Divulgado edital de concurso público do Tribunal de Justiça do Maranhão

A Fundação Carlos Chagas (FCC) divulgou hoje o edital de concurso público do Tribunal de Justiça do Maranhão.

As provas serão realizadas no dia 29 de setembro [Baixe aqui o edital].

Os servidores do Poder Judiciário do estado do Maranhão recebem auxílio-alimentação de R$ 885,00 e remunerações iniciais de:

Analista Judiciário – R$ 8.230,00
Oficial de Justiça – R$ 6.883,85.
Técnico Judiciário – R$ 3.927,72

As inscrições do concurso TJ MA estarão abertas a parti do dia 05 de agosto e seguirão até o dia 28 de agosto.

As provas objetivas serão aplicadas no dia 29 de setembro. Na parte da manhã serão realizadas as provas para Técnico Judiciário e na parte da tarde, serão as provas para Analista Judiciário e Oficial de Justiça.

As provas discursivas serão aplicadas no mesmo dia das provas objetivas.

Para os cargos de Analista Judiciário e Oficial de Justiça, a prova discursiva será um “Estudo de Caso”. Para os cargos de Técnico Judiciário, a prova discursiva será uma “Redação”.

Edital TJ MA: Cargos ofertados
O edital TJ MA prevê vagas para Analista Judiciário, Oficial de Justiça e Técnico Judiciário. A seguir, veremos quais são as especialidades para cada um desses cargos.

EDITAL TJ MA – CARGOS DE ANALISTA JUDICIÁRIO
Analista Judiciário – Analista de Sistemas (Desenvolvimento) – 04 vagas + CR
Analista Judiciário – Analista de Sistemas (Suporte e Rede) – 02 vagas + CR
Analista Judiciário – Engenheiro Mecânico – 01 vaga + CR
Analista Judiciário – Direito – 15 vagas + CR
Analista Judiciário – Assistente Social – 01 vaga + CR
Analista Judiciário – Psicólogo – 01 vaga + CR
Analista Judiciário – Psiquiatra – 01 vaga + CR
EDITAL TJ MA – CARGOS DE TÉCNICO JUDICIÁRIO
Técnico Judiciário – Apoio Técnico Administrativo – 20 vagas + CR
Técnico Judiciário – Técnico em Informática (Hardware) – 01 vaga + CR
Técnico Judiciário – Técnico em Contabilidade – 01 vaga + CR
Técnico Judiciário – Técnico em Edificações – 01 vaga + CR
Técnico Judiciário – Técnico em Informática (Software) – CR
EDITAL TJ MA – CARGO DE OFICIAL DE JUSTIÇA
Oficial de Justiça – 15 vagas + CR
Edital TJ MA: local de aplicação das provas
As provas do concurso TJ MA serão realizadas nas cidades de Caxias, Imperatriz e São Luís, conforme opção feita pelo candidato no momento da inscrição.

Disciplinas cobradas
Todos os cargos contarão com Provas Objetivas (conhecimentos gerais e específicos), Discursivas (estudo de caso para nível superior e redação para nível médio) e Avaliação de Títulos.

As provas objetivas são compostas de 30 questões de Conhecimentos Gerais(peso 1) e 30 questões de Conhecimentos Específicos (peso2).

Veja a composição das provas nas tabelas abaixo:

Edital TJ MA – Provas de Analista Judiciário e Oficial de Justiça
Edital TJ MA – Provas de Analista Judiciário e Oficial de Justiça
Edital TJ MA – Provas de Analista Judiciário (Analista de Sistemas)
Edital TJ MA – Provas de Analista Judiciário (Analista de Sistemas)
Edital TJ MA – Provas de Técnico Judiciário (exceto Técnico em Informática)
Edital TJ MA – Provas de Técnico Judiciário (exceto Técnico em Informática)
Edital TJ MA – Provas de Técnico Judiciário (Técnico em Informática)
Edital TJ MA – Provas de Técnico Judiciário (Técnico em Informática)

Provas Discursivas

A Prova Discursiva – Estudo de Caso – constará de 01 questão prática (máximo de 30 linhas), para o qual o candidato deverá apresentar, por escrito, a solução. O tema versará sobre conteúdo pertinente a Conhecimentos Específicos

Na Prova Discursiva – Redação – o candidato deverá desenvolver texto dissertativo-argumentativo (mínimo de 20 linhas e máximo de 30) a partir de proposta única, sobre assunto de interesse geral não atrelado necessariamente ao Conteúdo Programático de Conhecimentos Específicos referido no edital.

Dos Títulos

Para os cargos de Analista e Oficial de Justiça serão limitados ao valor máximo de 1,50 ponto, observado o limite máximo para cada item:

Diploma, devidamente registrado, ou certificado/declaração de conclusão de curso de Pós-Graduação stricto sensu, em nível de Doutorado, na área de atuação para a qual está concorrendo, acompanhado do Histórico Escolar – 1,50 pontos
Diploma, devidamente registrado, ou certificado/declaração de conclusão de curso de Pós-Graduação stricto sensu, em nível de Mestrado, na área de atuação para a qual está concorrendo, acompanhado do Histórico Escolar. – 0,70 pontos
Certificado de conclusão de curso de Pós-Graduação lato sensu, em nível de Especialização, na área de atuação para a qual está concorrendo, com carga horária mínima de 360 horas, desde que tenha sido apresentada monografia, devidamente aprovada, para obtenção do título, acompanhado do Histórico Escolar. – 0,30 pontos
Para os cargos de Técnico Judiciário serão limitados ao valor máximo de 0,50 ponto, observado o limite máximo para cada item:

Diploma de curso superior em qualquer área de conhecimento – 0,50 pontos

Com informações do Estratégia Concursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *