Base governista “blinda” Clayton Noleto e evita convocação na AL

A base governista na Assembleia Legislativa blindou o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto (PCdoB) e impediu a aprovação de um requerimento de autoria de César Pires (PV) de convocação do gestor.

O objetivo de Pires com a convocação, era obter do próprio Noleto informações precisa sobre editais de licitação, ordens de serviços e todos os contratos firmados pela Sinfra para a realização de obras do ‘Programa Mais Asfalto’.

Na edição de hoje O Estado abordou a decisão do juiz Cléber de Andrade Pinto, da 16ª Vara Cível de Brasília, no Distrito Federal (DF), em que o magistrado abriu prazo regular de 20 dias, contados a partir da data de citação, para que a atual gestão do Governo do Estado apresente defesa em ação popular ingressada na Justiça pelo senador Roberto Rocha (PSDB), que aponta asfalto de má qualidade em obras realizadas no Maranhão e uso eleitoreiro do Programa Mais Asfalto no pleito de 2018.

Na decisão, o juiz também determinou à Sinfra o fornecimento da lista completa das “empresas contratadas para prestação de serviços no âmbito do Programa Mais Asfalto”.

Com o desgaste inevitável, a base governista manobrou e vetou o pedido de convocação.

Com isso, Clayton Noleto não precisa prestar qualquer tipo de esclarecimento ao Poder Legislativo.

Fácil, né…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *