Projeto de Edilázio garante meia-entrada para professores de todo o país

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD), apresentou hoje Projeto de Lei na Câmara Federal que dispõe sobre a instituição do benefício da meia-entrada para professores da rede pública de todo o país.

Ele é autor de lei de semelhante teor, sancionada pela ex-governadora Roseana Sarney e que está vigor no Maranhão, que beneficia docentes de toda a rede estadual e municipal no estado.

Pela proposta do parlamentar, com a aprovação do projeto, professores ativos e aposentados de todo o país poderão ter acesso, com descontos de 50% nas bilheterias de teatros, circos, casas de shows, museus e quaisquer outros ambientes, públicos ou privados, que promovam espetáculos artísticos e/ou culturais no país.

O projeto, que já tramita na Casa, segundo o parlamentar, representa a valorização do educador no país.

“Sou autor da lei em vigor no Maranhão que beneficia todos os professores da rede pública no estado. Trata-se de uma medida muito bem recebida pela classe e que valoriza o professor e também o estudante, uma vez que a medida que o professor é enriquecido de cultura, isso reflete diretamente na sala de aula, no aluno. É uma causa justa e que precisa ser estendida para todos os professores do país”, disse.

Valeu a denúncia Edilázio Júnior

Edilázio Júnior

Edilázio Júnior

Jorge Aragão – Durante a semana, o deputado estadual Edilázio Júnior (PV) foi à Tribuna da Assembleia Legislativa denunciar o descumprimento da Lei nº 9.683, de sua autoria, na venda de ingressos para os jogos do Sampaio Corrêa, no Castelão. A Lei assegura o direito a meia entrada aos professores em eventos de lazer e cultura, mas estranhamente estava sendo descumprida.

No entanto, após a denúncia do parlamentar, a competente promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, entrou em ação e exigiu que a Lei fosse cumprida já na partida deste sábado (19), entre Sampaio e Macaé.

É importante ressaltar, que o próprio presidente do Sampaio, Sérgio Frota, teria reconhecido o equívoco e teria colaborado para o cumprimento da Lei e não se poderia esperar outra atitude dele, afinal, além de presidente do Sampaio, Frota é legislador, é vereador de São Luís e sabe a importância do cumprimento das leis elaboradas pelos parlamentares.

Sendo assim, os professores, assim como estudantes e idosos, também tiveram o direito e a oportunidade de pagarem meia-entrada para acompanhar o jogão de bola deste sábado, às 19h, no Estádio Castelão.

Pena que os cambistas mais uma vez agiram rápido e fizeram com que os ingressos de meia-entrada acabassem rapidamente.

De qualquer forma, valeu a denúncia do deputado Edilázio Júnior e que sirva de lição para outros parlamentares, pois não adianta apenas fazer as leis, mas ajudar na fiscalização do cumprimento delas.

Edilázio denuncia desrespeito a lei na venda de ingressos em jogos do Sampaio Corrêa na série C

Edilázio Júnior quer respeito a lei de sua autoria

Edilázio Júnior quer respeito a lei de sua autoria

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) denunciou hoje na tribuna da Assembleia Legislativa que o Sampaio Corrêa está desrespeitando a Lei nº 9.683, de sua autoria e que já está em vigência, que garante ao professor do estado do Maranhão, seja beneficiado com a meia entrada em eventos culturais e de lazer.

De acordo com o parlamentar, nos jogos do Sampaio pelo Campeonato Brasileiro, os professores têm o direito negado na capital, quando o tricolor é o mandante. “Todos os cinemas da capital respeitam a lei e garantem a meia entrada aos educadores. Nos teatros e em shows, também há garantia da lei. Mas, infelizmente, o professor tem sido desrespeitado pelo Sampaio. Fui informado que no Castelão, há inclusive uma placa informando que o professor não tem a garantia de meia entrada na compra do ingresso. Ou seja, é um desrespeito a uma Lei Estadual,  aprovada de forma unânime nesta Casa e sancionada pela governadora Roseana Sarney”, afirmou.

Edilázio assegurou que encaminhará ainda hoje um ofício ao Ministério Público para que haja fiscalização da venda de ingresso para a partida de sábado, no Castelão, contra o Macaé, e disse que fará nova Lei, em caráter de urgência, adicionando o termo eventos esportivos, na garantia da meia entrada. “No meu entender, a lei já deixa claro, quando informa que há garantia de meia entrada em eventos de lazer, que ela se estende a eventos esportivos. Mas para evitar qualquer tipo de interpretação equivocada, vamos inserir o termo específico”, finalizou.

O blog ainda aguarda o posicionamento do Sampaio Corrêa.