseff

moção de repúdioA Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou por unanimidade, há pouco, o requerimento número 086/2016, uma Moção de Repúdio, de autoria dos deputados Eduardo Braide (PMN) e Júnior Verde (PRB), à presidente da República Dilma Rousseff (PT).

O repúdio é pelo descaso da petista à situação da BR-135 e da rodovia BR-222.

No último fim de semana a crise em relação ao tema ampliou no Maranhão, após o assassinato da bailarina Ana Duarte. Ela diria no sentido Bacabeira-São Luís, quando precisou reduzir drasticamente a velocidade do veículo em decorrência da falta de infraestrutura de trecho da rodovia. Foi  vítima de assaltantes, que armados, dispararam tiros contra o veículo. Ela morreu no local após ter sido atingida na cabeça.

Pressionado por ter defendido a gestão da presidente Dilma nas duas últimas semanas, o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou que recorreria à Justiça para que o Estado fosse autorizado a realizar a obra e obter, em seguida, o ressarcimento do Governo Federal. Ontem, contudo, ele recuou e disse que a ação na Justiça teria por objetivo cobrar do Dnit a realização dos serviços.

Em tempo:

A aprovação da moção de repúdio à presidente Dilma Rousseff por uanimidade na Assembleia Legislativa, não deixa de se tornar um novo incômodo ao governador Flávio Dino. Primeiro porque, ao contrário do que tentou fazer o comunista, a sua base no Legislativo não isentou Dilma das responsabilidades pela precariedade da rodovia, e sim a responsabilizou. Segundo, porque a moção é de autoria do deputado Eduardo Braide, que foi isolado no Parlamento este ano, por influência e atuação do Executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *