Escutec: Edivaldo sem influência na sucessão em São Luís

Pouco afeito ao contato direto com o cidadão de São Luís e sem poder de articulação política, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) aparece na primeira pesquisa de intenções de votos da Escutec/O Estado com quase nenhuma influência na sucessão do comando do Palácio La Ravardière.

Na pesquisa, apenas 12,7% dos eleitores consultados, disseram que votariam ‘com certeza’ em um candidato apoiado pelo pedetista; outros 25,5% declararam que ‘poderiam votar’; 9,1% disseram ser indiferentes e a maioria absoluta, 50,2% dos eleitores, afirmaram não votar ‘de jeito algum’ no candidato apoiado por Edivaldo Júnior. Não souberam ou não responderam, outros 2,5%.

O tópico registrado pela pesquisa, na verdade, é um retrato do que tem se observado do próprio esboço da disputa eleitoral.

Nenhum dos pré-candidatos apresentados até o momento, seja do PDT ou de outro partido alinhado ao grupo político do governador Flávio Dino (PCdoB), está diretamente ligado ou é fruto de uma articulação de Edivaldo.

Prestes a concluir o seu segundo mandato à frente do Executivo Municipal, o prefeito de São Luís não conseguiu estabelecer uma base política pelo menos razoável, que o credenciasse a bancar um candidato para a sua própria sucessão.

Um desempenho político risível, tal qual o administrativo, camuflado por uma fina camada de asfalto curiosamente distribuída agora…

Eduardo Braide lidera pesquisa Data Ilha com mais de 60% dos votos

Pesquisa Data Ilha de intenções de votos divulgada hoje (1º) pelo blog Maramais confirma a ampla liderança do deputado federal Eduardo Braide (PMN) na disputa pela Prefeitura de São Luís.

Nos cenários mais possíveis, ele passa de 60% dos votos válidos, mas chega a 83% se desconsiderada a pré-candidatura de Duarte Jr. (PCdoB).

Detalhe a ser notado: não foram incluídos no levantamento os nomes de Yglésio Moyses (PDT) e Wellington do Curso (PSDB).

Veja os números.

Cenário 1
Eduardo Braide 61,34%
Duarte Jr. 14,45%
Bira do Pindaré 8,24%
Adriano Sarney 4,44%
Neto Evangelista 3,93%
Jeisael Marx 3,55%
Osmar Filho 2,79%
Rubens Jr. 1,27%

Cenário 2 (Sem Jeisael Marx e Rubens Jr.)
Eduardo Braide 62,71%
Duarte Jr. 15,33%
Bira do Pindaré 8,56%
Neto Evangelista 5,36%
Adriano Sarney 4,85%
Osmar Filho 3,19

Cenário 3 (Sem Osmar Filho)
Eduardo Braide 70,30%
Duarte Jr 16,43
Neto Evangelista 6,57%
Adriano Sarney 4,34%
Rubens Jr. 2,37%

Cenário 4 (Sem Duarte Jr.)
Eduardo Braide 83,79%
Neto Evangelista 8,11%
Adriano Sarney 4,62%
Rubens Jr. 3,50%

Informações do blog do Gilberto Léda

PDT discutirá expulsão de Gil Cutrim

O PDT convocou para amanhã uma reunião em que serão discutidas possíveis punições aos deputados federais que votaram de forma favorável à Reforma da Previdência, em descumprimento ao que havia definido a sigla.

O deputado maranhense Gil Cutrim, que chegou a divulgar uma nota de esclarecimento após o voto, é um dos oito deputados do PDT alvo da reunião.

O caso será analisado pela Executiva Nacional e pela Comissão de Ética da legenda.

Edilázio assume a direção estadual do PSD no Maranhão

O deputado federal Edilázio Júnior assumiu a direção estadual do Partido Social Democrático (PSD) no Maranhão.

O nome do parlamentar como presidente da legenda já consta no registro de informação de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ele assume o posto para conduzir a sigla nas eleições municipais 2020 no estado, após alcançar o status de um dos principais parlamentares do partido no Congresso Nacional.

Edilázio é membro titular da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara Federal.

Ele foi conduzido ao comando da legenda pelo presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. “Uma data que ficará marcada na minha trajetória. Tomei posse como presidente do PSD no Maranhão, homologado pelo presidente nacional do partido, Gilberto Kassab. Fico honrado por exercer tamanha função, a frente do meu partido que hoje é a quarta maior bancada da Câmara e a segunda maior do Senado. A responsabilidade vai ser grande e através do diálogo e da luta vamos alcançar nossos objetivos e fortalecer ainda mais o PSD”, disse.

Ele prometeu protagonismo da sigla nas eleições 2020 nas maiores cidades do Maranhão e agradeceu o trabalho de Cláudio Trinchão no comando da legenda. “Ele fez um excelente trabalho à frente do partido e merece todo reconhecimento”, disse.

A Executiva Estadual do PSD no Maranhão é composta ainda pelo primeiro vice-presidente, empresário Clóvis Fecury e pelo segundo vice-presidente, Ulisses Waquim, filho da ex-prefeita do município de Timon, Socorro Waquim.

Desempenho de Braide em pesquisa faz governistas recuarem na divulgação

O desempenho do deputado federal Eduardo Braide (PMN) em pesquisa de intenções de votos realizada no início deste mês e que teve os seus números disponíveis no início desta semana, provocou o recuo de pré-candidatos governistas.

No levantamento – do Instituto Interpreta -, Braide chega a 42% de intenções de votos, com baixo nível de rejeição e lidera com folga o cenário para a eleição de 2020 em São Luís.

Constrangidos e até temerosos em relação à repercussão do levantamento, aliados do Palácio dos Leões resolveram engavetar os dados, divulgados com exclusividade pelo jornalista Marco D’Eça.

Na pesquisa, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) aparece na segunda colocação, com 10% da preferência do eleitorado. Ele também faz oposição ao Palácio.

Na terceira colocação e bem distante de Braide, aparece Duarte Júnior (PCdoB), com apenas 9% e em seguida outro pré-candidato governista, Neto Evangelista (DEM), com tímidos 7,5%.

Outros pré-candidatos governistas: Rubens Júnior (PCdoB) e Bira do Pindaré (PSB), apresentam índices abaixo de 1%.

Que coisa…