Para Flávio Dino, segundo semestre será “turbulento” no país

O governador Flávio Dino (PCdoB) afirmou – em um debate sobre as saídas democráticas para a crise no país, promovida pela Escola de Políticas Públicas e Gestão Governamental da Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro -, que a perspectiva é para um segundo semestre “turbulento” no país.

Também participaram do debate, Rui Falcão, ex-presidente do PT e o ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Gilson Dipp.

Para Dino, a saída “tem que ir onde a democracia tem legitimidade”. O governador do Maranhão, que é irmão do vice-procurador-geral da República, Nicolao Dino, não aposta em uma estabilidade institucional depois da absolvição da chapa Dilma-Temer no TSE. E acha que um segundo semestre turbulento é o cenário mais provável para o Brasil, “a não ser que surjam fatos novos, alguma delação espetacular”

Questionado sobre a falta de manifestações durante o julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Falcão disse que elas existem. E citou a Frente Parlamentar de Defesa das Diretas e a Frente Ampla pelas Diretas Já na Bahia. “O golpe não pode continuar. A democracia brasileira foi violada” afirmou.

Gilson Dipp afirma que as saídas têm que ser institucionais, eleitorais e com reformas pontuais, citando as reformas política, legislativa e eleitoral, e que reflitam “a vontade da maioria”.

Leia mais sobre o tem aqui

1 pensou em “Para Flávio Dino, segundo semestre será “turbulento” no país

  1. Além de mau governador virou vidente, em vez de ele ser preocupar com a situação do estado fica fazendo proselitismo para o PT como se este partido fosse a solução de todas as desgraças por qual o país passa. Por que não vai cuidar da saúde e do escândalo dos desvio de dinheiro? Ou providenciar pagamentos de funcionários de hospitais atrasados, sua assessoria divulgou matéria nos blogs acerca do atendimento de call center no Pam Diamante quem nunca precisou ligar pra lá vai achar que é fácil, mas não é fica-se a manhã inteira tentando conseguir falar com atendente e qd consegue,; “desculpe não temos mais consulta ligue amanhã “. Que Flávio Dino e sua turma se mudem para Cuba, Venezuela já que gostam tanto do comunismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *